Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Um ingrediente básico da cozinha salvou a vida de uma mulher de 57 anos que lutava contra o câncer de sangue por cinco anos. Depois de passar por três ciclos de quimioterapia e quatro transplantes de células estaminais para tratar o mieloma, Dieneke Ferguson pensou que tinha se esgotado todas as suas opções.

O mieloma se desenvolve quando os glóbulos brancos produzidos na medula óssea começam a se multiplicar incontrolavelmente. Quando isso acontece, o corpo deixa de produzir os anticorpos normais necessários para combater a infecção, resultando em danos nos ossos, dor intensa, fadiga e danos nos nervos. Normalmente, as pessoas que desenvolvem a doença não vivem além dos cinco anos do diagnóstico.

Falando ao Daily Mail Online, Ferguson, que mora no norte de Londres e dirige a Hidden Art, uma empresa sem fins lucrativos que ajuda os artistas a comercializarem seu trabalho, explicou que ela usou todos os tipos de medicamentos tóxicos com efeitos colaterais aterrorizantes. Em algum momento, essas substâncias tóxicas a fizeram perder a memória por três dias e duas vértebras em sua espinha entraram em colapso, então ela não podia andar. Apesar de tudo o que tentou, o câncer parecia imparável.

Como os tratamentos convencionais contra o câncer a desapontaram, ela pensou que estava perdendo a batalha. Como último recurso, Ferguson voltou-se para um produto natural chamado curcumina. A curcumina é o pigmento amarelo extraído da cúrcuma.

Leia também: [Estudo] Combinação de Três Nutrientes Demonstrou “Derreter” as Células do Câncer de Próstata

Como um produto básico da cozinha mudou a vida desta mulher

Como ela não tinha nada a perder e aprendeu sobre as propriedades de luta contra o câncer da curcumina através de um grupo de apoio na internet, ela decidiu tentar este antigo remédio. Uma vez que a cúrcuma só contém dois por cento de curcumina de combate ao câncer, Ferguson começou a tomar oito gramas de curcumina concentrada em forma de comprimido diariamente.

Eu disse ao meu oncologista que estava tomando isso e ele estava muito interessado, especialmente quando aparentemente fez tal diferença“, disse Ferguson.

Onde todos os outros tratamentos convencionais falharam, os suplementos de curcumina tiveram um efeito tremendo. Após cinco anos tomando as cápsulas de curcumina, a contagem de células de câncer de Ferguson é insignificante.

Muitos estudos mostraram a capacidade da curcumina para parar o câncer em suas ramificações, inibindo o crescimento de células cancerosas e desencadeando a morte celular programada. Mais de 2.000 estudos científicos mostraram a capacidade da curcumina para combater os cânceres da mama, próstata, fígado, cólon, pulmão, pâncreas e muito mais. Embora as potentes propriedades anticancerígenas da curcumina sejam conhecidas há séculos, o mundo médico e os principais meios de comunicação mantiveram silêncio até agora.

A recuperação de Dieneke Ferguson foi tão incrível que foi apresentada em um relatório publicado no eminente British Medical Journal (BMJ).

Quando você revisa seu gráfico, não há nenhuma explicação alternativa [para a recuperação dela], além da resposta a curcumina“, disse Jamie Cavenagh, professor de doenças do sangue no London’s Barts Hospital e co-autor do relatório.

Leia também: Por que a Indústria do Câncer NÃO Quer que Você Aprenda sobre Alimentos Anticancerígenos

As propriedades da curcumina de combate ao câncer são reais

Ferguson está convencida de que a curcumina pode ajudar outras pessoas a lutarem contra o câncer. O problema, no entanto, é que o mundo médico não pode recomendá-la, observou. Na medicina oriental, a curcumina tem sido utilizada há séculos, não só para combater o câncer, mas também no tratamento bem-sucedido de uma série de doenças, incluindo doenças cardíacas, infecção, depressão e demência.

O mundo científico pesquisou extensivamente seus efeitos anti-inflamatórios, de combate ao câncer e anti-sépticos. No entanto, a cúrcuma não é promovida como um tratamento seguro e acessível.

A curcumina é um forte agente anti-inflamatório e a inflamação crônica é o precursor de 99% de todos os cânceres“, explicou Angus Dalgleish, professor de câncer no St George’s Hospital, no sul de Londres.

Antes de poder ser amplamente prescrita pelos médicos, ela deve ser testada em ensaios em grande escala. Infelizmente, ninguém está disposto a enfrentar o desafio, uma vez que esses testes custam milhões de dólares. Um investimento que nunca poderia ser reembolsado, pois não há muito dinheiro a partir de vendas de um composto natural que não pode ser patenteado,  informou o Daily Mail Online.

Julie Ryan, especialista em câncer do Centro Médico da Universidade de Rochester, em Nova York, disse à revista Nature que a atividade biológica da curcumina é real. Ela acredita que formas quimicamente modificadas podem ser ainda mais eficazes para atingir determinados tecidos.

Leia mais:

6 Benefícios da Cúrcuma para a Saúde

Novo Estudo Confirma que Comer Cúrcuma Todos os Dias Reverte o Câncer

Fontes:
– Natural News: Mainstream media finally starting to ask why TURMERIC isn’t being promoted as a safe, affordable treatment for CANCER
Daily Mail: How curry spice helped a dying woman beat cancer: Sufferer, 67, turned to kitchen cupboard staple turmeric after five years of failed treatment
– The Truth About Cancer: The Amazing Cancer-Fighting Benefits of Curcumin
BMJ Case Reports: Long-term stabilisation of myeloma with curcumin

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

1 Comment