Notícias Naturais

À medida que a população geral se alinha e se enche com citotoxinas (ingredientes da vacina), outra mutação viral está sendo prevista. Desta vez, os cientistas estão avisando sobre um novo tipo de vírus da gripe aviária, que está a três mutações de se conectar a células hospedeiras humanas e se tornar uma pandemia global. Não importa quantas vezes a população se injete com mercúrio, alumínio, formaldeído, glutamato monossódico, esqualeno e células doentes de embrião animal e humano; sempre há uma outra mutação muito próxima, pronta para aniquilar os sistemas imunológicos enfraquecidos das populações lamentavelmente despreparadas. Além disso, oprimidas por alimentos processados ​​que são nulos de elementos nutritivos protetores, as pessoas são alvos fáceis à espera de serem tomadas à força por agentes patogênicos mutantes.

Sob o feitiço da propaganda de vacinas, as populações têm falsas esperanças de serem protegidas da doença e da morte. Muitos são ingênuos o suficiente para acreditar nas mentiras que as vacinas os mantêm protegidos da doença. No entanto, na realidade, as vacinas nunca erradicaram qualquer tipo de doença. Os rótulos e os nomes da doença mudam ao longo do tempo, enganando as massas. A doença e a morte continuam. Os vírus e bactérias continuam a sofrer mutação aumentando a velocidade, manifestando-se como doença e sintomas que são todos semelhantes e se parecem muito com os surtos registrados ao longo da história.

A mutação mais recente, que afeta principalmente as aves (H7N9), já infectou 779 pessoas devido a surtos na China. O vírus da gripe aviária é monitorado de perto, pois pode mudar rapidamente e representa uma ameaça significativa para a saúde pública. A China fechou mercados de aves em duas cidades depois que dois distritos detectaram por lá a H7N9. Se três mutações específicas ocorrem simultaneamente na natureza, os cientistas alertam para que áreas densamente povoadas na China possam ser infectadas por uma forma mortal do vírus.

Os cientistas não têm certeza se o vírus se dará por satisfeito mutando para este ponto ou se iniciará uma série de mutações triplas que poderiam iniciar uma pandemia global. Nos primeiros quatro meses de 2017, houve mais mortes por gripe aviária na China do que durante todo o ano de 2016. A pandemia de gripe aviária mais mortal ocorreu em 1918-1919, e as pessoas infectadas vivem principalmente na Alemanha, Grã-Bretanha, França, Espanha e Estados Unidos. Em meses, morreram mais de 50 milhões de pessoas, principalmente aqueles com sistemas imunológicos enfraquecidos, como pacientes hospitalares e idosos.

O melhor para a sua saúde você encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais

James Paulson, do Scripps Research Institute, na Califórnia, analisou de perto as mudanças que ocorrem dentro do genoma do vírus. A hemaglutinina H7, uma proteína localizada na superfície do vírus da gripe, permite que o vírus se apegue facilmente às células hospedeiras em aves. Em testes de laboratório, as mutações em três dos aminoácidos do vírus deram ao vírus a capacidade de se ligar a células humanas.

Este estudo nos ajudará a monitorar o risco que a gripe aviária representa de forma mais informada e aumentar o conhecimento de quais mudanças nos vírus da gripe aviária podem ser potencialmente perigosas será muito útil na vigilância“, disse Fiona Culley, especialista em imunologia respiratória no Imperial College de Londres.

As mutações ocorrem individualmente na natureza, mas o risco de as três mutações ocorrerem simultaneamente é baixo. No entanto, Wendy Barclay, especialista em gripe do Imperial College destacou a importância de manter uma vigilância intensa sobre a gripe aviária H7N9. À medida que mais pessoas são infectadas, maior a probabilidade de que a mutação tripla possa ocorrer. À medida que as populações de sistema imunológico empobrecido se tornam mais suscetíveis à cepa, mais provavelmente ela sofrerá mutação e aproveitará as vulnerabilidades humanas.

Durante muito tempo, as populações basearam-se na abordagem unilateral da imunidade aumentada através de vacinas. A cada injeção, os seres humanos ignoram sua resposta imune humoral natural, enfraquecendo inevitavelmente suas primeiras linhas de defesa, seu microbioma protetor, trato gastrointestinal e mucosas. Consequentemente, a capacidade do sistema imunológico de reconhecer e responder rapidamente a ameaças virais e bacterianas mutantes sofre. O resultado é o aumento da susceptibilidade a novos patógenos e a manifestação da doença.

Leia mais:

Os Perigos do Alumínio – O que Eles Não Querem que Você Saiba

Evidência Esmagadora: Como as Vacinas Causam Hipersensibilidade do Sistema Imunológico e Causam Alergias Extremas, Autismo e Morte

Fontes:
Natural News: Pandemic bird flu virus just three mutations away, warn scientists
– Daily Mail: Just THREE mutations are needed to make bird flu a potential pandemic strain that could kill millions, experts warn
– Natural News: Health Basics: The 11 most toxic vaccine ingredients and their side effects
– Natural News: Vaccines lower immunity

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe