Notícias Naturais

Há todos os tipos de dietas, modismos de saúde, suplementos e “regimes” que você pode se aventurar, procurando por resultados surpreendentes que poderiam vir a ser uma miragem no deserto. Existem médicos, nutricionistas, herboristas, “foodies” do YouTube e viajantes do mundo com histórias prolíficas de transformações na saúde e “revelações” nutricionais. Mas onde está o conselho prático, utilizável, conversível e, acima de tudo, tolerável? Talvez tudo se refira ao velho ditado “aqui se faz, aqui se paga”.

Já cheirou o frango que você jogou em sua lixeira há alguns dias? Ele fede. Você está comendo comida lixo que cheira muito mal quando você faz o número 2, e quantas vezes você tem que se “limpar” com papel higiênico depois de evacuar (pense em glúten convencional e carcaça de animais apodrecendo aqui)?

Perguntas afiadas precisam de respostas dignas, com certeza. Para começar, você precisa aprender a “ler os sinais” que são os sintomas das crises de saúde que estão por vir, se você não mudar seus hábitos agora. Você continua a comer alimentos ruins que são destruidores da saúde disfarçados?

Glúten provoca constipação crônica, enquanto produtos de origem animal e subprodutos animais apodrecem dentro do trato digestivo e cólon

Qualquer coisa que você coma que não saia completamente do seu corpo dentro de 24 horas se transforma em veneno. Seus órgãos de limpeza precisam trabalhar muito duro antes de mostrar sintomas de estresse crônico. Depois disso, se você não mudar o que come, os verdadeiros problemas de saúde afloram, às vezes levando à morte prematura. O que um feliz consumidor pode fazer? Primeiro, e mais importante, corte o glúten completamente, se puder. Em seguida, elimine de sua vida o óleo de canola (ele coagula em seu corpo).

Leia também:

O glúten convencional é carregado com condicionadores químicos para maciez, e assassinos de insetos e ervas daninhas para “rendimento” e mais processamento nos silos. Os condicionadores fazem com que o glúten pegajoso permaneça em seu trato digestivo por dias, semanas, meses e até anos. Você consegue pensar em pólipo canceroso enquanto morde o pão do Subway ou um bagel? (Relacionado: 10 Sinais de Intolerância ao Glúten que a Maioria das Pessoas Ignora)

Depois, há os animais. Claro, a carne pode ser feita para ter um gosto incrível, com todos os molhos e queijo derretido; no entanto, estes são os alimentos que cheiram muito forte quando você finalmente termina de empurrá-los para fora do seu sistema. Isso é a gordura trans e nitratos lentamente se transformando em câncer de cólon, o maior “assassino em série” nos EUA.

Estes são alimentos que causam digestão extra, (e estes são os animais que já sofrem em operações de alimentação de animais confinados, comendo transgênicos (OGM), sendo maltratados, drogados com antibióticos), são processados ​​com produtos químicos como alvejantes e amônia, então tingidos para parecer natural de novo.

E assim continua a história, até que os consumidores de carne e laticínios sejam diagnosticados com câncer, doenças cardíacas, diabetes e demência. Os consumidores perplexos questionam em algum momento: “Por que eu?” O que eu poderia fazer de diferente? A resposta é tão simples quanto comer alimentos crus, orgânicos, integrais e à base de plantas – o estilo de vida que cura o cocô fedido e o incessante problema de limpeza no banheiro, além de prevenir todas essas doenças evitáveis. Você está deixando o banheiro fedorento por meia hora? Fique atento aos sinais de alerta.

Vegetais crus e orgânicos podem curar muitas doenças e distúrbios, incluindo constipação e inflamação crônica

Seu cocô cheira mal, quase toda vez que você vai ao banheiro? Quantas vezes você tem que usar o papel higiênico para limpar completamente lá embaixo? Soa pessoal, não? Sua saúde e sobrevivência são bastante pessoais. Seus cocô realmente não devem cheirar tão “mal” e você não precisará limpar meia dúzia de vezes para “resolver o assunto”. Fique atento aos sinais.

Claro, é natural ter um movimento intestinal fedorento ocasionalmente, mas se estiver acontecendo com frequência, é um sinal de que você deve alterar sua ingestão diária ou sofrer as conseqüências. Por exemplo, vegetais que contenham enxofre, como repolho, couve e couve de Bruxelas, podem causar alguns odores perceptíveis, mas nunca temam, se forem orgânicos, eles estão ajudando. Por outro lado, os antibióticos farmacêuticos acabam com suas boas bactérias intestinais e causam cocô fedido também, então evite-os se puder.

Se a sua bactéria do intestino está fora de sintonia (deve ser cerca de 85% boas bactérias e 15% ruim), em seguida, fazer com que o banheiro fique malcheiroso é provavelmente comum para você. Você pode precisar de alguns probióticos orgânicos e alimentos fermentados. Vitaminas exageradas também podem tornar esse mau cheiro menor ou maior. Por fim, se o cocô é esverdeado ou arroxeado, geralmente é um sinal de que você comeu corantes artificiais feitos de produtos químicos industriais que causam câncer e demência, portanto corte-os para sempre.

Leia mais:

Você Nunca Mais vai ir ao Banheiro da Mesma Forma Depois de ler Isto!

Estudo: Diversidade de Bactérias nas Fezes Ligada a Gordura Corporal

Fontes:
Natural News: If your poop stinks to “high heaven” and you have to wipe incessantly, you’re eating wrong
– Natural News: Is GMO corn the #1 cause of the Cancer Apocalypse?
– Alternative Daily: What The Smell Of Your Poop Is Trying To Tell You
– Natural News: A Real Killer: Trans Fat Causes Colon Cancer
– Food Science: Food preservatives and chemical additives found to promote obesity… is this why America is so overweight?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site