Notícias Naturais

Muitos ficaram entusiasmados com os benefícios gerais para a saúde do superalimento spirulina, e há muitos estudos apoiando suas alegações. Um estudo da Coreia enfocou pacientes com diabetes tipo 2 para determinar se a spirulina aliviaria os sintomas de diabetes o suficiente para ser considerada um alimento funcional valioso, um alimento que vai além do suprimento de necessidades nutricionais normais ou um superalimento.

Os pesquisadores recrutaram 37 diabéticos que faziam visitas regulares à clínica por causa de sua condição. Eles foram aleatoriamente designados como sujeitos do estudo consumindo spirulina ou como parte de um grupo de controle sem spirulina. O grupo da spirulina recebeu 8 gramas por dia, uma quantidade considerável, levando em conta a intensidade do pó.

Ambos os grupos foram obrigados a manter suas dietas usuais, sem adicionar outros alimentos funcionais ou suplementos durante as 12 semanas do estudo. A suplementação de spirulina não teve efeito sobre o IMC (índice de massa corporal), mas resultou em uma redução significativa nos níveis séricos de triglicérides e pressão arterial, os quais são comuns entre os portadores de diabetes tipo 2.

A spirulina também reduziu significativamente os níveis plasmáticos de malondialdeído, os quais são biomarcadores para o estresse oxidativo. Os indivíduos que tomaram spirulina também experienciaram um aumento nos níveis plasmáticos de adiponectina, os quais estão associados ao aumento da sensibilidade à insulina e à diminuição do risco de ataque cardíaco.

Assim, os níveis aumentados de adiponectina indicam uma reversão potencial da diabetes tipo 2 e menor risco de ataques cardíacos.

Os pesquisadores também observaram que a spirulina era mais eficaz entre os pacientes que sofriam de dislipidemia, uma condição de má digestão lipídica (gordura) que leva a contagens mais altas de lipídios (triglicérides e colesterol) comuns entre os pacientes com diabetes tipo 2.

Eles concluíram: “Este estudo fornece a evidência para efeitos benéficos da suplementação de spirulina no perfil lipídico do sangue, variáveis ​​inflamatórias e capacidade antioxidante em pacientes coreanos com diabetes tipo 2. Os resultados sugerem que a spirulina é um agente promissor como um alimento funcional para o controle do diabetes“.

Leia mais:

[Estudo] Nutrientes de Algas como Chlorella e Spirulina Demonstraram Salvar Vidas Restaurando a Função Cardíaca após um Ataque Cardíaco

Composto da Spirulina Mostrou Eliminar as Células do Câncer de Mama

Fontes:
Tudo Saudável: Estudo Afirma que a Spirulina Pode Controlar a Diabetes
– Natural News: Study touts spirulina as functional food for diabetes management
– Science Natural News: A randomized double-blind, placebo-controlled study to establish the effects of spirulina in elderly Koreans.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe