Notícias Naturais

A planta Moringa peregrina é uma flor egípcia que demonstrou cientificamente ter uma grande quantidade de efeitos farmacológicos benéficos. Estes variam de agir como um agente anti-inflamatório ou analgésico. No entanto, seu impacto no fígado permaneceu desconhecido até recentemente. Uma equipe de pesquisadores descobriu que o extrato da folha de Moringa peregrina pode melhorar o estado de fígados danificados pelo paracetamol, um analgésico e um redutor de febre sob nomes como Tylenol e Actamin.

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores criaram o extrato da folha da Moringa peregrina de plantas frescas que foram secas e depois esmagadas em pó grosso. Eles então adquiriram 60 ratas fêmeas que foram alimentadas com uma dieta padrão de ração para ratos e administraram água conforme necessário uma semana antes da experiência. Uma vez que a experimentação começou, as ratas foram divididas aleatoriamente em cinco grupos de 12 animais, que consistiam em:

Grupo um: o grupo de controle negativo, que recebeu água
Grupo dois: grupo de controle positivo, cujos animais receberam doses de acetaminofeno (paracetamol)
Grupo três: os ratos deste grupo receberam extrato de folha de Moringa peregrina além do paracetamol
Grupo quatro: este grupo recebeu silimarina juntamente com acetaminofeno
Grupo cinco: além do paracetamol, estas ratas receberam extrato de folha de silimarina e Moringa peregrina.

Os quatro grupos receberam as doses apropriadas após um período de jejum de 24 horas em que bebiam água quando necessário. A administração de acetaminofeno, silimarina e/ou extrato de folha Moringa peregrina ocorreu uma vez por dia durante um período de 28 dias. Na conclusão do experimento, todos os grupos jejuaram durante a noite antes de retirarem amostras de sangue. Depois, as ratas foram sacrificadas, e os pesquisadores retiraram seus cérebros e fígados para análise posterior.

Para avaliar os efeitos negativos do paracetamol no fígado, os pesquisadores tomaram nota de vários biomarcadores, chamados alanina transaminase (ALT), aspartato aminotransferase (AST), fosfatase alcalina (FA) e gamaglutamiltransferase (GGT). Normalmente medidos durante os testes de função hepática, os níveis elevados dessas enzimas foram utilizados como meio de avaliar o dano precoce no fígado nas ratas. Isto foi observado no grupo controle positivo; em contraste, as ratas que receberam o extrato de folha de Moringa peregrina, a silimarina ou ambos mostraram uma diminuição da atividade enzimática.

Além disso, os pesquisadores observaram que essas substâncias também haviam minimizado o dano do DNA do fígado. Este foi um produto do estresse oxidativo induzido pela dispensação de acetaminofeno, enquanto os efeitos hepatoprotetores do extrato de folha de Moringa peregrina e da silimarina foram atribuídos ao seu impressionante conteúdo antioxidante. Em particular, encontrou-se que a Moringa peregrina possui uma ampla gama de flavonoides e compostos fenólicos, sendo a rutina e o tirosol os mais abundantes.

Apesar disso, os pesquisadores afirmaram que o extrato da folha de silimarina e Moringa peregrina não teve um efeito sinérgico significativo. A equipe acreditava que isso foi causado pelas duas substâncias com constituintes ativas similares e a mesma estrutura. “Além disso, não houve efeito sumativo na maioria dos parâmetros, e isso foi consistente com os estudos preliminares, precedendo este estudo, onde usamos uma alta dose de Moringa perene comparando-a com uma dose baixa. Ambas as doses dão quase o mesmo efeito sem diferença significativa. Este resultado incentivou o uso da baixa dose no presente estudo“, acrescentaram.

Assim, os pesquisadores declararam: “Em conclusão, os dados atuais destacam que [a folha de Moringa peregrina] é considerada uma das plantas ricas em antioxidantes que teve um efeito significativo na função hepática e nos biomarcadores de estresse oxidativo em comparação com a silimarina como agente de referência na hepatotoxicidade induzida por acetaminofeno em ratas“.

Leia mais:

Moringa: A Planta que Purifica a Água e Poderia Acabar com a Fome Mundial

Paracetamol: Estudo Mostra que o Medicamento é um dos Maiores Causadores de Lesões no Fígado

Fontes:
– Tudo Saudável: [Estudo] Moringa Demonstrou Mitigar os Efeitos da Toxicidade Hepática Causada pelo Paracetamol
– Natural News: Worried about your liver after taking Tylenol? Take Moringa peregrina – it has been found to help mitigate the effects of liver toxicity caused by the drug
– Journals of Tradicional, Complementary and Alternative Medicines: PROTECTIVE EFFECT OF MORINGA PEREGRINA LEAVES EXTRACT ON ACETAMINOPHEN – INDUCED LIVER TOXICITY IN ALBINO RATS.
– Lab Testes Online: Liver function tests

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe