Notícias Naturais

Seus filhos estão sempre com sono? Talvez seja hora de reduzir o tempo de tela. Um novo estudo revela que as crianças que usam seus telefones, tablets ou consoles de videogame por pelo menos quatro horas por dia têm duas vezes mais chances de serem privadas de sono.

Pesquisadores da San Diego State University compararam os efeitos de dispositivos sem fio na saúde das crianças com dispositivos eletrônicos fixos. Para fazer isso, eles analisaram dados da Pesquisa Nacional de Saúde Infantil de 2016, conduzida pelo Censo dos EUA. A pesquisa perguntou aos cuidadores de mais de 40 mil crianças saudáveis ​​com 17 anos ou menos sobre a frequência com que as crianças usavam computadores, smartphones, videogames ou outros dispositivos eletrônicos em um dia de semana normal. As respostas variavam de menos de uma hora a mais de quatro horas. A pesquisa também perguntou aos cuidadores quanto tempo a criança dorme todas as noites. O NHS do Reino Unido aconselha as crianças de cinco anos a dormir 11 horas todas as noites, enquanto crianças de 10 anos e de 15 anos devem dormir por pelo menos nove horas e 45 minutos e nove horas, respectivamente. Ter sono suficiente é importante para todos, mas é ainda mais importante para que as crianças cresçam e se desenvolvam melhor.

Os resultados mostraram que as crianças que passam mais de quatro horas na frente de uma tela são mais propensas a falta de sono. Além disso, elas dormem menos quando usam dispositivos eletrônicos sem fio do que apenas assistir TV ou usar um computador. Os resultados foram os mesmos, mesmo depois que os pesquisadores ajustaram a ansiedade, os níveis de atividade, a depressão e o índice de massa corporal (IMC) entre os participantes.

Com base na idade, crianças com menos de 10 anos de idade que passaram quatro ou mais horas por dia olhando para seus telefones ou tablets tiveram duas vezes mais chances de serem privadas de sono do que aquelas que não usaram esses dispositivos sem fio. Esse efeito foi menos intenso em crianças com 10 anos ou mais, apesar de serem mais propensas a ter aparelhos do que crianças mais novas. As crianças de 11 a 13 anos que usavam esses dispositivos por pelo menos quatro horas por dia tiveram um aumento de 57% no risco de não dormir o suficiente. Aqueles com idade entre 14 e 17 anos estavam 44% mais em risco de dormir menos.

As crianças também costumam manter seus gadgets mais próximos de seus rostos porque muitos gadgets têm telas menores. Isso é alarmante, porque telefones e tablets emitem luz azul, o que suprime a produção de melatonina no corpo ou o hormônio do sono. Quanto mais próxima a pessoa estiver da tela, maior será seu efeito.

Com base nessas descobertas, os pesquisadores sugerem que os pais estabeleçam um limite para os filhos sobre o uso de telefones e tablets. Eles também esperam que estudos futuros analisem a hora exata do dia em que o uso de gadgets afeta mais o sono. A Academia Americana de Pediatria, a Sociedade Canadense de Pediatria e o Departamento de Saúde da Austrália recomendam que as crianças limitem seu tempo de tela por apenas duas horas por dia.

Outros perigos dos telefones celulares oferecem às crianças

Um dos efeitos nocivos do uso de telefones celulares é o risco de câncer. A OMS classificou a radiação emitida pelos telefones celulares como “possivelmente carcinogênica para humanos”. As crianças também são mais suscetíveis à radiação do que os adultos, pois absorvem mais de 60% delas em seu cérebro, que tem pele mais fina, tecidos e ossos mais finos. Além disso, seu sistema nervoso em desenvolvimento os torna mais vulneráveis ​​a esse carcinógeno.

As ondas de rádio emitida pelos telefones celulares também podem perturbar a atividade cerebral, levando à capacidade de aprendizado prejudicada e a outros problemas comportamentais. Além disso, o uso de telefones celulares pode fazer com que as crianças se envolvam em comportamentos inadequados, como assistir a vídeos inapropriados.

O que você deveria fazer? É melhor limitar a exposição de seus filhos a dispositivos sem fio de radiofrequência. Limite o uso de telefones celulares como um brinquedo e, quando seus filhos o usarem para jogar, configure-o no modo avião. Além disso, desligue todos os gadgets pelo menos 30 minutos antes de dormir.

Leia mais:

Luz Azul: Olhar Constantemente para uma Tela é Ruim para os Olhos, Pele, Sono e Saúde

Perigo Invisível: 5G é Excepcionalmente Prejudicial para as Crianças

Fontes:
– Radiation: Kids who spend 4 hours a day on gadgets are twice as likely to get LESS sleep
– Daily Mail: Children who spend four hours a day on phones, tablets or video game consoles are TWICE as likely to get ‘insufficient sleep’
– Johns Hopkins Medicine: The Importance of Sleep for Kids
– Mom Junction: 4 Harmful Effects Of Mobile Phones On Kids
– EWG Children HEalth Initiative: YET ANOTHER REASON FOR YOUR KIDS TO UNPLUG? HEALTH RISKS FROM CELLPHONE RADIATION

1 Comment

  • Sandra disse:

    Não apenas dormem menos mas engordam mais, não interagem com a família, com o cachorro, com a tartaruga, com a árvore, com o passarinho e com a borboleta, em suma, não vivem a vida real porque tudo o que lhes interessa está na tela e fora da tela não existe vida, nem espaço e nem tempo, nem sono e nem sonhos, é isso aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site