Notícias Naturais

No mesmo dia em que 17 estudantes e funcionários foram mortos em um tiroteio na escola da Flórida, quase 300 americanos foram mortos por medicamentos prescritos pela FDA. No entanto, ninguém chorou uma única lágrima, e as notícias (financiadas pela indústria farmacêutica) nem sequer mencionaram a tragédia.

Quando as crianças são mortas por armas, a notícia é multiplicada emocionalmente com pseudo-jornalismo “teatral” para pressionar o controle de armas, ignorando as causas muito mais devastadoras de morte evitável nos EUA. Veja, enquanto o tiroteio na escola da Flórida aconteceu apenas uma vez, as mortes de centenas de americanos devido a medicamentos aprovados pela FDA continuam todos os dias, sem pausa.

É por isso que, de acordo com a pesquisa científica, pelo menos 106 mil americanos são mortos a cada ano por medicamentos legais prescritos por médicos licenciados. (Fonte: Análise “Mortos pelos Medicamentos” ).


A quimioterapia mata cerca de 2.700 pessoas todos os dias em todo o mundo

O site Pharma Death Clock contabiliza o número de pessoas mortas por medicamentos tóxicos todos os dias, tanto nos EUA como em todo o mundo. De acordo com o site, a quimioterapia sozinha mata cerca de 2700 pessoas todos os dias em todo o mundo.

Tão triste como qualquer evento de tiroteio trágico pode ser, o número real de pessoas inocentes mortas em tais eventos é ofuscado por aqueles cujas vidas são destruídas todos os dias devido à corrupção e colusão da Food and Drug Administration (que conscientemente esconde os perigos dos medicamentos mortais para proteger os lucros da indústria farmacêutica que ela supostamente regula).

Na verdade, como você verá visitando o site Pharma Death Clock, o número de pessoas rotineiramente mortas por medicamentos prescritos perigosos anula o número de seres humanos mortos em todas as guerras, surtos de doenças e atos de terrorismo combinados.

Ainda mais alarmantemente, o atirador da escola secundária da Flórida fazia tratamento com medicamentos que alteram a mente – um traço comum que quase sempre descobrimos em tiroteios de escolas. Em quase todas as matanças nas últimas duas décadas, o atirador estava tomando medicamentos psiquiátricos prescritos por um psiquiatra ou um médico. A mídia desonesta se recusa a denunciar esta ligação pelo simples motivo de ganhar bilhões de dólares por ano em receita de anúncios de fabricantes de medicamentos.

Os falsos meios de comunicação são financiados pelo dinheiro da indústria farmacêutica

A indústria farmacêutica gastou quase US$ 6 bilhões na TV, na revista e em anúncios digitais apenas em 2016, uma soma saudável que os boletins de notícias dependentes de anúncios não podem ignorar“, informa Kit Daniels ao site InfoWars.
Do site Natural News:

A mídia de esquerda, previsivelmente, explora todos os tiroteios de escolas para empurrar sua agenda de revogar a Segunda Emenda e confiscar as armas de cidadãos respeitadores da lei, transformando os  Estados Unidos em um estado policial onde um governo corrupto tem o monopólio do poder de fogo. Mas eles se recusam a considerar os efeitos que alteram a mente da medicação psiquiátrica, que emerge em quase todos os tiroteios de escolas na memória recente.

Até mesmo a Fox News encobre a verdade sobre os medicamentos psiquiátricos

A conclusão? Estive alertando os EUA sobre o vínculo entre a medicação em massa e tiroteios em massa por mais de uma década. A verdadeira causa por trás desses tiroteios na escola não é um mistério: são os medicamentos que alteram a mente feitos por empresas farmacêuticas corruptas que subornam a mídia em silêncio. Sean Hannity silenciou um convidado que tentou falar sobre medicamentos psiquiátricos e suas ligações com os tiroteios de escolas. Como explicado por Matt Agorist ao site Blacklisted News:

Em um exemplo claro de como as mídias convencionais são importantes para as indústrias farmacêuticas que fabricam e comercializam esses medicamentos, Sean Hannity da FOX News foi registrado esta semana, descaradamente cortando uma repórter que ousou mencionar a associação relatada por Nikolas Cruz com os antidepressivos.

Em um segmento de notícias nesta semana, Hannity estava entrevistando a apresentadora do programa de rádio, Gina Loudon, que tentou divulgar a associação de Cruz com inibidores selectivos da recaptação da serotonina (SSRIs).

Eu acho que temos que dar uma olhada em uma coisa sobre a qual ainda não falamos, Sean, e isso é medicamentos psicotrópicos“, diz Loudon.

Meu palpite é que vamos descobrir como a maioria desses atiradores…“, disse ela, antes que Hannity a calasse.

Hannity então cala Loudon e se move para o médico ao lado dela. Sem mais nem menos, toda a conversa que estava implicando a indústria farmacêutica em seu papel nos tiroteios em massa foi efetivamente silenciada.

Não é segredo que a indústria farmacêutica exerce um controle imenso sobre o governo e a mídia. É o seu controle que mantém qualquer pressão negativa sobre seus produtos perigosos longe de ir ao ar. No entanto, a maioria das pessoas provavelmente não conhece o alcance desse controle.

Como Mike Papantonio, advogado e apresentador do programa de televisão internacional America’s Lawyer, explica, com exceção da CBS, todos os principais meios de comunicação nos Estados Unidos compartilham pelo menos um membro do conselho com pelo menos uma empresa farmacêutica.  Para colocar isso em perspectiva: esses membros do conselho acordam, vão para uma reunião na Merck ou Pfizer, então eles têm o seu motorista levá-los para uma reunião com a NBC para decidir que tipo de programação que a rede vai exibir.

A mesma falsa mídia de notícias, em outras palavras, que agora está tentando destruir a Segunda Emenda e destruir os direitos constitucionais, acaba por ser financiada pelas mesmas empresas farmacêuticas do mal que se beneficiam com o medicamento psiquiátrico das crianças.

Leia mais:

12 Verdades Chocantes sobre os Perigos dos Medicamentos Psiquiátricos

Massacre em Connecticut: Medicação Psiquiátrica e Tiroteios – Existe uma ligação?

FDA quer Eliminar os Avisos de Efeitos Colaterais dos Anúncios de Medicamentos em Conluio com a Indústria Farmacêutica

Fontes:
– Natural News: On the same day that 17 children were murdered in a Florida high school, almost 300 Americans were killed by FDA-approved prescription medications

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe