Notícias Naturais

Os smartphones estão alterando a forma como os humanos pensam, como se comportam e como se comunicam. Esses dispositivos também estão modificando fisicamente o crânio humano. Pesquisadores identificaram a evolução de camadas ósseas no crânio humano. Essas camadas ósseas estão aparecendo na parte de trás dos crânios de pessoas que rotineiramente inclinam o pescoço para frente para usar o celular.

A evolução humana está entrando em uma nova era, uma época em que as pessoas são constantemente bombardeadas por informações. A informação e comunicação acessíveis estão mudando a forma como o cérebro humano funciona. Constantemente distraídos com smartphone, os seres humanos tornaram-se dependentes e controlados por este dispositivo portátil. O uso de telefones inteligentes interrompe as interações do dia-a-dia, causando desconexão entre amigos e familiares na vida real. O cérebro também se tornou viciado em múltiplas explosões de dopamina ao longo do dia, enquanto os usuários de smartphones verificam seu telefone em busca de mensagens de texto, curtidas, re-tweets, atualizações de notícias, comentários e outros trending topics. Essas distrações constantes causam interrupções do sono, redução do tempo de atenção e fadiga ocular.

Quando em público, é raro encontrar um ser humano que não esteja inclinando o pescoço para frente para olhar uma tela. As pessoas não estão apenas inconscientes de seus arredores a maior parte do tempo, mas também estão prejudicando a própria composição de seus corpos físicos. Esta nova era de inclinamento perpétuo do pescoço está causando problemas com a postura. Também está fazendo com que muitos sejam dependentes de quiropraxistas para a região cervical e ajustes espinhais.

O melhor para a sua saúde você encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais

Pesquisadores australianos descobriram um aumento nos crescimentos ósseos nas radiografias da geração do milênio

David Shahar, um cientista de saúde da University of the Sunshine Coast, na Austrália, publicou um estudo documentando um aumento na protuberância occipital externa. Este fenômeno pode ser descrito como um nódulo na parte de trás da cabeça. David Shahar encontrou um aumento de massa óssea em pessoas de 18 a 30 anos, sugerindo que essa intrusão espinhal pode ser o resultado do uso excessivo de smartphones. O constante inclinamento para frente do pescoço está fazendo com que o corpo desenvolva novas camadas ósseas na parte de trás do crânio.

O fenômeno já foi considerado raro, mas Shahar e colegas pesquisadores notaram um aumento nos crânios em radiografias da geração do milênio feitas em sua clínica. Dos duzentos e dezoito radiografias feitas em sua clínica, a protuberância occipital externa foi detectada em 41% dos pacientes! O fenômeno foi mais comum em homens; 67 por cento das massas ósseas foram em pacientes do sexo masculino. Essas massas ósseas também eram mais compridas nos pacientes do sexo masculino. A mais longa foi medida em 35,7 mm. A maior massa óssea para as mulheres foi de 25,5 mm. Aproximadamente 10 por cento de todos os pacientes no estudo tinham uma formação medindo pelo menos 20 mm de comprimento.

O nome anatômico das camadas ósseas extras é chamado de entesófitos. Este tipo de projeção óssea se estende de tendões ou ligamentos. Shahar acredita que esses entesófitos estão surgindo porque a geração mais nova da geração do milênio está constantemente usando tecnologias de mão desde a infância até a adolescência e a idade adulta. Como o pescoço deve agora trabalhar horas extras para estabilizar a cabeça enquanto ela está fixada na posição inferior, mais ossos são necessários na parte de trás do crânio para sustentar a cabeça com o passar do tempo. O corpo está se adaptando e criando uma “ligação” extra para estabilizar a cabeça e prevenir a degeneração do pescoço e da coluna.

Leia mais:

Luz Azul: Olhar Constantemente para uma Tela é Ruim para os Olhos, Pele, Sono e Saúde

Estudo Sugere uma Ligação Direta entre Tempo de Tela e TDAH em Adolescentes

Fontes:
– Natural News: CLAIM: Smart phone use begins to physically alter living human beings, growing bone spurs on the back of their skulls
– Wiley Online Library: A morphological adaptation? The prevalence of enlarged external occipital protuberance in young adults
– Zero Hedge: A Morphological Adaptation?: Smartphones Now Transforming The Human Skeleton

1 Comment

  • Sandra disse:

    Nada conseguirá impedir de continuarmos deslumbrados e escravizados à telinha nem mesmo comprovações cientificas idôneas de que esse é um comportamento anti natural porque dissociado da realidade do mundo verdadeiro que nos cerca. Bebês estão sendo embalados apenas com uma das mãos porque suas mamães seguram o celular na outra e a cantiga de ninar pode ser interrompida a qualquer momento se houver uma chamada, importante ou nem tanto. Durante a sua consulta médica o médico poderá lhe pedir licença para atender o famigerado sinal sonoro, isso é comum, e quando voltar-se para você, pode não achar o fio da meada e você vai precisar ser paciente, repetindo os sintomas que já esqueceu também.Literalmente TUDO está em segundo plano, até mesmo a vida, porque pessoas estão morrendo de cabeça baixa porque atravessaram a rua sem olhar para os dois lados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site