Notícias Naturais

A Moringa oleifera é uma árvore resistente à seca que cresce no sopé das montanhas do Himalaia, no norte da Índia. Também é cultivada em toda a África e América Central e do Sul, onde é valorizada pelo seu valor medicinal significativo. Na verdade, a Moringa é apelidada de “A Árvore da Imortalidade” e “A Árvore Milagrosa” em suas terras nativas, devido às suas notáveis ​​propriedades curativas e sua capacidade de crescer nas mais severas condições.

Embora a pesquisa em Moringa oleifera seja limitada devido à sua relativa obscuridade no Ocidente, mais e mais estudos estão surgindo que confirmam que esta bela árvore merece sua reputação de longa data como curandeira. Um desses estudos, realizado por pesquisadores franceses e publicado no periódico Dakar Med, descobriu que as raízes da Moringa contêm impressionantes propriedades anti-inflamatórias e podem ajudar a tratar condições inflamatórias agudas, como bronquite e artrite reumatoide.

Resultados promissores

Para o estudo, os pesquisadores administraram água destilada (grupo controle), 10 mg/kg de indometacina (um anti-inflamatório) ou um extrato de raiz de Moringa oleifera (750 mg/kg ou 1000 mg/kg) a um grupo. de ratos. 30 minutos depois, as patas de cada rato foram submetidas a edema induzido por uma injeção de carragenina.

Os pesquisadores descobriram que o extrato de 750 mg/kg de Moringa “inibiu significativamente” o desenvolvimento de edema entre uma, três e cinco horas após a injeção. Embora o aumento da dosagem do extrato de moringa para 1000 mg/kg não tenha inibido o desenvolvimento do edema em 1 e 3 horas, ele aumentou os efeitos após 5 horas. A indometacina inibiu o desenvolvimento do edema em níveis comparáveis ​​ao extrato de 750 mg/kg de moringa.

Estas descobertas indicam que um extrato aquoso de raiz de Moringa oleifera a 750 mg/kg reduz o edema induzido por carragenina em uma extensão similar à potente droga anti-inflamatória indometacina“, concluíram os pesquisadores. “Além disso, esses resultados fornecem mais evidências de que as raízes da Moringa oleifera contêm princípios anti-inflamatórios que podem ser úteis no tratamento das condições inflamatórias agudas“.

Moringa pode tratar muitas condições

Embora este estudo sobre os benefícios anti-inflamatórios da Moringa oleifera seja promissor, esta árvore está repleta de nutrientes que provavelmente poderiam ajudar a tratar qualquer coisa. A análise revela que as folhas da Moringa contêm 90 nutrientes diferentes, incluindo 36 vezes mais magnésio do que os ovos, 50 vezes mais vitamina B3 do que o amendoim, 25 vezes mais ferro que o espinafre e 4 vezes mais cálcio que o leite. As folhas da Moringa também são uma fonte de proteína “completa” que contém 18 aminoácidos e pelo menos 46 antioxidantes essenciais, incluindo 272% de nossa ingestão diária recomendada de vitamina A. Não é de admirar que antigos sistemas de cura como a Aiurveda afirmam que a Moringa pode tratar mais de 300 doenças, incluindo a diabetes e câncer.

A Moringa oleifera é tradicionalmente consumida na forma de folhas em pó, embora os extratos da Moringa também forneçam bons resultados.

Leia mais:

[Estudo] Moringa Demonstrou Mitigar os Efeitos da Toxicidade Hepática Causada pelo Paracetamol

Moringa: A Planta que Purifica a Água e Poderia Acabar com a Fome Mundial

Fontes:
– Natural News: Moringa oleifera is a potent anti-inflammatory, study finds
– NCBI: [Contribution to the study of the anti-inflammatory activity of Moringa oleifera (moringaceae)].
– Vanguard: The many unknown benefits of moringa leaf
– Natural News: Discover the many health benefits of Moringa, the ultimate survival ‘superfood’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe