Notícias Naturais

Superalimentos, por definição, são alimentos que são ricos em compostos (como fibras, antioxidantes ou ácidos graxos) que são considerados benéficos para a saúde humana. Muitos alimentos se encaixam na lista, é claro, mas nenhum é tão perfeito quanto a spirulina (Arthrospira platensis). Chamada de o “milagre do mar” e por uma boa razão: é uma rica fonte de proteína, cálcio, ferro e potássio, bem como vitaminas A, B e D. É um alimento para quem procura perder peso, graças à sua capacidade de suprimir naturalmente o apetite. Um estudo do Journal of Dietary Supplements, no entanto, levou a microalga um passo adiante. Segundo pesquisadores do Indian Institute of Advanced Research, a spirulina contém propriedades antioxidantes que podem melhorar o comportamento locomotor e a expectativa de vida de pacientes com mal de Parkinson.

O mal de Parkinson é uma doença neurodegenerativa, isto é, uma condição que afeta principalmente o cérebro. É a segunda doença neurodegenerativa mais comum após o Alzheimer, com a probabilidade de uma pessoa desenvolver a doença com o aumento da idade. A doença, em particular, tem maior probabilidade de se desenvolver em homens com mais de 60 anos, mas há casos de “início precoce”, em que uma pessoa desenvolve o Parkinson já aos 50 anos de idade.

Aqueles com mal de Parkinson apresentam os seguintes sintomas:

* Tremor nas mãos, braços, pernas, mandíbula e cabeça
* Rigidez nas extremidades inferiores e tronco
* Movimento lento
* Equilíbrio e coordenação prejudicados, o que os colocam em um risco de queda

Além disso, os pacientes que sofrem de Parkinson são propensos à depressão e outras alterações emocionais, bem como dificuldades em engolir e falar, problemas urinários, obstipação, problemas de pele e perturbações do sono. Atualmente, não há cura para o mal de Parkinson, e a maioria dos tratamentos convencionais visa aliviar os sintomas. No entanto, alguns desses medicamentos têm efeitos adversos, que podem até incluir danos às válvulas cardíacas.

Para este estudo, os pesquisadores analisaram se a spirulina pode melhorar os sintomas em moscas que foram expostas ao paraquat, um químico altamente tóxico usado como herbicida, para imitar os efeitos do mal de Parkinson in vivo. A equipe analisou seus efeitos sobre o comportamento locomotor e a vida útil das moscas após o tratamento. Com base nos resultados, a equipe descobriu que as moscas tratadas com spirulina melhoraram o comportamento locomotor e a expectativa de vida, apesar da exposição ao paraquat. Segundo os autores, isso ocorre porque a espirulina reduziu acentuadamente o estresse celular, diminuindo as expressões celulares que causam danos. Isso também levou à redução dos biomarcadores para o estresse, o que poderia ter contribuído para o aumento da expectativa de vida e do movimento.

Nossos resultados sugerem que as propriedades antioxidantes de spirulina podem ser usadas como um suplemento nutricional para melhorar o tempo de vida e o comportamento locomotor no mal de Parkinson“, concluiu a equipe em seu relatório.

Outros benefícios da spirulina

Para algo tão pequeno, a spirulina é repleta de nutrientes que envergonham outros alimentos. Uma única colher de sopa de pó de spirulina seca fornece a você:

* Proteína: 4 gramas
* Vitamina B1: 11 por cento da dose diária recomendada (DDR)
* Vitamina B2 : 15 por cento da DDR
* Vitamina B3: 4 por cento da DDR
* Cobre: 21 por cento da DDR
* Ferro: 11% da DDR

A spirulina também contém minerais essenciais como magnésio, potássio e manganês – tornando-a um dos alimentos mais densos em nutrientes do planeta.

Além disso, a ficocianina, o composto ativo da spirulina, é um potente antioxidante que pode inibir a inflamação. Aqueles que procuram controlar seus níveis de colesterol deveriam considerar a adição de spirulina em sua dieta também: estudos têm demonstrado que ela pode simultaneamente diminuir o colesterol ruim e aumentar o colesterol bom, assim como melhorar a pressão sanguínea.

Tudo isso – e mais – torna a spirulina verdadeiramente digna de ser chamada de superalimento.

Leia mais:

Estudo Afirma que a Spirulina Pode Controlar a Diabetes

Novo Estudo Descobre que a Spirulina Pode Ajudar a Tratar o Câncer de Pâncreas

Fontes:
– Natural News: Why spirulina is the best nutritional supplement for people with Parkinson’s
– Spirulina News: Spirulina may help alleviate some symptoms of Parkinson’s disease
– Merriam-Webter: superfood
– Vegconomist: Affordable Superfoods: Prolgae Spirulina
– CDC: Genetics, coffee consumption, and Parkinson’s disease
– NIH: Parkinson’s Disease
– CDC: Paraquat
– Health Line: 10 Health Benefits of Spirulina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe