Notícias Naturais
Receitas para Secar em 30 dias

Assim como nós alertamos que aconteceria, os gigantes da tecnologia agora estão se movendo agressivamente para banir todo discurso que contradiz qualquer posição “oficial” que é decidida como “a verdade” pelo establishment corrupto. Esta semana, o Facebook anunciou que bloquearia todo o conteúdo do Facebook que questiona o dogma oficial das vacinas, que falsamente insiste que as vacinas nunca prejudicaram ninguém (uma mentira hilariante), que as vacinas contêm apenas ingredientes seguros (uma fraude) e que as vacinas sempre funcionam em todos (outra mentira risível).

O Facebook está conseguindo isso rotulando as informações de conscientização sobre as vacinas como “desinformação” ou “hoax”. No topo da lista está a afirmação de que as vacinas estão ligadas ao autismoalgo que mesmo o próprio cientista do CDC revela ser verdadeiro, mas a indústria da vacina alega que é tudo uma farsa (a fim de cobrir os crimes de violência médica contra crianças que estão sendo cometidos pelos traficantes de vacinas).

Notavelmente, os gigantes da tecnologia estão agora banindo informações verdadeiras sobre as vacinas rotulando-as de “desinformação” exatamente da mesma maneira que proíbem conteúdo conservador rotulando-o como “discurso do ódio”. Eles simplesmente inventam uma falsa categoria para justificar a proibição, ao mesmo tempo em que esmagam a liberdade de expressão de usuários (e, finalmente, fazendo com que a vacina prejudique milhões de crianças inocentes). Sob esse sistema distorcido de policiamento de fala, eles podem proibir qualquer conteúdo que não gostem simplesmente rotulando-o de “falso” ou “odioso”, mesmo que seja verdadeiro e importante.

Não gosta de infanticídio e do assassinato de bebês humanos depois que eles nascem? Isso é “discurso de ódio contra as mulheres”, o Facebook irá declarar em breve. E você será banido de falar sobre o aborto.

Preocupado com o flúor e como ele prejudica o desenvolvimento de cérebros e diminui o QI das crianças? Isso será rotulado como “hoax” pelo Facebook, mesmo que seja cientificamente comprovado através de múltiplos estudos como verdadeiro.

O truque da censura: limitar o conteúdo a “informações autorizadas”

Monika Bickert, vice-presidente de gerenciamento de políticas globais do Facebook, disse que a rede de mídia social reduziria a distribuição de dados falsos e forneceria aos usuários informações confiáveis ​​sobre as vacinas”, informa a AFP, via Breitbart.

É claro que “informação autorizada” significa qualquer propaganda que o estado profundo da vacina esteja pressionando no momento. A indústria das vacinas está mergulhada em conflitos de interesse e em uma longa história de reprimir cientistas e denunciantes que tentam alertar o público sobre os efeitos tóxicos de ingredientes de vacinas como o Thimerosal (contendo mercúrio), adjuvantes de alumínio, glutamato monossódico, formaldeído e outras neurotoxinas que foram abertamente admitidos pelo CDC como ingredientes utilizados em vacinas administradas a crianças.

Recentemente, a Associação de Médicos e Cirurgiões Americanos denunciou as vacinas obrigatórias, citando que “nenhum estudo de segurança rigoros é feito” e alertando sobre a corrupção da ciência no setor de vacinas. Sua declaração inclui o seguinte:

* Os fabricantes são praticamente imunes à responsabilidade pelo produto, de modo que o incentivo para desenvolver produtos mais seguros é muito reduzido. Os fabricantes podem até se recusar a disponibilizar um produto que se acredita ser mais seguro, como a vacina monovalente contra o sarampo, em vez da vacina tríplice viral (sarampo-caxumba-rubéola). A recusa do consumidor é o único incentivo de conseguir melhorias.
* Existem enormes conflitos de interesse envolvendo relacionamentos lucrativos com fornecedores de vacinas.
* Pesquisas sobre possíveis efeitos adversos da vacina estão sendo anuladas, assim como a divergência dos profissionais.
* As vacinas não são 100% seguras nem 100% eficazes. Nem são os únicos meios disponíveis para controlar a propagação da doença.

