Notícias Naturais

Um adoçante usado em sorvete e refrigerante pode causar doença hepática potencialmente fatal, sugere um novo estudo. Os pesquisadores descobriram que o alto consumo de frutose está desencadeando uma forma precoce de doença hepática gordurosa em crianças, uma condição que normalmente está associada ao consumo de álcool, o que pode levar a câncer, acidente vascular cerebral e problemas cardíacos. As crianças e adolescentes clinicamente obesos são mais suscetíveis à doença.

O fígado gordo ou a esteatose hepática é um termo que descreve o acúmulo de gordura no fígado. É normal ter um pouco de gordura no fígado, mas muita gordura causa sérios problemas de saúde. O fígado gordo se desenvolve quando o fígado não pode metabolizar a frutose na mesma proporção que o corpo está consumindo.

O melhor para a sua saúde você encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais

Nossos filhos estão vulneráveis

A pesquisa, publicada no Journal of Clinical Investigation, descobriu que os ratos alimentados com uma dieta de alta frutose tornaram-se obesos e desenvolveram maior resistência à insulina do que aqueles alimentados com a mesma quantidade de glicose. Um fator importante no metabolismo da fructose, a enzima Khk, também foi desenvolvida nos animais alimentados com a dieta de alta frutose.

O Dr. Softic, um gastroenterologista pediátrico do Boston Children’s Hospital, disse: “A doença é muito mais preocupante em uma criança de treze anos que passa do fígado normal ao fígado gordo para a inflamação do fígado durante alguns anos do que em alguém com excesso de peso aos 30 anos. As crianças também comem mais açúcar do que os adultos, de modo que a frutose pode ser ainda mais um fator de risco nas crianças, o que aumentaria seus anos de saúde pobre.

O co-autor do estudo, o professor Ronald Kahn reforça essa afirmação: “Esta doença é quase sempre associada à obesidade“.

A obesidade infantil é um problema de saúde mundial e vem aumentando de forma constante. O índice de massa corporal (IMC) é uma medida usada para determinar o excesso de peso e a obesidade na infância. A dieta e o estilo de vida são fatores de risco principais – limitar o consumo de alimentos processados ​​por seu filho e incentivar o exercício adequado são algumas maneiras de ajudar a prevenir a obesidade e, por sua vez, podem ajudar a reduzir o risco de doença hepática.

Leia também: Estudo: Alimentação Saudável Resulta em Crianças Mais Inteligentes

Frutose de frutas versus frutose industrial

A frutose é prejudicial em grandes quantidades, mas comer frutas inteiras não lhe dará tanta frutose como comer alimentos processados. As frutas consistem em fibra e água, entre outras coisas, que demoram um pouco para digerir. Isso diminui o metabolismo da frutose no fígado. Além disso, comer frutas dá uma sensação de satisfação no estômago, ao contrário do refrigerante e doces, os quais fazem você querer comer mais.

Uma dieta padrão consiste em calorias a partir do açúcar (sacarose) e xarope de milho de alta frutose – estes contêm dois açúcares simples, glicose e frutose. Nossos corpos naturalmente produzem glicose e fornecem energia para todas as células do corpo. Por outro lado, os humanos não produzem frutose. Ela é encontrada em frutas, em sucos de frutas e no mel (a fructose é comumente chamada de açúcar das frutas). Ela também é abundante em alimentos processados, como refrigerantes, doces, sorvetes, cereais matinais, geleia e compotas. As crianças tendem a comer mais açúcar na forma desses doces, o que aumenta o risco de obesidade e o desenvolvimento de doenças hepáticas. O fígado é o único órgão que pode metabolizar a frutose. Quando as pessoas consomem quantidades excessivas de calorias e frutose, o fígado começa a transformá-las em gordura.

Leia mais:

Ótima Receita Caseira para Esteatose Hepática (Gordura no Fígado)

Os 11 Piores Alimentos Processados que Você Jamais Deve Comprar

Fontes:
– Natural News: Fatty liver disease on the rise in children—from too many sweet treats
Daily Mail: A sweetener in ice cream and soda is crippling our children’s livers: Study shows fructose is as dangerous for young organs as alcohol
– The American Journal of Clinical Nutrition: Fructose, weight gain, and the insulin resistance syndrome1,2,3
– WHO: Childhood overweight and obesity

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe