Notícias Naturais
Share on Facebook62Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Um estudo publicado na Acta Physiologica adverte que o uso prolongado de anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), como o ibuprofeno, pode inibir o crescimento muscular em pessoas que se envolvem em treinamento com pesos.

Como parte do estudo, os pesquisadores do Karolinska Institutet na Suécia examinaram homens e mulheres saudáveis ​​de 18 a 35 anos, que foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos: um grupo que tomava 1.200 mg de ibuprofeno, enquanto que o outro tomava uma dose relativamente baixa de 75 mg de ácido acetilsalicílico.

Os participantes tomaram estes medicamentos todos os dias durante oito semanas. Os entrevistados também foram submetidos a exercícios de treinamento de peso supervisionados para os músculos da coxa duas a três vezes por semana durante o mesmo período.

Os pesquisadores então examinaram o crescimento muscular, a força muscular e os marcadores anti-inflamatórios nos músculos dos participantes. Os especialistas observaram que o volume muscular era duas vezes maior nos participantes que receberam AINEs de baixa dose do que aqueles que tomaram doses elevadas de ibuprofeno.

Do mesmo modo, os participantes que estavam em alta dose de tratamento com ibuprofeno também apresentaram comprometimento da força muscular. Os resultados da biópsia também revelaram que os marcadores clássicos de inflamação foram inibidos naqueles que tomaram ibuprofeno.

Leia também: 14 Poderosos Remédios Naturais para Combater a Dor

Os resultados são extremamente interessantes, uma vez que o uso de medicamentos anti-inflamatórios é tão generalizado a nível mundial, sobretudo entre os atletas de elite e os indivíduos ativamente recreativos. Optamos por analisar o efeito do ibuprofeno, pois ele é o medicamento anti-inflamatório mais bem estudado no mercado, mas acreditamos que doses elevadas de todos os tipos de AINEs sem receita tenham efeitos semelhantes“, disse o cientista principal Tommy Lundberg ao site Science Daily.

Isso sugere que os processos de inflamação muscular quando combinados com o treinamento com pesos são benéficos para o desenvolvimento a longo prazo de massa muscular nova, pelo menos nos jovens. Nossos resultados sugerem que os jovens que fazem treinamento com pesos para aumentar sua massa muscular devem evitar altas doses regulares de medicamentos anti-inflamatórios“, acrescentou Lundberg.

Leia também: Ibuprofeno Leva à Sindrome do Intestino Solto

Estudos anteriores também encontram ligação entre AINEs e perda muscular

As recentes descobertas coincidem com estudos prévios que demonstram uma correlação entre o uso de analgésicos e a perda muscular. De acordo com estudos anteriores, os medicamentos têm sido utilizados por atletas para mitigar a dor relacionada ao exercício antes que ela comece.

Os atletas costumam auto-administrar esses medicamentos para prevenir dor e inflamação antes que eles ocorram. Contudo, atualmente faltam evidências científicas para essa abordagem e os atletas devem estar conscientes dos riscos potenciais na utilização de AINEs como agente profilático. Estes agentes não são benignos e podem produzir efeitos secundários significativos, incluindo gastrintestinal e condições cardiovasculares, bem como efeitos secundários renais e músculo-esqueléticos“, revelou um estudo publicado em The Physician e Sports Medicine.

Leia também: Estudo: Café Demonstra ser tão Eficaz Quanto o Ibuprofeno para Aliviar a Dor

Os analgésicos também foram diretamente associados com a síntese proteica prejudicada em indivíduos fisicamente ativos em outro estudo.

Como parte do estudo, os participantes receberam uma pílula de placebo ou doses máximas de AINEs de venda livre, como ibuprofeno e acetaminofeno, seguindo 10 a 14 conjuntos de extensores de joelho.

Os resultados mostraram que os participantes que tomaram os analgésicos exibiram síntese proteica reprimida. As descobertas apoiam estudos anteriores que demonstram os efeitos negativos dos medicamentos sobre o metabolismo proteico nos músculos esqueléticos.

Leia também: 5 Alternativas Naturais para o Ibuprofeno

Os analgésicos como o ibuprofeno são classificados como inibidores da ciclooxigenase. Segundo os cientistas, a atividade da ciclooxigenase desempenha um papel importante na hipertrofia muscular. A capacidade do ibuprofeno para mitigar essa atividade significa que o medicamento também pode inibir simultaneamente a hipertrofia muscular, observaram os pesquisadores.

Especialistas em saúde anteriormente desencorajaram o uso de analgésicos sem receita como o ibuprofeno no tratamento de fraturas completas, fraturas de estresse em maior risco de não união ou em lesões musculares crônicas. Por outro lado, os especialistas recomendam os medicamentos para aliviar tensões agudas do ligamento, tensões musculares, tendinite e lesão muscular excêntrica. No entanto, eles afirmam que o uso de analgésicos deve ser exercido com cautela e que a duração do tratamento deve ser mantida tão breve quanto possível.

Leia mais:

[Estudo] Analgésicos Comuns como o Ibuprofeno Demonstraram Aumentar o Risco de Ataque Cardíaco Dentro de uma Semana de Uso

Adolescente Esta Ficando Cego após Administração de Ibuprofeno

Fontes:
– Natural News: Ibuprofen found to block muscle gains after exercise
– Science Daily: Anti-inflammatory drugs can inhibit muscle growth
– Body Building: Can Pain Pills Kill Your Bodybuilding Gains?
– Wiley Online Library: High-doses of anti-inflammatory drugs compromise muscle strength and hypertrophic adaptations to resistance training in young adults

Share on Facebook62Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe