Notícias Naturais
Receitas para Secar em 30 dias

A inflamação faz parte da resposta imunológica do corpo. No entanto, se persistir por mais tempo do que o necessário, pode danificar células, tecidos e órgãos saudáveis, levando a doenças. Para prevenir doenças relacionadas à inflamação, pesquisadores na França recomendam que você tome chlorella. De acordo com seu estudo publicado no Journal of Medicinal Food, descobriu-se que esta microalga verde rica em nutrientes, vitaminas, minerais e clorofila tem efeitos benéficos contra doenças relacionadas à inflamação. Na medicina tradicional, a chlorella tem sido usada para gerenciar doenças relacionadas à inflamação.

No estudo, os pesquisadores avaliaram os efeitos da chlorella na dor visceral e nos parâmetros inflamatórios associados à cistite, uma inflamação da bexiga, em camundongos. Os pesquisadores induziram a cistite através da administração oral de ciclofosfamida. Em seguida, a equipe deu aos ratos 250 miligramas por quilograma (mg / kg) de peso corporal de chlorella ou 500 mg / kg de peso corporal de chlorella todos os dias durante 16 dias.

Seis horas após a administração de ciclofosfamida, os pesquisadores mediram a temperatura corporal, o comportamento geral, a ingestão de alimentos e o peso corporal. Um dia depois, eles realizaram dois testes comportamentais nos ratos para avaliar a influência da dor na atividade geral e na atividade de aprendizado.

Os resultados do estudo mostraram que ambas as dosagens de chlorella reduziram significativamente a dor e os parâmetros inflamatórios associados à cistite. Além disso, o tratamento com chlorella melhorou o comportamento dos ratos.

Com base nas conclusões do estudo, os pesquisadores concluíram que a chlorella poderia reduzir a inflamação e prevenir doenças relacionadas à inflamação.

Outras ervas e suplementos anti-inflamatórios

Além da chlorella, existem muitas ervas e suplementos para combater a inflamação que você pode experimentar. Aqui estão alguns deles:

* Pimenta-do-reino (pimenta-preta): A piperina, o composto picante da pimenta-do-reino, é conhecida por ajudar a melhorar os sintomas de várias formas de artrite. Este composto de pimenta-do-reino também aumenta a absorção de outros compostos, como a curcumina. Cerca de 20 mg de pimenta-do-reino são necessários para que ela seja eficaz na redução da inflamação.
* Pimenta caiena: A pimenta é picante por causa do composto chamado capsaicina. Este composto é um potente composto anti-inflamatório. Ela bloqueia a produção da substância P, que é um composto produzido pelo cérebro que aumenta a sensibilidade à dor. A pimenta caiena também tem muitos antioxidantes, como flavonoides e outros fitonutrientes, que funcionam em um nível celular e eliminam os radicais livres que podem levar à inflamação celular. Para colher esses benefícios, consuma entre 30 mg e 120 mg de pimenta caiena por dia.
* Canela: A canela tem muitos antioxidantes poderosos e flavonoides que combatem a inflamação. O cinamaldeído, um dos principais componentes da canela, pode inibir certas proteínas que são fatores que causam a inflamação. Também pode impedir que o sangue se agregue, o que ajuda a proteger contra outras doenças relacionadas à inflamação. Recomenda-se tomar entre 1 a 1,5 gramas (g) de canela por dia. Tomar mais disto pode resultar em reações adversas ou indigestão.
* Cravo: Eugenol, um composto presente no cravo, inibe uma enzima responsável por causar uma resposta inflamatória. Esta enzima é a mesma enzima que os anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) têm como alvo. A aplicação tópica de uma gota de óleo de cravo já pode reduzir a inflamação.

* Curcumina (Cúrcuma): A curcumina, o principal componente da cúrcuma, é um dos agentes anti-inflamatórios mais promissores. É especialmente benéfica na redução da inflamação na artrite e na osteoartrite. Quando tomada em conjunto com pimenta-do-reino, a curcumina torna-se 10 vezes mais potente e eficaz. A dose recomendada em geral para a curcumina é de três mg/kg de peso corporal.
* Gengibre: O efeito anti-inflamatório do gengibre vem de seus compostos gingerol e zingerone. Estes compostos foram associados a reduções em muitas formas de inflamação, incluindo colite, danos nos rins, diabetes e câncer. Tomar dois a três gramas de gengibre em pó por dia é seguro e eficaz. Tomar mais de quatro gramas de gengibre fresco por dia pode causar azia ou problemas digestivos.
* Sálvia: O ácido carnósico e o carnosol são dois componentes primários da sálvia, responsáveis ​​pelo sabor único da sálvia e muitos benefícios para a saúde. A sálvia aumenta a atividade da superóxido dismutase, que metaboliza e remove o superóxido do corpo. Para colher seus benefícios, tome entre 300 e 600 mg de folhas secas de sálvia ou entre quatro e seis gramas de folhas frescas diariamente.

Leia mais:

9 Razões para Adicionar Chlorella à sua Dieta – Estudos

Chlorella e Fibromialgia: Estudo Confirma Alívio dos Sintomas

Fontes:
– Chlorella News: You can easily prevent inflammation-related conditions with chlorella, researchers discover
Journal of Medicinal Food: Benefits of Preventive Administration of Chlorella sp. on Visceral Pain and Cystitis Induced by a Single Administration of Cyclophosphamide in Female Wistar Rat
– Natural Stacks: 10 Best Anti Inflammatory Herbs and Foods: Plus How To Use Them

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site