Notícias Naturais

Um estudo descobriu que compostos específicos encontrados no chocolate amargo (particularmente o seu teor de cacau) podem ajudar a combater a diabetes. Esses compostos, conhecidos como monômeros de epicatequina, podem ajudar o organismo a liberar mais insulina e responder melhor ao aumento da glicose no sangue. O corpo precisa do hormônio insulina para controlar a glicose, que é o açúcar presente no sangue, que vai além dos níveis saudáveis ​​de diabetes. O estudo, publicado no Journal of Nutritional Biochemistry, descobriu que as células beta têm melhor desempenho e se tornam mais fortes quando os monômeros de epicatequina no corpo aumentam.

O estudo foi uma colaboração entre os pesquisadores da Brigham Young University (BYU) e da Virginia Tech e foi financiado, em parte, pela Diabetes Action Research and Education Foundation e pela American Diabetes Association. Os pesquisadores da Virginia Tech primeiro realizaram o experimento alimentando ratos com o composto de cacau juntamente com uma dieta rica em gordura. Os resultados mostraram que quando o composto foi adicionado à dieta rica em gordura, reduziu o nível de obesidade nos animais. Além disso, aumentou sua capacidade de reagir ao aumento dos níveis de açúcar no sangue.

Depois disso, a equipe da BYU analisou os resultados no nível das células beta. Eles descobriram que os monômeros de epicatequina encontrados no cacau melhoraram a capacidade das células beta de liberar insulina.

 

O que acontece é que está protegendo as células, aumentando sua capacidade de lidar com o estresse oxidativo. Os monômeros de epicatequina estão tornando as mitocôndrias nas células beta mais fortes, o que produz mais ATP (fonte de energia das células), o que resulta em mais insulina sendo liberada”, explicou o autor Jeffery Tessem, professor assistente de nutrição e dietética e ciência dos alimentos da BYU.

No entanto, Tessem disse que os compostos só funcionarão se muito cacau for consumido e se for ingerido sem açúcar. Tessem e sua equipe estão trabalhando em descobrir maneiras de separar o composto do cacau, reproduzi-lo e usá-lo como uma possível cura para pacientes com diabetes.

Estes resultados vão nos ajudar a chegar mais perto de usar esses compostos mais efetivamente em alimentos ou suplementos para manter o controle normal da glicose no sangue e potencialmente atrasar ou prevenir o aparecimento da diabetes tipo 2“, disse Andrew Neilson, do Virginia Tech, co-autor do estudo.

Fatos rápidos sobre a diabetes

A diabetes é uma doença crônica que se desenvolve quando o pâncreas não produz insulina suficiente ou quando o corpo não consegue controlar eficientemente a insulina que produz. A glicose presente  no sangue, também conhecida como açúcar no sangue, é a principal fonte de energia e provém dos alimentos consumidos. De acordo com os registros da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2014, havia 422 milhões de pessoas que sofriam de diabetes, um aumento drástico em relação a 108 milhões em 2011. Além disso, aproximadamente 1,6 milhão de mortes foram diretamente causadas pela diabetes em 2015 e a OMS projeta que a doença será a sétima maior causa de morte até 2030.

Existem várias maneiras de prevenir o desenvolvimento da doença, como sugerido pela OMS. Uma dessas maneiras é alcançar e manter um peso corporal saudável. Além disso, exercitar-se regularmente é importante para prevenir a diabetes. Outra maneira é comer uma dieta saudável e abster-se de consumir muito açúcar e gorduras. Por último, a OMS recomenda que se abstenha de fumar.

Leia mais:

[Estudo] Coma Mais Chocolate Amargo para Resolver Batimentos Cardíacos Irregulares

[Estudo] Chocolate Amargo Reduz o Estresse e Melhora a Memória

Fontes:
– Natural News: Fight diabetes with dark chocolate: Compounds in cocoa found to help cells release more insulin
– BYU News: An unlikely tool to combat diabetes: chocolate, say researchers
– OMS: Diabetes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site