Notícias Naturais

Os antibióticos podem ser medicamentos que salvam vidas, e seu desenvolvimento é considerado uma das maiores conquistas da medicina moderna. No entanto, maior quantidade não quer dizer  necessariamente melhor, quando se trata de antibióticos, e o aumento de superbactérias é um testemunho deste fato. Agora há outra boa razão para evitar o uso excessivo: ele pode reduzir a eficácia do tratamento contra o câncer.

Um estudo do Medical College of Georgia, na Universidade de Augusta, encontrou mais evidências de que o uso de antibióticos pode dificultar o tratamento do câncer, e acredita-se estar relacionado à forma como alguns tratamentos dependem da microbiota intestinal para ativar as células T que conduzem a resposta do tratamento. Em novas terapias, o efeito desses medicamentos é misto, mas tem um impacto negativo definitivo em certos tipos de tratamento do câncer.

Trilhões de vírus, bactérias e fungos compõem a microbiota em nosso intestino, ajudando-nos a digerir os alimentos e manter os invasores afastados. Os antibióticos destroem todas as bactérias do intestino, eliminando as partes naturais e úteis, além das prejudiciais. É por isso que a diarreia e a dor de estômago são muito comuns quando você toma antibióticos; até mesmo uma única dose é suficiente para causar estragos na microbiota intestinal por um longo tempo. De acordo com o estudo, o uso prolongado de antibióticos também afeta a resposta imune, o qual é um problema particularmente grande em pacientes com câncer e com sistemas imunológicos já fracos.

É um problema frustrante para os médicos, pois as infecções tendem a ser uma das maiores complicações da quimioterapia, e os antibióticos são normalmente prescritos aos pacientes para ajudar a prevenir infecções e tratá-las. De acordo com o co-autor do estudo Dr. Locke Bryan, oncologista e hematologista do Georgia Cancer Center, os glóbulos brancos caem a níveis tão baixos que não há defesa contra bactérias, preparando o terreno para infecções mortais. Além disso, quando a quimioterapia é usada em conjunto com novas imunoterapias, o efeito que os antibióticos têm sobre a microbiota intestinal pode fazer com que as células T, as quais fazem parte da resposta imune, se tornem menos eficazes, reduzindo a eficácia da terapia em si.


Conheça o emagrecedor que está dando o que falar neste verão!
 

Eles descobriram, por exemplo, que o uso de antibióticos pode afetar a imunoterapia emergente conhecida como terapia adotiva de células T. Eles também podem afetar a eficácia da CTX, uma quimioterapia amplamente utilizada, com pacientes que usam antibióticos por um longo período de tempo, enquanto a quimioterapia com CTX tem resultados mais pobres. Acredita-se que isso se deva ao hábito dos antibióticos de eliminar a microbiota intestinal.

Leia também: Ervas que Destroem as Bactérias Resistentes aos Medicamentos

Lista crescente de razões para levar a sério o uso excessivo de antibióticos

Não são apenas os pacientes de quimioterapia que sofrem com os efeitos nocivos do uso excessivo de antibióticos. Estudos associaram o uso de antibióticos em crianças a problemas de saúde como crescimento atrofiado, alterações prejudiciais às bactérias do intestino e ganho de peso.

Há também o problema crescente e muito sério da resistência global aos antibióticos. As bactérias comuns estão se tornando resistentes aos antibióticos amplamente usados ​​pelo homem moderno, o que os torna ineficazes e permitem que doenças que antes eram fáceis de tratar se tornassem potencialmente letais.

Isso não é algo que se deva brincar; a Organização Mundial da Saúde alertou que o problema está destinado a “comprometer seriamente” o progresso observado no último século de tratamento médico, e pode ser mais devastador do que o câncer se não for controlado. Cerca de 700.000 pessoas morrem a cada ano em todo o mundo devido a infecções resistentes a medicamentos, e esse número deve subir para 10 milhões até 2050.

É por isso que nunca foi tão importante examinar mais de perto como os tratamentos naturais podem ajudar os problemas que a saúde humana enfrenta hoje. Além de ter muito menos efeitos colaterais do que as soluções apresentadas pela indústria farmacêutica, os patógenos nocivos não foram capazes de criar resistência até agora aos medicamentos fornecidos pela natureza.

Leia mais:

É Tarde Demais? Reduzir e Gerenciar o uso de Antibióticos não Será Suficiente para Reverter a Resistência

[Estudo] Em 2050 uma Pessoa Morrerá a Cada 3 Segundos por Bactérias Resistentes aos Medicamentos

Fontes:
– Natural News: Another danger of antibiotic overuse: It undermines other therapies, such as cancer treatments
– Science Daily: Antibiotics may impact cancer treatment efficacy
– Natural News: Overuse of antibiotics is making kids fat, destroying gut flora and hindering child development, study suggests
– Natural News: Global antibiotic resistance killing thousands: Natural alternatives only viable medicine left
– Natural News: The end is near? Antibiotic resistance to spell the end of chemical medicine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe