Notícias Naturais

Os tratamentos para a diabetes tendem a cair em uma das duas categorias: medicamentos como metformina ou hábitos de vida como exercício e uma dieta adequada. No entanto, há uma categoria que merece muita consideração, se não mais, e isso é as ervas medicinais – e a cúrcuma em particular.

Com 30,3 milhões de americanos que sofrem de diabetes em 2015, quase 10% da população está lidando agora com essa doença. A porcentagem é ainda maior entre aqueles com 65 anos ou mais, com 25,2%. Outros 84,1 milhões de americanos foram diagnosticados com pré-diabetes, o que significa que eles estão no caminho para desenvolver diabetes tipo 2 no futuro. Como uma das principais causas de morte nos países do primeiro mundo, é importante ter controle sobre a doença o mais cedo possível, e parece que a humilde especiaria de cor laranja conhecida como cúrcuma pode ser a chave.

É o polifenol ativo encontrado na cúrcuma, conhecido como curcumina, que é responsável pelos efeitos benéficos, e um corpo crescente de pesquisas mostra a abordagem multifacetada que a curcumina adota em abordar essa doença muito comum. Embora tenha demonstrado uma série de benefícios impressionantes, há um que leva o bolo: um estudo publicado no Diabetes Care, a revista da American Diabetic Association, descobriu que tomar 1.000 miligramas de curcumina por dia durante nove meses foi 100% bem-sucedido impedindo que os pré-diabéticos desenvolvam diabetes tipo 2. Enquanto isso, 16,4 por cento das pessoas no grupo placebo desenvolveram a doença que reduz a vida.

Compare isso com o popular medicamento metformina para a diabetes, que traz consigo uma série de efeitos desfavoráveis. Embora diminua o nível de açúcar no sangue, ela aumenta a morbilidade e a mortalidade. Seus efeitos colaterais mais comuns são diarreia, vômitos e mal-estar, e não é adequado para pessoas com problemas cardíacos, hepáticos ou renais. Alguns de seus efeitos colaterais mais graves incluem batimento cardíaco lento, problemas no fígado, fraqueza muscular e problemas de visão. Se a cúrcuma pode ajudar as pessoas a evitar tomar este medicamento, pode poupar inúmeras pessoas de problemas de saúde indesejados.

A curcumina ajuda a atenuar algumas das características da diabetes, como a resistência à insulina e o alto nível de açúcar no sangue. Pesquisas em animais e células apontam para dez mecanismos diferentes pelos quais a curcumina pode melhorar o diabetes tipo 2, incluindo uma redução na produção de glicogênio e glicose no fígado e melhora na função das células pancreáticas. Pesquisas clínicas com humanos, entretanto, demonstraram efeitos positivos, como diminuição da glicose, melhor utilização e oxidação de ácidos graxos, e melhor função das células beta.

A curcumina ajuda a combater a inflamação

Como a curcumina combate a inflamação, ela é adequada para tratar uma doença como a diabetes, cuja causa-raiz é a inflamação sistêmica que afeta a função da insulina. Seus efeitos sobre as doenças inflamatórias também podem ajudar a resolver problemas como câncer, artrite, doenças cardíacas, mal de Parkinson e Alzheimer, para citar apenas alguns.

Combinar cúrcuma com ômega 3 pode produzir resultados ainda mais positivos. Um estudo com mais de 2.000 participantes ao longo de 20 anos descobriu que as pessoas que ingeriram a maior quantidade de ácidos graxos ômega 3 de peixes e óleos de peixe tiveram uma redução de 33% na probabilidade de desenvolver diabetes tipo 2.

A cúrcuma pode ser quase mágica em sua capacidade de ajudar a combater e prevenir a diabetes, mas continua a ser importante aderir a um estilo de vida saudável em geral. Isso inclui comer uma dieta orgânica limpa, rica em alimentos nutritivos, fazer exercícios regulares, evitar toxinas e abordar fatores emocionais. Uma abordagem holística da diabetes é o melhor curso de ação, e a cúrcuma pode desempenhar um papel significativo nisso.

Leia mais:

[Estudo] Cúrcuma é uma Alternativa para o Tratamento da Diabetes Tipo 2

[Estudo] Cúrcuma e Ômega 3 Podem Curar a Diabetes – Mas Você Nunca Ouvirá Isso do seu Médico

 

Fontes:
– Natural News: Scientific literature supports using turmeric as an ideal drug alternative for treating and preventing Type 2 diabetes
– Green Med Info: Why All Diabetics Should Know About Turmeric
– Natural News: Turmeric and omega 3s can cure diabetes – but you’ll never hear that from your doctor
– American Diabetes Association: Statistics About Diabetes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe