Notícias Naturais

Na medicina, às vezes medidas preventivas e tratamentos têm o efeito oposto. Quer se trate de antidepressivos tornando as pessoas suicidas ou quimioterapia espalhando o câncer ao invés de dizimá-lo, é chocante o quão ruim algumas dessas supostas soluções para problemas de saúde realmente são. Agora, um novo concorrente emergiu na forma da vacina contra o HPV.

Nós sabemos há muito tempo que essa vacina não é flor que se cheire, mas agora um estudo mostrou que ela pode realmente aumentar o risco de uma mulher contrair câncer de colo do útero ao invés de preveni-la como pretendido. Infelizmente, muitas pessoas nunca saberão disso, pois o estudo foi oficialmente retirado logo após ser impresso pelos editores da revista, devido ao uso que o autor fez de um pseudônimo para se proteger de retaliações por parte de pessoas com interesses em vacinas.

O artigo foi publicado no Indian Journal of Medical Ethics e observou que houve um aumento significativo na incidência de câncer cervical invasivo em 2014 e 2015 entre mulheres com idades entre 20 e 49 anos – a faixa etária durante a qual as mulheres frequentemente recebem a vacina contra o HPV – na Suécia.

O estudo não somente vinculou as taxas mais altas de vacinação com um aumento do câncer cervical, mas também destacou como uma análise da vacina Gardasil pela FDA mostrou um risco maior de “mudanças celulares pré-malignas” da vacina entre grupos expostos a certas cepas de HPV.

Uma semana depois que este relatório inovador foi publicado, as coisas ficaram feias. Primeiro, os editores da revista removeram menções do Karolinska Institutet do artigo depois que a instituição informou que ninguém, pelo nome do autor do estudo, Lars Anderson, trabalhava para eles como alegado. Isso levou o autor a compartilhar seu nome real com os editores depois de receber a confidencialidade.

Os editores confirmaram que o autor tinha o conhecimento, a experiência e as qualificações certas para realizar o estudo, e também confirmaram que ele estava enfrentando uma “ameaça credível de dano” e precisava manter seu nome em segredo. Eles confirmaram a conclusão do artigo de que a vacina contra o HPV estava possivelmente associada a um alto risco de câncer do colo do útero e retiraram o artigo.

A história não termina aí, no entanto. Certas partes – e é fácil imaginar quem elas poderiam ser – questionaram a decisão de deixar o artigo de lado, e os editores finalmente cederam e retrataram. Mesmo assim, eles sustentaram que a descoberta do artigo estava correta e pediram mais pesquisas sobre o assunto.

Apenas mais uma razão para não tomar a vacina contra o HPV

Causar o próprio tipo de câncer que deve prevenir é razão suficiente para evitar essa vacina, e esse efeito colateral une-se a uma longa lista de outras, como úlceras graves, dor crônica, infertilidade, paralisia e menopausa prematura.

Algumas pessoas que receberam a vacina até perderam a vida. A Gardasil já é responsável por mais de 200 mortes e mais de 57.000 eventos adversos registrados no Vaccine Adverse Events Reporting System nos EUA, e uma decisão judicial confirmou que ela mata pessoas.

Ela contém alumínio – uma neurotoxina – como adjuvante, juntamente com o polissorbato 80, que tem sido associado à esclerose múltipla, reações anafiláticas e encefalite. Infelizmente, esse tipo de informação geralmente não é compartilhada com pacientes ou os pais das meninas que estão considerando a vacina.

O fato de que o último estudo mostrando como ele é perigoso foi retirado não por falta de exatidão, mas por uma mera tecnicalidade em relação ao nome do autor deve dar a quem está considerando essa vacina.

Leia mais:

Conheça os Perigos da Vacina contra o HPV

[Vacina contra HPV] Novo Estudo Prova que a FDA Está Suprimindo Informações sobre os Efeitos Nocivos da Gardasil

Fontes:
– Natural News: Editors of medical journals confirm: HPV vaccines cause more harm than good… science author facing death threats
– Natural Health 365: Greater cervical cancer risk linked to HPV vaccination, well-regarded medical journal removes new study
– Indian Journal of Medical Ethics: RETRACTED: Increased incidence of cervical cancer in Sweden: Possible link with HPV vaccination
– Natural News: Court ruling confirms Gardasil vaccine kills people… scientific evidence beyond any doubt… so where is the outcry?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe