Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Nos últimos anos, a comunidade médica se esforçou para educar as pessoas sobre a redução dos níveis de colesterol para proteger sua saúde cardíaca. Claro, aqueles que têm níveis elevados de colesterol são muitas vezes prescritos com estatinas como Lipitor, Zocor e outros para baixar esses níveis. Na verdade, estes estão entre os medicamentos mais prescritos de todos os tempos.

No entanto, esses medicamentos tóxicos trazem efeitos colaterais sérios, incluindo dor muscular e fraqueza, aumento das enzimas hepáticas, complicações de asma e defeitos congênitos em mulheres grávidas, para citar apenas alguns.

Isso não significa, no entanto, que não há uma solução saudável para reduzir os níveis de colesterol naturalmente. Além de manter um peso saudável e se exercitar regularmente, um estudo recente desvendou outro elemento chave para cuidar do seu coração: comer chocolate amargo e azeite de oliva extra virgem juntos.

O estudo, realizado por pesquisadores da Universidade de Pisa, na Itália, que apresentou os resultados no European Society of Cardiology (ESC) em agosto, concluiu que o chocolate amargo enriquecido com azeite de oliva extra virgem pode levar a uma melhor saúde cardíaca e a um melhor perfil de risco cardiovascular.

Uma dieta saudável é conhecida por reduzir o risco de doenças cardiovasculares“, disse a Dra. Rossella Di Stefano, cardiologista da Universidade de Pisa, e principal autora do estudo. “Frutas e vegetais exercem seus efeitos protetores através de polifenóis vegetais, os quais são encontrados no cacau, azeite e maçãs. Pesquisas descobriram que a maçã vermelha italiana Panaia possui níveis muito altos de polifenóis e antioxidantes“.

Os pesquisadores estabeleceram para determinar se uma combinação de chocolate amargo e azeite de oliva extra virgem ou chocolate amargo e maçã vermelha Panaia, pode interromper o progresso da aterosclerose (uma acumulação de placa nas paredes das artérias, causando fluxo sanguíneo obstruído e potencialmente uma coagulação sanguínea ameaçadora) em pessoas de outra forma saudáveis ​​com fatores de risco cardiovasculares.

O ESC explicou em um comunicado de imprensa:

O estudo randomizado incluiu 26 voluntários (14 homens, 12 mulheres) com pelo menos três fatores de risco cardiovascular (tabagismo, dislipidemia, hipertensão ou histórico familiar de doença cardiovascular) que receberam 40 gramas de chocolate amargo por dia durante 28 dias. Durante 14 dias consecutivos, eles receberam 10% de azeite de oliva extra virgem e, durante 14 dias consecutivos, receberam 2,5% de maçã vermelha Panaia. Os dois tipos de chocolate foram dados em ordem aleatória.

A progressão da aterosclerose foi avaliada através de alterações metabólicas (níveis de carnitina e ácido hipúrico), perfil lipídico, pressão arterial e níveis de células progenitoras endoteliais circulantes (CPE). As CPEs são fundamentais para o reparo vascular e a manutenção da função endotelial.

Os pesquisadores tomaram amostras de urina e sangue no início do estudo e novamente no final. As amostras de urina foram analisadas para os metabólitos endógenos usando espectroscopia de ressonância magnética nuclear de prótons e os níveis circulantes de CPE foram avaliados com citometria de fluxo. O índice de massa corporal (IMC), níveis de pressão arterial, estado de tabagismo, perfil lipídico e glicemia, também foram monitorados cuidadosamente em todos os participantes.

Os resultados foram bastante surpreendentes. No final do estudo de 28 dias, os pesquisadores descobriram que os níveis de CPE aumentaram significativamente após o consumo de chocolate enriquecido com azeite. Os níveis de carnitina e ácido hipúrico diminuíram consideravelmente – o que é bom – tanto em comparação com os números de linha de base quanto com o chocolate enriquecido com maçã.

De forma mais encorajadora, o consumo de chocolate com azeite resultou em aumentos significativos na lipoproteína de alta densidade (colesterol bom) e reduções consideráveis ​​nos níveis de pressão arterial.

Então, se, como milhões de outros, você foi aconselhado a tomar medidas para diminuir seus níveis de colesterol, agora você tem uma desculpa fantástica para aumentar seu consumo de delicioso chocolate amargo. Certifique-se de usar um pouco de azeite de oliva extra virgem com ele! Quem sabe você derreta esse chocolate com um pouco de azeite e despeje sobre morangos frescos.

Leia mais:

[Estudo] Azeite de Oliva e Nozes Controlam a Doença Cardíaca Melhor que Terapias Medicamentosas

[Estudo] Azeite de Oliva Extra Virgem Pode Conter a Chave para Prevenir o Alzheimer

Fontes:
– Natural News: Those with a high cardiovascular risk profile should eat dark chocolate with olive oil, new study finds
– Health: 5 Reasons to Stop or Switch Statins
– ESC: Dark chocolate with olive oil associated with improved cardiovascular risk profile

Posts relacionados:

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

1 Comment