Notícias Naturais

Pesquisadores da Tabriz University of Medical Sciences, no Irã, sugerem que a levedura Pichia kudriavzevii AS-12 tem potencial atividade anti-câncer. Eles publicaram seus resultados na revista Nutrition Research.

* Os pesquisadores trabalharam sob o paradigma de que a microbiota intestinal desempenha um papel importante no desenvolvimento do câncer.
* No estudo, eles proferiram que os metabólitos das secreções de levedura P. kudriavzevii contêm atividade anticancerígena em células cancerígenas colorretais humanas, inibindo seu crescimento e induzindo a apoptose.
* Para determinar esta atividade biológica e seus mecanismos subjacentes, eles realizaram testes in vitro em P. kudriavzevii. A citotoxicidade foi avaliada utilizando ensaio de brometo 3-(4,5-dimetiltiazol-2-il)-2,5-difeniltetrazol; dicloridrato de 4 ‘, 6-diamidina-2’-fenilindole; e testes de citometria de fluxo FACS.
* Os metabólitos da secreção de AS-12 também foram testados utilizando o método da reação em cadeia da polimerase em tempo real para determinar seus efeitos no nível de expressão de seis genes importantes, a saber: BAD, bcl-2, Caspase-3, Caspase-8, Caspase- 9 e Fas-R.
* Os resultados revelaram que os metabólitos da secreção de AS-12 da P. kudriavzevii apresentam citotoxicidade notável nas células HT-29 e Caco-2 (57,5 e 32,5%, respectivamente), comparados às células normais KDR / 293 (25%).
* Os efeitos citotóxicos apresentados pelo sobrenadante de levedura nas células HT-29 foram compareis com o controle positivo de 5-fluorouracilo (57,5 versus 62,2 por cento, respectivamente). Além disso, os resultados do ensaio de citometria de fluxo revelaram que o principal mecanismo por trás do efeito anticancerígeno da P. kudriavzevii é a indução de apoptose.
* A partir dos resultados da reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa, os níveis de expressão de genes pró-apoptóticos (BAD, Caspase-3, Caspase-8, Caspase-9 e Fas-R) em células tratadas HT-29 e células Caco-2 foram maior, em comparação com células não tratadas e controle.

Em suma, os metabolitos de secreção da P. kudriavzevii exibiram efeitos anticancerígenos nas células de câncer do cólon.

Referência:

Saber A, Alipour B, Faghfoori Z, Jam AM, Khosroushahi AY. SECRETION METABOLITES OF PROBIOTIC YEAST, PICHIA KUDRIAVZEVII AS-12, INDUCES APOPTOSIS PATHWAYS IN HUMAN COLORECTAL CANCER CELL LINES. Nutrition Research. 2017;41:36–46. DOI: 10.1016/j.nutres.2017.04.001

Leia mais:

Pesquisadores Revelam Como a Cúrcuma Mata as Células do Câncer de Cólon

[Estudo] Comer Nozes Aumenta a Sobrevida em Pacientes com Câncer de Cólon

Fontes:
– Natural News: Probiotic yeast induces apoptosis in colon cancer cells
– Nutrition Research: Secretion metabolites of probiotic yeast, Pichia kudriavzevii AS-12, induces apoptosis pathways in human colorectal cancer cell lines

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site