Notícias Naturais

A próxima melhor coisa na comida pode muito bem ser sua prateleira de especiarias. Deixando de ser apenas tempero, as especiarias estão sendo reconhecidas por seu valor terapêutico.

Em um artigo publicado no Daily Mail, cinco especiarias foram apelidadas de alimento “da moda”  para 2018, com literatura científica para respaldá-las:

1 – Cúrcuma – Especialistas classificam a cúrcuma como tempero termogênico (gerador de calor). Com seu uso inicial que remonta a 4.000 anos na antiga Índia, a cúrcuma tem sido usada como remédio no sul da Ásia. Hoje em dia, a raiz apelidada de “especiaria dourada” ganhou reconhecimento por suas propriedades terapêuticas não apenas na Ásia, mas também em outras partes do mundo. Como um remédio herbal, a cúrcuma tem sido utilizada para tratar várias condições, tais como a artrite reumatoide, a conjuntivite, câncer de pele, varíola, varicela, e doenças do fígado. A especiaria também possui propriedades anti-inflamatórias, coleréticas (aumento da bílis), antimicrobianas e carminativas (que aliviam a flatulência). Além disso, a curcumina, o ingrediente ativo da cúrcuma, mostrou ter propriedades farmacológicas ativas.
2 – Canela – Vários estudos têm mostrado os benefícios que a canela tem na redução dos níveis de açúcar no sangue para pessoas com diabetes tipo 2. Uma das especiarias mais populares, a canela tem sido usada na medicina tradicional e moderna. Além de reduzir os níveis de açúcar no sangue, a canela contém procianidinas e catequinas, que são ricas em antioxidantes. Além disso, a canela demonstrou ter agentes anti-inflamatórios, antimicrobianos, anti-câncer, hipolipemiantes (redução do colesterol), e propriedades que diminuem as doenças cardiovasculares. Estudos também descobriram que a cinamofilina, um derivado da canela, é conhecida por prevenir a isquemia no cérebro protegendo os vasos sanguíneos da inflamação.
3 – Feno-grego – Uma vez nativa da Índia e norte da África, o feno-grego foi recentemente elogiado por seus benefícios para a saúde. “Super rico em ferro, ajuda na função intestinal geral e estimula e acalma o sistema digestivo. Também pode ajudar com inchaço e inflamação no corpo que podem se manifestar como úlceras na boca, doenças da pele, como eczema e infecções, além de ajudar a reduzir o colesterol”, explicou Rick Hay, nutricionista e professor do College of Naturopathic Medicine, em Londres. Os cientistas também exploraram suas propriedades ergogênicas. Em um estudo, eles concluíram que o feno-grego poderia “aumentar significativamente a força dos membros superiores e inferiores e reduzir o percentual de gordura corporal”, a fim de contribuir para uma melhora na composição corporal geral.

4 – Gengibre – Um item básico nas prateleiras de temperos de muitas pessoas, o gengibre é um dos “condimentos dietéticos mais consumidos no mundo”. Isso é bom – estudos mostraram que comer gengibre tem muitos benefícios. Os rizomas (comumente referidos como raízes) do gengibre contém vários produtos químicos bioativos que possuem propriedades farmacológicas. Embora o gengibre tem sido usado por milhares de anos como uma cura para condições como resfriados, náuseas, artrite, enxaquecas e até mesmo hipertensão, o tempero ainda é considerado hoje como um tratamento potente para certas condições. Estudos recentes apontaram que as propriedades antioxidantes do gengibre, podem inibir a produção de superóxido e danos no DNA. Testes também mostraram suas potentes propriedades anti-inflamatórias, bem como seus benefícios para aliviar os sintomas de náusea e vômito.
5 – Nigella sativa – O óleo e as sementes da erva têm sido usados ​​extensivamente em todo o mundo. Estudos provaram muitas das propriedades terapêuticas desta planta, tornando-a um dos principais medicamentos fitoterápicos existentes. As sementes da Nigella sativa têm propriedades antibacterianas, com estudos mostrando que ela é capaz de se defender de certas bactérias patogênicas humanas. Os extratos de Nigella sativa também são conhecidos por terem um dos mais fortes efeitos antifúngicos. Ela tem ainda propriedades de desparasitação, baseadas em estudos in vivo. Além destes, a Nigella sativa também contém propriedades antioxidantes, antidiabéticas, anticancerígenas, anti-inflamatórias e analgésicas. Também pode ser benéfica para o sistema imunológico e proteger o sistema digestivo.

Leia mais:

[Estudo] Cúrcuma Suprime o Crescimento de Canceres de Cabeça e Pescoço

Existem Mais de 115 Componentes Fitoquímicos Presentes no Gengibre

Fontes:
Natural News: From superfood to superspice: Latest health trends focus on the benefits of spices like cumin, turmeric, cayenne and cinnamon
– Daily Mail: 2018 is going to be spicy: Why cumin is the new kale in the latest healthy-eating trend
– NCBI: Chapter 13Turmeric, the Golden Spice
– NCBI: Cinnamon: A Multifaceted Medicinal Plant
– NCBI: The effects of a commercially available botanical supplement on strength, body composition, power output, and hormonal profiles in resistance-trained males
– NCBI: Chapter 7The Amazing and Mighty Ginger
– NCBI: A review on therapeutic potential of Nigella sativa: A miracle herb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe