Notícias Naturais
Receitas para Secar em 30 dias

Pela segunda vez em um ano, um júri decidiu que o popular herbicida Roundup, responsável pelo glifosato, causou o câncer de um homem. A vitória pode inspirar uma enxurrada de ações semelhantes, além dos milhares que a fabricante do Roundup, Monsanto, já está enfrentando, e a nova dona da empresa, a Bayer, pode acabar indo à falência.

Na quarta-feira, o preço da ação da Bayer caiu mais de 13 por cento após a decisão unânime. Os investidores aparentemente ficaram assustados quando um júri de um tribunal federal de São Francisco concluiu que o Roundup era um “fator substancial no desenvolvimento do câncer de Edwin Hardeman.

De acordo com seus advogados, o senhor de 70 anos desenvolveu um linfoma não-Hodgkin como resultado do uso do Roundup regularmente ao longo de 26 anos para combater ervas daninhas, e hera venenosa em sua propriedade.

A próxima fase está em andamento e determinará se a Bayer é responsável pela doença do jardineiro e, em caso afirmativo, quanto dinheiro terá de pagar. Os advogados de Hardeman argumentam que a Monsanto sabia ou deveria saber que o produto pode causar câncer, e pedirão ao júri que a empresa pague suas despesas médicas e danos.

Uma advogada de Hardeman, Jennifer Moore, disse: “Nós nos sentimos confiantes com base na evidência de que um júri, quando apresentado com todas as evidências, verá que a Monsanto cometeu 40 anos de má conduta corporativa”.

Documentos sugerem que a Monsanto conhecia os perigos, em conluio com reguladores

Os e-mails internos entre os reguladores federais e a Monsanto que foram divulgados publicamente como parte do litígio sugerem que a empresa criou sua própria pesquisa sobre o glifosato e depois creditou isso aos acadêmicos. Também mostrou como um funcionário sênior da EPA tentou suprimir um estudo federal sobre o glifosato planejado pelo Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA.

Os advogados de Hardeman disseram que a Monsanto se aproveitou de relacionamentos “confortáveis” com reguladores como a EPA, que não exigiu que o assassino de ervas daninhas apresentasse um aviso de risco de câncer.

Em agosto, os jurados de um tribunal estadual da Califórnia concederam 289 milhões de dólares ao jardineiro da escola depois que ele desenvolveu um linfoma não-Hodgkin terminal. Embora a indenização tenha sido posteriormente reduzida, a culpabilidade da empresa se mantém; o juiz determinou que a Monsanto reteve intencionalmente informações sobre os perigos de seus herbicidas Ranger Pro e Roundup e não informou aos clientes que eles poderiam causar câncer.

A Monsanto e a Bayer estão enfrentando mais de 9 mil processos de natureza semelhante em todo o país, e esse número pode aumentar à medida que mais pessoas são diagnosticadas com doenças relacionadas à exposição à substância, a qual foi rotulada pela International Agency for Research on Cancer (IARC) da Organização Mundial de Saúde como “ provavelmente carcinogênica para humanos”. Alguns países já proibiram o uso do produto, enquanto outros planejam eliminá-lo.

Dada a controvérsia em torno do produto potencialmente cancerígeno, você pode se perguntar por que a Bayer estava tão ansiosa para adquirir a Monsanto, pagando 63 bilhões de dólares pela empresa no ano passado. Além de seu desejo de controlar suas sementes de culturas transgênicas, a Bayer estava muito interessada na análise de dados da Climate Corp da Monsanto, que acredita ser o futuro da agricultura.

Analistas acreditam que o custo total de indenizações nesses casos pode chegar facilmente a 10 bilhões de dólares. A queda das ações na quarta-feira marcou sua maior perda intradiária em 16 anos e cortou 9,1 bilhões de dólares de sua avaliação. Além disso, se suas ações continuarem a cair, a Bayer pode se tornar um alvo para ativistas ou até mesmo uma aquisição. Um investidor ativista, Elliott, já detém uma pequena participação na Bayer.

É um pouco encorajador ver as empresas responsáveis ​​por ferir as pessoas em sua busca de lucros sendo finalmente responsabilizadas nos tribunais e sentindo uma dor financeira, mas não fará muito para recuperar a vida de milhares de pessoas que agora estão enfrentando o câncer simplesmente porque eles usaram um produto contendo glifosato que eles tinham assegurado ser seguro.

Leia mais:

Bayer Cortará 12.000 Empregos, Enquanto a Empresa Enfrenta 10.000 Ações Judiciais por Causa do Glifosato

Alimentos: O que Comer para Superar Diferentes Tipos de Câncer

Fontes:
Blog Anti Nova Ordem Mundial: Ações da Bayer Caem após Glifosato ser Ligado ao Câncer
– Natural News: Monsanto / Bayer hit with another jury decision that confirms Roundup (glyphosate) caused man’s cancer… 9,000 more lawsuits are pending, could bankrupt Bayer
– PHYS: Five things to know about Bayer and Monsanto
– Reuters: Bayer shares slide after latest Roundup cancer ruling

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site