No entanto, o Facebook, sob pressão do radical e enlouquecido democrata Adam Schiff, agora está sendo intimidado a proibir conversas sobre as vacinas, a fim de apaziguar a indústria de vacinas e encobrir seus crimes.

Este é apenas o começo: o Facebook proibirá em breve as opiniões humanas sobre o câncer, transgênicos, pesticidas, flúor, aborto e política

O quadro maior em tudo isso vai muito além da questão das vacinas, é claro. Com essa decisão, o Facebook agora está sinalizando que vai banir todas as conversas ou conteúdo que contradiz “posições oficiais” sobre qualquer assunto. Esses tópicos serão rapidamente expandidos para incluir os transgênicos, tratamentos contra o câncer, fluoretação da água, política, eleições, abortos, pesticidas e nutrição.

Não é difícil imaginar o Facebook banindo todas as conversas sobre nutrição, citando a absurda posição da FDA de que não existe um nutriente que possa prevenir, curar ou tratar qualquer doença ou problema de saúde. Essa é a posição real “autoritária” da FDA, então pela mesma lógica que o Facebook aplicou ao debate sobre a vacina, eles poderiam simplesmente banir todos os posts sobre vitamina D, resveratrol, astaxantina ou qualquer outro suplemento.

Imagine ser banido do Facebook por dizer que a vitamina C aumenta sua função imunológica. Isso é exatamente o que acontecerá.

Pior ainda, o Facebook poderia declarar que as “fontes autorizadas” concluíram que o presidente Trump conspirou com os russos. Qualquer opinião humana que for contrária a essa “fonte autorizada” seria banida do Facebook.

Fontes “autorizadas” são frequentemente as fontes mais corruptas e enganosas geridas pelo establishment farmacêutico globalista

O problema com o Facebook baseando-se nas chamadas “fontes autorizadas” para a censura é que tais fontes quase sempre representam o ponto de vista corrupto globalista, pró-farmacêutico, pró-establishment que está mergulhado em fraudes e falsidades. As vacinas, por exemplo, são tão perigosas que o governo dos EUA já pagou cerca de 4 bilhões de dólares em compensações para as famílias de crianças vacinadas, mas qualquer menção às estatísticas do governo publicadas abertamente pelo HHS ser falsamente rotulado de “hoax” pelo Facebook, já que a indústria das vacinas insiste falsamente que as vacinas nunca prejudicaram ninguém.

Assim, a verdade se torna uma “farsa”, mas a mentira se torna a “verdade oficial”. O Facebook se torna o Ministério da Verdade (ou, mais precisamente, o Ministério das Mentiras), e todas as vozes da verdade e razão são silenciadas em nome de proteger os corruptos., indústrias prejudiciais que sacrificam crianças por lucro.

Isso é o que todos têm agora, e é por isso que as pessoas estão deixando o Facebook em grande número.

Em pouco tempo, o Facebook nem mesmo permitirá nenhuma opinião humana, e o site de “mídia social” será nada mais que robôs de IA lançando propaganda oficial que atenda à definição de informação “autoritária” do establishment globalista.

Leia mais:

Associação Americana de Médicos e Cirurgiões: “As Vacinas não são 100% Seguras, nem 100% Eficazes”

O Colapso da Ciência das Vacinas Está bem Encaminhado, Mas as Pessoas não Conhecem o Verdadeiro Problema

Fontes:
Blog Anti Nova Ordem Mundial: [Censura] Facebook Proíbe Todo o Conteúdo sobre a Conscientização das Vacinas
– Natural News: Facebook bans all content on vaccine awareness, including facts about vaccine ingredients, vaccine injury and vaccine industry collusion

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site