Notícias Naturais

Você conhece a propaganda da gripe quando a vê? Como diz o Dr. Robert Scott Bell, do The Robert Scott Bell Show, a grande campanha de propaganda do “medo da gripe” já está a todo vapor. Na verdade, parece que a pressão para fazer as pessoas ficarem com medo e irem buscar as vacinas contra a gripe começa mais cedo a cada ano. As autoridades de saúde dos EUA revelaram recentemente que havia dois “grandes problemas de saúde” nos aeroportos dos EUA. O Channel News Asia informa que dois voos envolvendo passageiros que retornavam do Haj, que é a peregrinação muçulmana à cidade sagrada de Meca, na Arábia Saudita, faziam parte de um suposto susto na saúde.

De acordo com relatos, as autoridades enviaram uma equipe de resposta a emergências com equipamento de diagnóstico móvel para o Aeroporto Internacional John F Kennedy de Nova York. Mais de 100 passageiros a bordo de um voo da Emirates Airlines de Dubai foram vítimas de sintomas semelhantes aos da gripe. Mas quase nenhum dos “100 passageiros” envolvidos demonstrou realmente estar doente com gripe – embora não seja assim que a mídia está retratando as coisas.

A mídia promove o medo da gripe

O diretor do CDC para a divisão de Migração Global e Quarentena dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, Dr. Martin Cetron, confirmou em entrevista à Reuters que 11 pacientes foram enviados a um hospital próximo para mais testes.

Em última análise, dez pessoas foram testadas para uma série de doenças. Apenas dois testaram positivo para uma cepa de influenza A. Um dos pacientes apresentou pneumonia e foi coinfectado por uma infecção respiratória, e um terceiro apresentou resultado positivo para um vírus de resfriado.

Houve uma tremenda confusão na mídia sobre uma “epidemia” e a “gripe meca” – enquanto havia apenas dois casos de gripe confirmados. Dois casos de gripe não causam uma epidemia, mas o fomento do medo continua assim mesmo. A mídia é mais uma vez cúmplice em pressionar a agenda das vacinas.

Como observa o Dr. Robert Scott Bell, o circo da mídia de três toques produzindo manchetes de medo, a propaganda pró-vacina contra a gripe está em toda parte. Apesar da taxa de eficácia prevista de 20%, as autoridades de saúde pedem que todos sejam vacinados, como de costume. Bell afirma que a mídia está apenas tentando “assustá-lo” com a gripe. Se eles não conseguem convencer as pessoas a serem vacinadas, uma campanha de medo é a sua melhor aposta, afinal de contas.

As autoridades de saúde estão realmente sugerindo que as pessoas precisam se vacinar com a vacina contra a gripe antes do final de outubro para garantir que elas sejam “protegidas”.

Na sua realidade artificial do sistema imunológico, a única maneira de sobreviver a qualquer coisa é ter um anticorpo“, afirma Bell, observando que esse é um “entendimento imaturo” de como o sistema imunológico funciona. Anticorpos são apenas uma das muitas partes do sistema imunológico. Como Bell observa, os anticorpos não são uma proteção garantida, já que o sistema imunológico ainda pode ser deficiente em outras áreas.

Bell argumenta que a mídia está propositadamente fazendo com que as pessoas tenham medo de germes e vírus, sem nunca dizer a elas que um sistema imunológico comprometido desempenha um papel maior no início da doença do que apenas a exposição. De fato, um sistema imunológico forte e saudável é a melhor defesa contra as doenças – não que a indústria farmacêutica e seus lacaios da indústria médica jamais lhe diriam isso.

Como o Dr. Bell explica, os sintomas da doença que experimentamos são, na verdade, o seu corpo lutando contra a infecção e tentando restaurar o equilíbrio, ou a “homeostase”.

A vacina contra a gripe

De muitas maneiras, a vacina contra a gripe promove mais doenças e enfermidades do que previne.

Mike Adams, fundador do site Natural News, falou sobre a fraude por trás das vacinas contra a gripe durante anos. Em um relatório chocante no ano passado, Adams escreveu:

Minha análise atômica elementar independente das vacinas contra gripe, publicada no verão de 2014, provou que as vacinas contra gripe contêm mais de 50 ppm de mercúrio, um metal pesado extremamente tóxico ligado a insuficiência renal, defeitos congênitos, abortos espontâneos e danos neurológicos. Essa descoberta nunca foi refutada por ninguém. De fato, foi afirmado pelos proponentes de vacinas que insistiram que é perfeitamente seguro injetar mercúrio em mulheres grávidas, crianças pequenas e idosos, mesmo que a bula da vacina da gripe prontamente admita que  não há evidência científica para apoiar a segurança e a eficácia da vacina em tais grupos.

Apesar das alegações de que o mercúrio não está mais nas vacinas, há provas substanciais provando o contrário – inclusive na própria embalagem das vacinas.

Leia mais:

Estatísticas do Governo dos EUA Revelam que a Vacina contra a Gripe é a Vacina Mais Perigosa

Vacina Contra Gripe: Homem Saudável de 33 Anos tem Seus Dedos das Mãos e Pés Amputados após Receber Vacina

Fontes:
– Natural News: The “flu fear” propaganda campaign exposed
– Channel News Asia: Two health scares at US airports tied to Mecca pilgrims

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe