Notícias Naturais

A crescente demanda pelo uso de plantas naturais, não-tóxicas, como auxiliares medicinais para prevenir e tratar doenças, destacou os vários benefícios para a saúde de consumir produtos a partir do coco. (1, 2)

Muitos pesquisadores agora recomendam a adição de farinha de coco para suplementar qualquer dieta saudável por causa de seus muitos benefícios, incluindo suas propriedades antibacterianas e antifúngicas. Se você está em uma dieta paleolítica rigorosa, você está procurando uma fonte de farinha livre de alérgenos, ou se você deseja simplesmente estimular o seu sistema digestivo e imunológico, a farinha de coco é um excelente complemento para as suas refeições.

O que é farinha de coco?

Produtores de farinha de coco venderam originalmente o subproduto do nutritivo leite de coco para os agricultores, sob a forma de farinha de coco. Os agricultores entenderam que a farinha de coco era uma excelente fonte de fertilizante orgânico e um suplemento alimentar para animais. Nas últimas décadas, à medida que mais pesquisas surgiram apoiando os inúmeros benefícios da farinha de coco para a saúde, o consumo humano do superalimento valioso também aumentou. (3)

A farinha de coco é derivada do coco fresco ralado. A polpa é então desidratada e desengordurada, o que significa que o óleo é extraído. O resultado é um pó fino que se parece com farinha de trigo ou  de outros grãos. A forma mais pura e orgânica pode até enganar um consumidor experiente por causa da falta de sabor do coco. (3)

Farinha de coco: um alimento funcional

A farinha de coco tem diferentes benefícios para a saúde do que outros produtos de coco (como o óleo) e oferece uma ótima alternativa à farinha convencional.

Considerado um alimento funcional, a farinha de coco apresenta propriedades que beneficiam significativamente a saúde e é uma valiosa fonte de nutrição (1). Esse alimento funcional é uma ótima fonte de fibra dietética, é rico em proteínas, não contém glúten e tem baixo índice glicêmico (IG).

A farinha de coco é especialmente recomendada para aqueles com problemas inflamatórios que resultam do consumo de trigo ou glúten. A farinha de coco é segura para consumo por indivíduos com doença celíaca, sensibilidade ao glúten, síndrome do intestino irritável ou diabetes.

Conselhos sobre como usar farinha de coco

Seguem-se algumas dicas sobre como obter sucesso em substituir 100% a farinha de trigo pela farinha de coco em receitas:

* Devido à alta absorção, a farinha de coco é um excelente agente espessante para sopas, ensopados e até smoothies. Por esta razão, também é recomendado armazenar a farinha de coco em um recipiente hermético na geladeira ou freezer para evitar aglomerados de umidade.
* Experimente! Em geral, para cada xícara de farinha tradicional, você precisa apenas de 1/4 xícara a 1/3 xícara de farinha de coco.
* As receitas geralmente incluem uma fonte de proteína adicional, como ovos para compensar as propriedades de ligação que o glúten normalmente forneceria. A semente de linhaça é um excelente aglutinante e contribui com seus próprios benefícios para a saúde.

Referências: 

1 – Innovative Food Science & Emerging Technologies: Dietary fiber from coconut flour: A functional food
2 – Asian Pacific Journal of Tropical Medicine: Coconut (Cocos nucifera L.: Arecaceae): in health promotion and disease prevention.
3 – Healthy Ways: Gluten Intolerance, Digestive Function, and Coconut Flour

Leia mais:

Farinha de Coco: Doce que Ajuda a Emagrecer

[Estudo] Gordura Boas Podem Combater a Doença de Crohn

Fontes:
Tudo Saudável: Farinha de Coco: O que é e Como Utilizá-la
– Natural News: Coconut flour: What is it and how to best use it

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site