Notícias Naturais

Mais e mais pessoas estão ouvindo sobre os maravilhosos benefícios que a cúrcuma (Curcuma longa) tem. Ela é aclamada como um dos melhores superalimentos do mundo, e isso se deve principalmente ao seu ingrediente ativo, a curcumina. Este pigmento dourado possui uma vasta coleção de atividades biológicas que vão desde a regulação dos níveis de açúcar no sangue até a redução das respostas imunológicas causadas por substâncias inofensivas. Embora a curcumina já seja muito boa por si só, não há mal em tentar torná-la ainda melhor do que já é. Isto é o que pesquisadores do Egito e da Arábia Saudita estavam tentando alcançar quando sintetizaram vários compostos heterocíclicos da curcumina.

A curcumina tem grande potencial farmacológico, pois já possui as propriedades benéficas
necessárias para curar doenças como a diabetes e alergias. Tudo o que resta fazer agora é garantir que os humanos obtenham o máximo disso. As pessoas geralmente ingerem a curcumina através de meios orais, como comer alimentos feitos com cúrcuma e tomar suplementos. No entanto, os benefícios que são adquiridos através destes métodos são apenas uma fração do potencial total do composto. Para poder desfrutar de tudo o que a curcumina tem para oferecer, é importante superar as deficiências que tem quando se trata de absorção. Estas incluem fraca solubilidade e absorção de água, bem como degradação rápida. Uma das maneiras pelas quais esses problemas podem ser resolvidos é derivando análogos de curcumina que ainda mantêm suas atividades biológicas.

Derivados heterocíclicos da curcumina

Compostos heterocíclicos, tais como pirimidinas, piranonas e cicloexanonas, mostraram-se muito promissores na transferência de medicamentos. Além disso, esses compostos também possuem atividades biológicas. Estes incluem a morte de fungos e bactérias, impedindo o crescimento do tumor e diminuindo a pressão arterial. Os autores do estudo acreditavam que a conversão da curcumina em derivados heterocíclicos melhoraria suas atividades farmacológicas.

Neste estudo, publicado no Biological and Pharmaceutical Bulletin, os pesquisadores sintetizaram diferentes compostos heterocíclicos da curcumina e determinaram seu uso potencial no tratamento de diabetes e alergias, atividades observadas na cúrcuma. Eles avaliaram o potencial antidiabético com base na capacidade de inibir a enzima alfa-amilase, que decompõe os açúcares complexos em suas formas mais simples, como a glicose, em camundongos com diabetes induzido por estreptozocina. Os resultados mostraram que os compostos heterocíclicos reduziram significativamente a atividade enzimática, diminuindo efetivamente os níveis de açúcar no sangue.

Para determinar o potencial antialérgico, os pesquisadores basearam-se na inibição da produção de histamina em culturas de células humanas. Ao fazer o experimento, eles observaram que a quantidade de histamina foi significativamente reduzida.

No geral, os resultados do experimento provaram que os compostos heterocíclicos sintetizados a partir da curcumina inibiram com sucesso a atividade da alfa-amilase e a produção de anti-histamínicos. Destes, pode ser determinado que os compostos derivados têm aplicações potenciais no tratamento de diabetes e alergias.

Outros benefícios da curcumina para a saúde 

Embora não tenham sido observados neste estudo, a curcumina possui muitas outras atividades biológicas que também poderiam ter sido melhoradas nos derivados heterocíclicos. Alguns desses benefícios para a saúde incluem os seguintes:

* Alívio a dor – A curcumina reduz a produção de produtos químicos pró-inflamatórios como a prostaglandina, resultando em redução da dor e da inflamação. Esta propriedade analgésica da cúrcuma demonstrou ser especialmente benéfica para queimaduras, tensão pós-cirúrgica e dor neuropática.
* Evita danos ao DNA – Devido à sua propriedade antioxidante, a curcumina protege eficazmente o DNA de até 80% dos danos potenciais. Isso reduz significativamente o risco de câncer e outras doenças associadas a mutações.
* Promove uma boa digestão – Um dos usos tradicionais conhecidos da cúrcuma é uma ajuda digestiva. Isso pode ser atribuído às suas atividades anti-inflamatórias e antioxidantes que previnem infecções bacterianas no intestino. Além disso, a cúrcuma também reduz o inchaço.
* Melhorar a depressão – De acordo com um estudo indiano, a capacidade da cúrcuma em melhorar os sintomas da depressão é comparável à do antidepressivo Prozac. Protege o cérebro de inflamações, estresse oxidativo e toxinas prejudiciais que podem danificá-lo.

Leia mais:

Evidências Sugerem que a Curcumina e a Cúrcuma Podem Tratar Distúrbios Psiquiátricos

[Estudo] Cúrcuma é uma Alternativa para o Tratamento da Diabetes Tipo 2

Fontes:
– Natural News: Curcumin is a powerful natural compound that shows potential for treating diabetes
– Science News: The medicinal uses of curcumin in treating diabetes
– Biological and Pharmaceutical Bulletin: Conversion of Curcumin into Heterocyclic Compounds as Potent Anti-diabetic and Anti-histamine Agents
– NCBI: Heterocyclic Curcumin Derivatives of Pharmacological Interest: Recent Progress.
– Salimetrics: SALIVARY ALPHA-AMYLASE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site