Notícias Naturais

Você tem obturações de amálgama (à base de mercúrio) em sua boca? Se assim for, a radiação liberada de seu telefone celular, medidor inteligente, roteador wi-fi e praticamente qualquer outra fonte de poluição eletromagnética pode estar liberando ainda mais mercúrio do que o normal em seu corpo.

Uma nova pesquisa revelou que as frequências eletromagnéticas (EMF), que saturam nosso mundo moderno, interagem diretamente com as obturações de amálgama e fazem com que seu teor de mercúrio se solte. Este mercúrio é então absorvido pelos tecidos corporais e pela corrente sanguínea, onde tem o potencial de causar neurotoxicidade sistêmica.

Outras pesquisas já confirmaram que o vapor de mercúrio é continuamente liberado por restaurações de amálgama, e até 80% desse vapor é imediatamente absorvido pelos pulmões, onde entra imediatamente na corrente sanguínea. Uma vez no sangue de uma pessoa, esse mercúrio tem a capacidade de entrar nas células quase instantaneamente.

Segundo o Dr. Russell Blaylock, os sistemas do corpo que mais sofrem com a exposição ao mercúrio incluem os sistemas nervoso, imunológico e cardiovascular. A toxicidade do mercúrio também está associada ao Alzheimer e outras formas de demência e neurodegeneração.

Obturações de amálgama produzem suas próprias correntes elétricas que interagem com as EMFs

Acontece que as obturações de amálgama são carregadas eletricamente e essas correntes estimulam a liberação de vapor de mercúrio. Conhecido como galvanismo, este processo pode realmente ser medido clinicamente em termos de micro amplificadores, com algumas medições mostrando lançamentos de corrente elétrica de mais de cinco micro amplificadores.

Estudos clínicos sobre o galvanismo determinaram que correntes acima de cinco micro-ampères podem causar dor de cabeça, enxaqueca, tontura e náusea – sintomas que são exacerbados quando o galvanismo aumenta devido à exposição a EMF.

Um estudo clínico descobriu que as diferenças no potencial elétrico das EMFs em excesso de 50 milivolts podem não apenas desencadear um galvanismo mais extremo, mas também leucoplasia, líquen plano e várias reações tóxicas e alérgicas às restaurações.

Estudos em humanos revelaram que a exposição crônica a EMFs, incluindo micro-ondas e ressonância magnética, está associada a níveis mais altos de mercúrio, tanto no sangue como nos dejetos humanos. Um estudo de 2008 descobriu que, imediatamente após uma ressonância magnética, os níveis salivares de mercúrio de uma pessoa são, em média, 31% mais altos do que antes da varredura.

A exposição a EMF também está associada a perturbações na homeostase do cálcio, que acredita-se ser um fator nas deficiências de melatonina. O hormônio melatonina não é apenas necessário para os ciclos de sono adequados, mas também ajuda a proteger contra a toxicidade do mercúrio e os danos dos radicais livres.

Remova suas obturações de amálgama e fique longe de EMFs

A melhor coisa que uma pessoa pode fazer para evitar esses problemas em potencial é primeiro remover todos as suas obturações de amálgama e substituí-las por alternativas não-tóxicas. Também é uma boa ideia para todos, incluir aquelas sem mercúrio em suas bocas, ficar longe de EMFs sempre que possível, a fim de minimizar o risco de dano celular e toxicidade química.

Lloyd Burrell do site Natural Health 365 recomenda minimizar o uso de telefones celulares; evitando a exposição a roteadores wi-fi sempre que possível (inclusive desligando-os à noite); colocando o laptop em uma mesa e não no colo; e movendo sua cama pelo menos seis centímetros de distância da parede, que é onde toda a fiação está localizada.

Leia mais:

Descubra a Verdade Escondida sobre Suas Obturações

A Ciência é Clara: O Wi-Fi Aumenta Nosso Risco de Câncer no Cérebro

Fontes:
Blog Anti Nova Ordem Mundial: Ligação Mortal: Radiação do Telefone Celular e Obturações Podem Estar Prejudicando a sua Saúde
– Natural News: Deadly link: Cell phone radiation and dental amalgams may be damaging your health
– Natural Health 365: Study says: Cell phone radiation and mercury in your teeth cause significant health problems
– Natural News: EMF exposure is causing insomnia, depression, anxiety, illness and memory loss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe