Notícias Naturais

Juntamente com a chlorella, que são algas verdes unicelulares, a spirulina é um dos alimentos mais estudados no planeta. Na verdade, estudos na última década mostraram que o consumo regular de spirulina pode melhorar a função cerebral, melhorar a contagem de glóbulos brancos, estimular anticorpos, aumentar a saúde do fígado e muito mais. A spirulina também pode ajudar a remediar quase qualquer deficiência de nutrientes devido às suas incomparáveis ​​concentrações de vitaminas e minerais.

Um novo estudo publicado na edição de março a abril de 2014 da revista científica Annals of Hepatology, no entanto, nos deu outra razão para amar a spirulina: ela contém uma série de compostos bioativos que podem ajudar a tratar um dos cânceres mais agressivos e temidos de todos – – o câncer de pâncreas.

Resultados substanciais

Os pesquisadores checos buscaram determinar os efeitos anticancerígenos da spirulina quando perceberam que ela continha um grande número de compostos tetrapirrólicos, uma classe de compostos químicos que estão intimamente relacionados com a bilirrubina antioxidante que luta contra o câncer. Consequentemente, eles decidiram testar os efeitos desses compostos – especificamente, a ficocianobilina e a clorofilina – nas linhas celulares do câncer de pâncreas e nos camundongos com câncer de pâncreas. Todos os sujeitos de teste foram tratados com uma das seguintes doses in vitro: 0,16 g • L-1 de spirulina, 60 μM de ficocianobilina ou 125 μM de clorofilina. Os pesquisadores também monitoraram um grupo de controle composto por células não tratadas.

Após o período de teste terminado, os resultados foram inegáveis: em comparação com o grupo controle, todos os indivíduos que foram tratados com o spirulina ou seus compostos tetrapirrólicos demonstraram atividade antiproliferativa significativa, com a

ficocianobilina mostrando-se a mais efetiva dos compostos. “Em conclusão, a [spirulina] e seus componentes tetrapirrólicos diminuíram substancialmente a proliferação do câncer de pâncreas experimental“, informaram os pesquisadores. Eles recomendaram a spirulina como suplemento dietético por seu “papel quimiopreventivo”.

Escolhendo a melhor spirulina

Se você está sofrendo de uma doença (câncer ou não) e pretende tratá-la com spirulina, é importante entender que as algas são um daqueles alimentos que devem ser obtidos com muito cuidado. Assim como a chlorella, a spirulina é basicamente uma esponja de água doce que absorve tudo em seu ambiente – bom e ruim. Portanto, é essencial que sua spirulina seja obtida de uma fonte limpa, e o “certificado orgânico” não significa necessariamente que ela seja limpa. Indicamos a você a loja de produtos naturais, Tudo Saudável, para obter spirulina de ótima qualidade.

Leia mais:

[Estudo] Nutrientes de Algas como Chlorella e Spirulina Demonstraram Salvar Vidas Restaurando a Função Cardíaca após um Ataque Cardíaco

Composto da Spirulina Mostrou Eliminar as Células do Câncer de Mama

Fontes:
Tudo Saudável: Novo Estudo Descobre que a Spirulina Pode Ajudar a Tratar o Câncer de Pâncreas
Natural News: New study finds that spirulina can help treat pancreatic cancer
– NCBI: Anti-cancer effects of blue-green alga Spirulina platensis, a natural source of bilirubin-like tetrapyrrolic compounds.
– Science Natural News: Nutritional and therapeutic potential of Spirulina.
– NCBI: Blueberry- and spirulina-enriched diets enhance striatal dopamine recovery and induce a rapid, transient microglia activation after injury of the rat nigrostriatal dopamine system.
– Science Natural News: spirulina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe