Notícias Naturais
Share on Facebook78Tweet about this on TwitterShare on Google+1Email this to someone

Um ingrediente ativo no chá verde chamado epigalocatequina-3-galato (EGCG) demonstrou inibir o comprometimento da memória, a resistência à insulina no cérebro e a obesidade, concluiu um novo estudo. De acordo com um estudo que foi publicado online no The FASEB Journal, a EGCG, a catequina, o componente bioativo mais abundante presente no chá verde, pode contribuir para abordar problemas de neuro-inflamação e resistência à insulina cerebral que é desencadeada por uma dieta rica em gordura e alta frutose (HFFD).

O chá verde é a segunda bebida mais consumida no mundo após a água e ele é cultivado em pelo menos 30 países. O antigo hábito de beber chá verde pode ser uma alternativa mais aceitável à medicina quando se trata de combater a obesidade, resistência à insulina e comprometimento da memória“, disse Xuebo Liu, Ph.D., pesquisador da Faculdade de Ciência e Engenharia de Alimentos, Northwest A & F University, em Yangling, na China.

Estudos anteriores apontaram as capacidades da EGCG para abordar distúrbios no corpo, mas até agora, o efeito da EGCG em questões mais específicas, como a resistência à insulina e a função mental, ainda não foi categorizado.

A EGCG, o principal polifenol presente no chá verde, possui atividades antioxidantes, anti-inflamatórias e cardioprotetoras; no entanto, poucos relatos se concentraram no seu potencial efeito sobre os distúrbios cognitivos. Neste estudo, nosso objetivo foi investigar os efeitos protetores do tratamento com EGCG sobre a resistência à insulina e comprometimento da memória induzido pelo HFFD“, acrescentou Liu.

Liu, que junto com três colegas fizeram o experimento colocando ratos de três meses sob três dietas diferentes: 1) um grupo de controle alimentado com uma dieta padrão; 2) um grupo que recebeu uma dieta rica em HFFD; e 3) um grupo que recebeu uma dieta rica em HFFD com dois gramas de EGCG por litro de água potável.

Os pesquisadores monitoraram os ratos por 16 semanas. No final dessas semanas, os pesquisadores testaram as mudanças nas estruturas fisiológicas e mentais dos camundongos, assim como em termos de expressão genética, peso corporal e função cognitiva e insulina.

Eles concluíram que os ratos que receberam uma dieta rica em HFFD pesavam mais do que os ratos de controle e pesavam significativamente mais do que os ratos que receberam HFFD + EGCG. Quando se tratava do teste de labirinto aquático de Morris, os ratos do grupo HFFD demoraram mais tempo para encontrar a plataforma do que aqueles que estavam no grupo controle. O HFFD + EGCG, entretanto, teve uma latência de fuga e distância de escape significativamente menores do que o grupo HFFD.

O doutor Thoru Pederson, e editor-chefe do The FASEB Journal, disse que este estudo é uma grande contribuição para o mundo da biologia, observando que: “Muitos relatórios, anedóticos e, em certa medida, baseados em pesquisas, são agora muito fortalecidos por esse estudo mais penetrante.”

Consumo de chá verde e a saúde humana

Alguns estudos sugerem que beber regularmente chá verde pode reduzir as chances de desenvolver certos tipos de câncer, como o câncer de mama. Outros materiais de pesquisa mostraram que os bebedores regulares de chá verde, ou aqueles que bebem cinco xícaras ou mais diariamente, têm uma chance 28 por cento menor de incorrer em doenças cardíacas. Beber chá preto, no entanto, não equivale aos mesmos resultados.

O novo estudo também ecoa alguns dos fatos já aceitos como conhecimento geral no mundo da ciência. Por exemplo, as evidências fornecidas que, além de ganho de peso e síndrome metabólica, uma dieta estereotipada ocidental contribui para o declínio cognitivo e a doença de Alzheimer. A dieta mediterrânea, por outro lado, devido ao seu alto teor de antioxidantes, ajuda a estabelecer uma melhor cognição e reduz o risco de demência na velhice.

Isso não significa que as pessoas possam comer muito junk food e contrariar os efeitos nocivos com um monte de chá verde, disseram os pesquisadores. Uma dieta equilibrada, uma boa quantidade de sono e exercício ainda são fundamentais para ter um corpo e uma mente saudáveis.

Leia mais:

Top 10 Chás Funcionais

6 Alternativas Saudáveis para o Café

Fontes:
– Natural News: Green tea catechins found to protect the brain from cognitive decline
– Science Daily: Green tea ingredient may ameliorate memory impairment, brain insulin resistance, and obesity
– Oxford Academic: Green tea, black tea and breast cancer risk: a meta-analysis of epidemiological studies
The American Journal of Clinical Nutrition: Black and green tea consumption and the risk of coronary artery disease: a meta-analysis1,2,3 

Share on Facebook78Tweet about this on TwitterShare on Google+1Email this to someone

Posts relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe