Notícias Naturais

Do outro lado do oceano, um homem corajoso está falando sobre um súbito pico de problemas de saúde que ele acredita estar relacionado a lâmpadas de LED que supostamente emitem radiação 5G. Em Gateshead, uma cidade no norte da Inglaterra, os cidadãos estão relatando uma série de efeitos colaterais perturbadores, incluindo insônia, hemorragias nasais e até mesmo natimortos – e Mark Steele tem algo a dizer sobre isso.

Steele, de 58 anos, residente local em Gateshead, é membro do IEEE, uma organização que se descreve como “a maior organização profissional técnica do mundo dedicada ao avanço da tecnologia em benefício da humanidade“.

Ele está fazendo o seu melhor para aumentar a conscientização sobre a ameaça representada pelas novas lâmpadas de LED, que foram instaladas em 2016. Steele diz que várias pessoas têm sofrido com hemorragias nasais, insônia e outros problemas neurológicos desde que as lâmpadas foram colocadas. Mas o horror não termina aí: várias mulheres perderam seus bebês desde aquela época. Em seu próprio círculo de amigos, Steele explica, três mulheres perderam seus bebês – um dos quais nasceu com defeitos graves e sobreviveu apenas algumas horas após o nascimento.

Estamos vendo bebês morrendo no útero, pois esses transmissores estão situados fora das janelas do quarto das pessoas. É uma crise humanitária”, comentou Steele.

Perigos da radiação EMF em ascensão

Embora a ciência sobre a radiação EMF ainda esteja longe de ser estabelecida, muitos pesquisadores acreditam que ela realmente tem o potencial de causar danos. A radiação EMF é o mesmo tipo de radiação produzida pelos telefones celulares, embora possa ser emitida por outros dispositivos – incluindo lâmpadas LED, de acordo com o professor Ulrich Warnke, da Universidade de Saarland.

Warnke acredita que a radiação EMF “causa a ruptura do sistema de monóxido de nitrogênio do corpo, que mantém as células saudáveis ​​e controla a expressão gênica“, mas não é o único. Múltiplas agências de saúde soaram o alarme sobre os perigos potenciais desse tipo de radiação – mas poucos estão ouvindo.

Em 2011, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que a radiação EMF era “possivelmente carcinogênica para humanos” e, em particular, apresentava um risco para o glioma – um tipo maligno de câncer no cérebro.

No final de 2017, o Departamento de Saúde Pública da Califórnia (CDPH, na sigla em inglês) emitiu uma advertência semelhante em relação aos telefones celulares e sua potencial ligação com o câncer cerebral. A Academia Europeia de Medicina Ambiental também declarou que a radiação EMF está ligada ao câncer e outras condições como a insônia.

As evidências contra a radiação EMF estão se acumulando – e, no entanto, autoridades municipais estão se recusando a reconhecer que as pessoas estão em risco.

Funcionários da Gateshead negam qualquer risco para a saúde

Como de costume, os funcionários do governo já estão envolvidos no controle total de desastres, denunciando publicamente quaisquer riscos à saúde que possam estar ligados a seus postes de luz que emitem radiação. Em um post no Facebook, o Conselho de Gateshead declarou que “certos indivíduos estão assustando as pessoas locais com histórias falsas” sobre a ameaça da radiação EMF.

Como é típico, verdades desconfortáveis ​​são rotuladas como “notícias falsas” pelo governo. As autoridades de Gateshead continuaram seu post de propaganda declarando que “não havia base científica nem evidência credível” para apoiar as alegações de que os postes de LED estavam causando problemas de saúde em toda a cidade.

O governo afirmou ainda que os postes de LED não operam em uma rede 5G. Mas, como Steele explicou, “o transmissor opera em 868 – 870 MHz. Esse é um espectro específico de 5G”.

Steele acredita que os funcionários da Gateshead colocaram toda a cidade em risco, lançando secretamente um teste de tecnologia 5G na área.

Mesmo a verdade sendo ou não confirmada, os riscos colocados pela radiação EMF permanecem. Enquanto as autoridades municipais estão fazendo o possível para anular qualquer preocupação, residentes como Steele continuarão a soar o alarme quando as coisas derem errado. Há muitas preocupações sobre o lançamento de redes 5G e outros dispositivos de produção de radiação.

Leia mais:

Mulher Alérgica a Wi-Fi e Sinais de Telefone Agora Fica Permanentemente em Casa

Micro-ondas e Wi-Fi Ligados a Dores de cabeça, Fadiga, Depressão e Ansiedade

Fontes:
– Natural News: Scientists warn that 5G tech found in WiFi street lamps is causing insomnia, nosebleeds, and stillbirths
– Natural Health 365: News ALERT: WiFi street lamps emit radiation that causes insomnia, nosebleeds and stillbirths, officials deny reality
Daily Mail: The town facing a ‘humanitarian crisis caused by the radiation from state-of-the-art street lamps’: Residents have endured insomnia, nose bleeds and even stillbirths, one local claims

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe