Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Um grande estudo global afirma que a dieta com pouca gordura pode aumentar o risco de morte prematura.

Esta pesquisa, publicada pela revista The Lancet, contesta o que nós sempre acreditamos – que muita gordura irá matá-lo.

O estudo sugere que o menor consumo de gordura está associado a um maior risco de morte comparado com a ingestão mais alta – o que equivale a 35% da energia. Além disso, consumir quantidades maiores de carboidratos (mais de 60% de energia) pode ser uma ameaça à sua vida.

Os pesquisadores do Instituto de Pesquisa em Saúde da População (PHRI) da McMaster University e Hamilton Health Sciences em Hamilton, Canadá, analisaram dados do estudo Prospective Urban Rural Epidemiology (PURE), que envolveu mais de 135 mil pessoas de 18 países em sete regiões geográficas: América do Norte, América do Sul, Europa, Oriente Médio, Ásia do Sul, China, Sudeste Asiático e África. Os participantes foram questionados sobre sua dieta por uma média de sete anos e meio entre janeiro de 2003 e março de 2013.

Os pesquisadores observaram que as gorduras alimentares não estão associadas a maiores doenças cardiovasculares, mas o maior consumo de gordura foi associado a menor mortalidade. Isto foi visto para todos os principais tipos de gorduras saturadas, poli-insaturadas e mono insaturadas. As gorduras saturadas foram associadas com menor risco de AVC, contradizendo a afirmação do Serviço Nacional de Saúde da Grã-Bretanha que comer uma grande quantidade de gordura saturada pode aumentar os níveis de colesterol no sangue.

O estudo questiona as crenças convencionais sobre as gorduras dietéticas e os resultados clínicos.

Mahshid Dehghan, autor principal do estudo e pesquisador da PHRI, disse em um relatório do site Science Daily que uma diminuição na ingestão de gordura automaticamente levou a um aumento no consumo de carboidratos.

… nossas descobertas podem explicar o porquê certas populações, como os sul-asiáticos, que não consomem muita gordura, mas que consomem muitos carboidratos, têm maiores taxas de mortalidade“, disse ela.

Um estudo de 2015 da Universidade de Harvard sugeriu que as dietas com baixo teor de gordura não funcionam, porque estas não têm correlação com a perda de peso ou boa saúde.

Apesar do dogma penetrante que é preciso cortar a gordura para perder peso, a evidência científica não apoia as dietas com baixo teor de gordura em relação a outras intervenções dietéticas para a perda de peso a longo prazo“, concluiu o Dr. Deirdre Tobias em um estudo anterior citado pelo site Natural News.”Não há boas provas de se recomendar dietas com baixo teor de gordura“.

Em outro estudo, também foi avaliado o consumo de frutas, legumes e leguminosas. As pessoas que consomem três a quatro porções ou um total de 375 a 500 gramas de frutas, vegetais e leguminosas por dia apresentaram menor risco cardiovascular e menor risco de morte, de acordo com os resultados.

Uma vez que este estudo inclui populações de regiões geográficas que não foram estudadas anteriormente, as descobertas de que esses alimentos reduzem o risco de doença aumentaram a força da afirmação.

A ingestão de vegetais crus foi mais fortemente associada a um menor risco de morte em comparação com a ingestão de vegetais cozidos, mas os vegetais crus raramente são comidos no sul da Ásia, África e Sudeste Asiático“, disse Victoria Miller, uma doutora do McMaster e autora principal do estudo PURE.

Há pouco ou nenhum dado disponível no Oriente Médio, América do Sul, África ou Ásia do Sul em relação à associação da ingestão de frutas, legumes e leguminosas com a doença cardiovascular e morte antes desse estudo.

As dietas que incluem ingestão moderada de gordura e frutas e vegetais, e a evasão de carboidratos altos podem reduzir o risco de morte, concluíram os cientistas.

Leia mais:

Indústria Alimentícia Inicia Nova Campanha contra o Óleo de Coco, Apesar dos Estudos Mostrarem que ele é bom para sua Saúde

Leite e Queijo Gordo Realmente Reduzem o Risco de Doença Cardíaca, Dizem Estudos

Fontes:
– Natural News: Low-fat diets found to be DEADLY in large-scale study
– NHS: Is saturated fat bad for me?
– The Lancet: Associations of fats and carbohydrate intake with cardiovascular disease and mortality in 18 countries from five continents (PURE): a prospective cohort study

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe