Notícias Naturais

As abelhas já foram declaradas os seres vivos mais importantes do planeta e pesquisas apontam que elas podem estar viciadas em agrotóxicos. A França é o primeiro país a tomar uma atitude real para a preservação da espécie, ao banir todos os cinco pesticidas ligados à morte destes animais, cuja extinção pode acabar com a humanidade.

Tudo começou quando a União Europeia votou pela proibição dos três principais responsáveis pela extinção destes insetos, os agrotóxicos conhecidos como clotianidina, imidacloprida e tiametoxam. Ao se adequar à medida, o governo francês decidiu banir mais dois pesticidas que têm contribuído para a diminuição na população de abelhas, o tiaclopride e a acetamiprida.

Festa na colmeia: França proíbe uso de agrotóxicos associados à morte das abelhas

Os venenos em questão são da família dos neonicotinoides e possuem uma estrutura similar à da nicotina. Eles funcionam atacando o sistema nervoso central dos insetos – entre eles, as abelhas. Estudos citados pelo jornal britânico The Telegraph indicam que os neonicotinoides podem confundir habilidades de memória e direção das abelhas, além de reduzir a sua contagem de espermatozoides.

Como os Pesticidas de Combate ao Zika Estão Acelerando o Colapso das Abelhas

Por que a extinção das abelhas pode acabar com a humanidade?

Há alguns anos ouvimos falar que o número de abelhas pelo mundo tem diminuído consideravelmente. Algumas delas já fazem parte de listas de espécies ameaçadas de extinção, por causa de diferentes fatores, provocados ou não por ação humana. Por que isso seria tão prejudicial às nossas vidas?

Como você deve saber, as abelhas são um agente polinizador, que ajudam diversas plantas a se reproduzir. E são a espécie mais importante para esse aspecto fundamental do equilíbrio da vida na Terra. Elas polinizam mais de 70 das 100 plantas que servem de alimento para nós, impactando 90% da produção de comida do planeta.

Outros animais, como pássaros, morcegos e borboletas, até espalham o pólen por aí, mas é mais por acaso, já que o material gruda neles quando se aproximam para sugar o néctar. As abelhas precisam do pólen para alimentar suas larvas, então estão sempre em busca do material, e acabam espalhando-o por aí.

Se as abelhas realmente forem extintas, a produção de alimentos vai enfrentar dificuldades drásticas. Maçãs, cenouras, berinjela, alho, cebola, manga e melão são alguns dos vegetais que provavelmente chegariam perto de desaparecer.

Os humanos não seriam os únicos afetados. Diversos animais também dependem de vegetais para se alimentar, e a escassez comprometeria toda a cadeia alimentar. Animais herbívoros poderiam morrer por falta de comida, afetando também os animais carnívoros.

A oferta de carnes e laticínios também seria rigorosamente afetada, já que os animais teriam menos acesso aos alimentos. Os preços da comida em geral tenderiam a subir, dificultando o acesso, e uma crise econômica no setor da produção de alimentos seria difícil de contornar.

A extinção das abelhas também prejudicaria o acesso a vestimentas, já que o algodão depende delas para se reproduzir. As roupas ficariam mais caras, e depender de tecidos sintéticos não seria uma boa ideia, especialmente para quem mora em regiões tropicais.

Entre os fatores apontados para a diminuição do número de abelhas estão o aumento exponencial do uso de pesticidas, mudanças climáticas e uma espécie de parasitas que mata abelhas jovens e adultas. Especialistas de vários países tem discutido maneiras de contornar o problema antes que seja tarde demais.

Leia mais:

37 Milhões de Abelhas Morrem após o Plantio de Milho Transgênico no Canadá

Pesquisadores Afirmam que Assim que as Abelhas se Extinguirem, a Humanidade Será a Próxima

Fontes:
Blog Anti Nova Ordem Mundial: França é Primeiro País a Banir Todos os Cinco Pesticidas Ligados à Morte de Abelhas
Hypeness: França é primeiro país a banir todos os cinco pesticidas ligados à morte de abelhas
– Hypeness: Abelhas são declaradas os seres vivos mais importantes do mundo
– Hypeness: Abelhas estão viciadas em pesticida feito de nicotina
The Telegraph: France becomes first country in Europe to ban all five pesticides killing bees

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site