Notícias Naturais

Estudos afirmaram que cerca de metade dos pacientes que sofrem de doença inflamatória intestinal (DII) ou síndrome do intestino irritável (SII) tomam alguma forma de suplemento nutricional. Inúmeras pesquisas enfatizam a importância da suplementação adequada na prevenção, no manejo e no tratamento de ambos os distúrbios gastrointestinais. Dito isso, os nutricionistas variam em sua opinião sobre qual suplemento é o “melhor”. Desde adjuvantes prebióticos/probióticos a enemas de ácido butírico, os leigos podem ficar confusos.

Nós tomamos a liberdade de listar abaixo 10 dos suplementos mais comumente tomados e como eles realmente são eficazes em aliviar os sintomas associados com DII e SII.

* Óleo de peixe – Muito já foi dito sobre as propriedades curativas do óleo de peixe, incluindo seu potencial uso sobre a SII. Ensaios clínicos associando uma ligação entre a ingestão de óleo de peixe e doenças inflamatórias crônicas sugerem que o suplemento pode ser útil na prevenção da DII. Esses estudos advertem que o óleo de peixe não é um remédio eficaz para sintomas agudos dessas doenças inflamatórias; em vez disso, suas reações com o intestino simplesmente tornam o trato gastrointestinal mais forte e menos propenso a se tornar inflamado.

* Vitamina D – A “vitamina do sol” beneficia mais do que os ossos. Há estudos que concluíram que aqueles que são deficientes da vitamina são mais propensos a desenvolver condições como DII e SII. Por que isso é assim ainda não está claro, mas os cientistas recomendam aumentar sua ingestão de vitamina D como medida preventiva.
* Probióticos – Existem resultados mistos sobre como os probióticos são benéficos no tratamento da DII. Tal como acontece com o óleo de peixe, o uso de probióticos é principalmente preventivo. Tem pouco ou nenhum efeito nas condições inflamatórias já presentes. A ingestão de mais probióticos pode diminuir a gravidade da doença (particularmente com a dor), mas não é uma opção sólida para curá-la.
* Prebióticos – Este é outro suplemento preventivo e é mais eficaz quando combinado com probióticos. Ambos prebióticos e probióticos trabalham juntos para criar um perfil digestivo mais saudável. Isso, por sua vez, deve influenciar o modo como seu corpo processa os alimentos. Existem hipóteses que afirmam que a suplementação contínua e diligente de prebióticos e probióticos ajuda a tratar DII e SII ao longo do tempo.
* Wheatgrass (grama de trigo) – Um estudo randomizado de dupla ocultação controlado descobriu que a wheatgrass tomada como um suco por quatro semanas reduziu significativamente a gravidade da DII e SII.

* Aloe vera – A planta é conhecida por suas propriedades calmantes e é um tratamento moderadamente eficaz para DII. Um estudo observou que a aloe vera é relativamente boa na redução dos sintomas de condições inflamatórias.
* Olíbano – Pesquisadores concluíram que este remédio aiurvédico tradicional é útil no tratamento da DII. Os efeitos são mais notáveis ​​após um período de seis semanas, de modo que se pede aos pacientes que sejam um pouco pacientes em discernir a eficácia da terapia.
* Alimentos de cevada germinada (GBF) – Testes japoneses sobre GBF (que são principalmente proteína rica em fibra e glutamina) descobriram que estes agem como prebióticos e podem fortalecer o intestino através da introdução de bactérias mais amigáveis ​​nele. No entanto, não é eficaz para o tratamento de condições agudas.
* Polifenóis – Estes são os fitoquímicos encontrados nas plantas. Alegações feitas sobre os polifenóis são baseadas em dados que mostram sua utilidade em impulsionar e modular o sistema imunológico. Sua relação exata com o intestino não é tão bem pesquisada, mas acredita-se que a introdução de mais polifenóis na dieta ajudará a administrar a DII através do fortalecimento da saúde geral.

* Curcumina – Este é o pigmento que torna a cúrcuma tão única. Dezenas de pesquisas comprovaram os benefícios saudáveis ​​da curcumina para o tratamento de várias doenças. A DII não é diferente. Tome nota, porém, que as vantagens terapêuticas da curcumina são maiores quando ela é tomada em conjunto com uma dieta mais saudável.

Além desses suplementos, todos os gastroenterologistas concordam que a DII e a SII são melhor tratadas quando o paciente aprende como administrar seus níveis de estresse, não se envolve em comportamentos prejudiciais (como alcoolismo ou tabagismo) e se torna mais ativo fisicamente.

 

Leia mais:

[Estudo] Dose Diária de Vitamina D Pode Aliviar os Sintomas da Síndrome do Intestino Irritável

Doença Auto-Imune e Saúde Intestinal: Novo Estudo Revela como seu Microbioma Regula a Inflamação

Fontes:
– Natural News: Supplements for IBS and IBD: 10 natural remedies to put out the fire in your gut
– Integrative Practitioner: Supplements for Inflammatory Bowel Disease
– American Family Physician: Management of Inflammatory Bowel Disease

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe