Notícias Naturais

O cartel do medicamento farmacêutico tornou-se não apenas uma piada total para a medicina e para a ciência, mas cada vez mais uma ameaça para a saúde e segurança do povo americano. No último hoax médico para gerar lucro com a medicação em massa de todos, a American Heart Association – um grupo de frente de medicina charlatã para a indústria farmacêutica – anunciou uma nova definição de “pressão alta” que significa que a metade dos adultos dos EUA de repente tem uma “doença” que requer “tratamento” com produtos farmacêuticos de alto lucro.

Este total charlatanismo da definição de doença é uma das estratagemas preferidas dos cartéis de medicamentos com fins lucrativos nos Estados Unidos. (Pouco tempo atrás, o “colesterol alto” foi redefinido como parte de uma tática para aumentar as vendas de medicamentos estatinas (que agora geram bilhões de receita por ano). De repente, médicos de todo o país estavam prescrevendo estatinas para pacientes que, apenas uma semana antes, não tinham “nenhuma doença”. Mas graças ao conluio da AHA com a indústria de medicamentos para diminuir artificialmente o nível aceitável de colesterol no corpo, dezenas de milhões de americanos foram diagnosticados espontaneamente com “colesterol alto”.

A supermedicação da população, como você vê, tornou-se o principal modelo de negócios da indústria farmacêutica. E, para alcançar maiores vendas, as empresas farmacêuticas precisam convencer mais e mais pessoas de que elas estão doentes (mesmo quando não há nada de errado com elas).

Leia também: [Estudo] Pressão Arterial Pode ser Significantemente Reduzida em Apenas um Mês com Magnésio

As empresas farmacêuticas estão no negócio para convencer mais e mais pessoas saudáveis ​​que elas precisam de medicamentos prescritos para sempre

As empresas farmacêuticas, como você pode perceber, não estão mais no negócio para tratar meramente pessoas verdadeiramente doentes, mas sim movendo as “doença” de lugar para garantir que cada vez mais pessoas saudáveis ​​se qualifiquem para o tratamento com medicamentos. A AHA, é claro, está junto nesta farsa.

Tudo é explicado neste parágrafo de abertura do CBS News que acidentalmente conta tudo sobre esta fraude de medicamentos prescritos:

Novas diretrizes reduzem o limite para a pressão alta, somando 30 milhões de americanos àqueles que têm a condição, que hoje atinge quase a metade dos adultos dos EUA.

Observe que a CBS News acompanha o charlatanismo, afirmando que a pressão alta “agora atinge quase a metade dos adultos dos EUA“. Mas na semana passada, nenhuma “praga de pressão alta” existiu. Então, o que mudou durante a noite? A definição de pressão alta, é claro. De repente, é uma “praga”, de acordo com a CBS News (que naturalmente ganha dinheiro da indústria farmacêutica).

O que você está testemunhando em tudo isso é um hoax médico maciço perpetrado sobre o povo americano por um cartel legal de medicamentos envolvendo a AHA, companhias farmacêuticas, mídia tradicional financiada pela indústria e médicos que ganham propinas e subornos para empurrar esses medicamentos perigosos. Também não são apenas as empresas de medicamentos: os fabricantes de dispositivos médicos também estão executando fraudes diretas, como os fabricantes de stents cardíacos cujos produtos demonstraram recentemente ser medicamente inúteis. Nós conhecemos isso há muito tempo, tendo relatado uma década atrás sobre como os stents cardíacos revestidos de medicamentos realmente causam um aumento de 400% nas mortes de pacientes com ataque cardíaco.

Leia também: Bebidas Energéticas Produzem Alterações Nocivas na Pressão Arterial e Função Cardíaca, Revela Novo Estudo

Está tudo organizado pela American Heart Association, cujo presidente teve um ataque cardíaco aos 52 anos

No caso de você estar se perguntando quão confiável é a AHA quando se trata de saúde cardíaca, o presidente da AHA, John Warner, sofreu recentemente um ataque cardíaco. Ele tem apenas 52 anos de idade. Sob sua orientação, a AHA é o mesmo grupo charlatão que recentemente atacou o óleo de coco como sendo não-saudável e perigoso.

Sim, de acordo com a AHA, todos os americanos devem parar de consumir o óleo de coco e começar a tomar medicamentos para pressão alta e estatinas. Isso é devido os medicamentos serem considerados “nutricionais” aos olhos das farmacêuticas, enquanto a comida real é considerada heresia. (“Como você se atreve a comer um coco que custa cinco reais? Aqui, tome essa pílula que custa apenas 200 reais…“)

Talvez o presidente da AHA, John Warner, simplesmente precise tomar mais produtos farmacêuticos. Afinal, esse é o conselho dele para todos os outros. Mas se os produtos farmacêuticos previnem ataques cardíacos, então por que eles não funcionaram para ele? (Resposta: Porque é tudo um hoax médico maciço. Os medicamentos prescritos não tornam seu coração saudável. Somente a nutrição, exercício e escolhas de estilo de vida saudáveis ​​podem conseguir isso.)

Leia também: Conspiração contra a Gordura Saturada: Cardiologista Responde ao Ataque Ignorante ao Óleo de Coco

Como a AHA está destruindo a saúde dos americanos, levando a nação à falência e tornando a indústria farmacêutica podre de rica

Infelizmente, muitos americanos sabem tão pouco sobre a saúde e nutrição, que o conluio da indústria farmacêutica pode realmente fazê-los acreditar nas novas diretrizes sobre a pressão alta. Isso significa que dezenas de milhões de americanos agora provavelmente serão colocados em medicamentos para pressão alta para obter lucro… e isso significa estatinas, medicamentos psiquiátricos e medicamentos para a ansiedade que eles já estão engolindo em quantidades insanas. É assim que vivemos em um mundo onde mais da metade da população de 65 anos está tomando pelo menos cinco medicamentos por dia, conforme relatado pelo The Telegraph.

Agora estamos vivendo em um mundo supermedicado de pacientes medicados que são vistos pela indústria farmacêutica como vasos biológicos para encher de produtos químicos com alto lucro sob o pretexto de “tratamento”. Nesse ritmo, não demorará muito para os recém nascidos serem instantaneamente diagnosticados com problemas de pressão alta, problemas de colesterol e problemas de química cerebral e, então, medicados impiedosamente desde o primeiro dia.

Esse é o objetivo: grave medicação em massa de berço de cada ser humano vivo no planeta. Esse é o objetivo final da indústria farmacêutica e, enquanto as pessoas são estúpidas o suficiente para acompanhar todos os seus medicamentos e estratégias de comercialização, a indústria farmacêutica irá cada vez mais drogar todos no mundo com seus produtos químicos tóxicos e mortais falsamente chamados de “remédios”.

Leia também: 7 Principais Alimentos a Evitar se Você tem Pressão Alta

Pessoas verdadeiramente saudáveis ​​não tomam medicamentos

Na verdade, as pessoas mais saudáveis ​​que vivem hoje não recebem medicamentos. Se você quer ser saudável, concentre-se na nutrição, nos superalimentos, nos exercícios físicos, na redução do estresse, evitando toxinas ambientais e obtendo um sono de qualidade. Os médicos e empresas de medicamentos não o tornam saudável; eles apenas se tornam ricos às suas custas. E, ao mesmo tempo, eles estão explorando você por lucro, eles também estão levando a nação à falência, poluindo o meio ambiente (com medicamentos farmacêuticos agora encontrados no abastecimento público de água das principais cidades dos EUA) e destruindo vidas inocentes.

É precisamente esses tipos de fraudes de marketing farmacêutico baseados em charlatanismo que agora estão despertando as pessoas para a maior verdade: a indústria farmacêutica tornou-se uma escória no nosso mundo e deve ser interrompida. A medicação em massa de todos os seres humanos vivos não é um “tratamento” médico, mas sim a perversão da medicina e uma catástrofe química crescente com consequências globais terríveis.

Pacientes médicos em todo o mundo ocidental estão agora sendo drogados até cair, enquanto as nações estão sendo levadas à falência devido os custos de cuidados de saúde associados. A indústria farmacêutica dominou a arte de extrair dinheiro da economia transformando os seres humanos em recipientes de drogas, com o objetivo de despejar um número cada vez maior de medicamentos para os mesmos corpos humanos, tudo enquanto os sistemas de cuidados de saúde estatais colecionam lucros obscenos. Todo esse ciclo de estupidez médica não tem nada a ver com saúde, compaixão, ciência, medicina ou prevenção de doenças. Trata-se puramente de maximizar o número de prescrições para pessoas, mesmo que essas pessoas não tenham nada de errado com sua saúde.

No entanto, os gigantes farmacêuticos exercem tanto poder e influência que assumiram as revistas científicas, as escolas de medicina, os meios de comunicação tradicionais e até os reguladores governamentais. Na verdade, eles transformaram os EUA em um “estado farmacêutico”, onde grande parte do poder político, da economia, da “ciência” e da cultura agora se concentra em torno do medicamento em massa de todos. Mas eu faço uma pergunta simples: depois de engolir todos esses medicamentos em quantidades sem precedentes, os americanos são mais saudáveis ​​hoje do que eram há duas gerações? Nem de longe. Quando muito, os americanos estão agora mais doentes do que nunca. Claramente, os medicamentos não estão funcionando, porque se funcionassem, os EUA seriam a nação mais saudável do planeta.

Leia mais:

Estatina Exposta: Medicamentos contra o Colesterol Causam o Envelhecimento Precoce, Danos ao Cérebro e Diabetes

Drogas Estatinas Tornam as Pessoas Delirantes e Irritadas

Fontes:
Natural News: Pharma drug cartel just changed the definition of “high blood pressure” to trick HALF of U.S. adults into “treatment” with high-profit prescription drugs
– CBS News: Nearly half of U.S. adults have high blood pressure under new guidelines
– Natural News: Drug-Coated Stents Boost Death Rate by Over 400% in Heart Attack Patients
– AHA: AHA president doing well after minor heart attack
– Natural News: The Conspiracy Against Saturated Fat: Dr. Jack Wolfson responds to the American Heart Association’s ignorant attack on coconut oil
– The Telegraph: Half of over-65s take at least five drugs a day

1 Comment

  • Reinaldo Godinho disse:

    Informação é cultura e saúde. Tenho 66 anos e não me submeto a esta enganação meramente comercial que destrói a saúde do povo leigo. Sou admirador do Prof. Lair Ribeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe