Notícias Naturais

Quando você tem alguma dor física, é natural procurar por medicamentos de venda livre, como paracetamol e ibuprofeno. No entanto, o uso a longo prazo destes medicamentos pode danificar gravemente o seu fígado. Para evitar danos irreversíveis ao fígado e outros efeitos colaterais adversos, aqui estão algumas sugestões de analgésicos naturais que são mais seguros e eficazes.

Óleos essenciais e ervas que aliviam a dor

Os curandeiros tradicionais têm usado medicamentos fitoterápicos e óleos essenciais para tratar doenças há muitos anos. Estas soluções naturais são conhecidas por proporcionar um alívio eficaz da dor.

* Óleo essencial de lavanda: As pessoas geralmente usam óleo essencial de lavanda para relaxar e como um auxílio para dormir. No entanto, este óleo essencial também pode ser usado para alívio da dor. A pesquisa mostra que o óleo essencial de lavanda pode efetivamente aliviar enxaquecas. Estudos em animais também apoiam o uso do óleo essencial de lavanda devido suas propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e antioxidantes.
* Óleo essencial de alecrim: Inúmeras pesquisas sugerem que o extrato de alecrim pode controlar dores de cabeça, dores musculares e ósseas e convulsões. Acredita-se que esta planta herbácea também reduz a inflamação, acalma os músculos doloridos e estimula a memória. A pesquisa sugere que o óleo essencial de alecrim ajuda as pessoas com abstinência de ópio a aliviar a dor.
* Óleo essencial de hortelã-pimenta: Acredita-se que os compostos ativos do óleo essencial de hortelã-pimenta tenham propriedades anti-inflamatórias, antimicrobianas e de alívio da dor. Esses compostos incluem carvacrol, mentol e limoneno. Tradicionalmente, o óleo essencial de hortelã-pimenta era usado para aliviar a dor associada a espasmos musculares e artrite.
* Óleo essencial de eucalipto: O óleo essencial de eucalipto mostrou reduzir efetivamente a dor, o inchaço e a inflamação. Pesquisas mostram que a inalação de óleo de eucalipto também pode fornecer efeitos de alívio da dor.
* Cravo: O cravo foi usado ​​tradicionalmente para aliviar a dor da dor de dente, graças às suas propriedades anti-inflamatórias. Além disso, o cravo contém substâncias que possuem propriedades antioxidantes, antifúngicas e antivirais.

* Capsaicina: A sensação de queimação que você sente quando come pimenta vem de um composto chamado capsaicina. Quando aplicada topicamente na pele, a leve sensação de formigamento e queimação pode ajudar a aliviar a dor. Embora os pesquisadores ainda não tenham certeza de como a capsaicina funciona como analgésico, eles acreditam que isso tem a ver com a diminuição da sensibilidade da pele à dor.
* Gengibre: O gengibre é conhecido por seus potentes efeitos anti-inflamatórios que ajudam no alívio da dor. Uma revisão sistemática revelou que o consumo diário de dois gramas de gengibre pode reduzir a dor muscular.
* Cúrcuma: As propriedades de alívio da dor de cúrcuma é devido a um composto chamado curcumina. Em um estudo publicado na Clinical Interventions in Aging, os pesquisadores descobriram que a curcumina é comparável ao ibuprofeno quando se trata de controle da dor.

Outras maneiras de aliviar a dor

Enquanto medicamentos fitoterápicos são onipresentes na natureza, existem também certos tratamentos terapêuticos e atividades que podem ajudar a controlar a dor.

* Acupuntura: A acupuntura é uma forma de medicina alternativa que é conhecida por reduzir a dor. Na verdade, o National Center for Complementary and Integrative Health (NCCIH) relata que esta terapia pode ajudar com a dor lombar, pescoço e joelho. Acredita-se também que a acupuntura pode aliviar dores de cabeça de tensão e enxaquecas.
* Yoga: As práticas de meditação física da yoga, como exercícios de respiração e alongamento, são conhecidas por aliviar a dor, o estresse e a ansiedade. Além disso, um relatório do NCCIH afirma que a ioga é uma maneira eficaz de aliviar dores nas costas e no pescoço.
* Meditação de atenção plena: Muitas pessoas acreditam que a dor crônica pode ser gerenciada através da meditação da atenção plena (mindfulness). É uma forma de meditação que se concentra nos sentimentos e experiências presentes. A pesquisa mostra que a meditação mindfulness pode controlar a dor, assim como melhorar a qualidade de vida e os sintomas da depressão.

A dor é um sintoma natural de lesão ou doença, mas não precisa atrapalhar sua rotina diária.

Leia mais:

Maneiras Naturais para Aliviar a Tensão Muscular

8 Remédios Caseiros Mais Poderosos e Eficazes que Você Pode Usar em vez do Ibuprofeno

Fontes:
Natural News: Looking for pain relief? Try these 12 natural painkillers
Clinical Interventions in Aging: Efficacy and safety of Curcuma domestica extracts compared with ibuprofen in patients with knee osteoarthritis: a multicenter study
– Medical News Today: 12 natural ways to relieve pain
– Very Well Mind : Mindfulness Meditation

1 Comment

  • Sandra disse:

    Quem sabe o futuro dos medicamentos alopáticos industrializados, com “aquela bula extensa” de contra indicações e efeitos colaterais, seja a volta ao passado das terapêuticas onde se visava apenas curar e, não, causar outros distúrbios no paciente. Não parece lógica a prescrição de qualquer droga medicamentosa que vise curar um sintoma, causando outros, às vezes muito mais graves que o sintoma inicial e a Ciência já poderia, sim, se quisesse e lhe fosse financeiramente conveniente, abolir todo e qualquer componente nocivo à saúde humana no fabrico de seus produtos, porque do jeito que está, o doente se cura de um mal para sofrer de outro, após ingerir o remédio receitado pelo médico que, além de custar “os olhos da cara”, pode até matar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site