Notícias Naturais

Uma dieta rica em gorduras benéficas derivadas de vegetais, como o óleo de coco e a manteiga de cacau, podem ajudar a aliviar os sintomas da doença de Crohn, revelou um novo estudo. A doença de Crohn é um tipo de doença inflamatória intestinal caracterizada por inchaço intestinal, câimbras e diarreia. A condição afeta mais de meio milhão de pessoas nos EUA. Contudo, a causa da doença de Crohn ainda não está clara.

Como parte do estudo, uma equipe de pesquisadores da Case Western Reserve University examinou os efeitos das gorduras saudáveis ​​em camundongos que apresentavam sintomas semelhantes a doença de Crohn. O estudo revelou que os ratos alimentados com óleo de coco e manteiga de cacau tinham 30 por cento menos tipos de bactérias intestinais em comparação com aqueles alimentados com uma dieta normal. A equipe de pesquisa também observou a composição das bactérias intestinais significativamente diferente entre os dois grupos. De acordo com os especialistas, as diferenças foram observadas nas fezes dos animais e no ceco. O ceco é uma porção no intestino que fica inflamada em pacientes devido à doença de Crohn.

A descoberta é notável porque isso significa que o paciente de Crohn também poderia ter um efeito benéfico sobre suas bactérias intestinais e inflamação ao mudar o tipo de gordura em sua dieta. Os pacientes só precisam substituir uma gordura “ruim” por uma gordura “boa” e comer quantidades normais“, observa o principal autor Alexander Rodriguez-Palacios ao Science Daily.

Os resultados podem ajudar os clínicos a determinarem a bactéria a ser usada em probióticos para tratar os pacientes com a condição. “Estudos em curso agora estão nos ajudando a entender qual componente das gorduras “boas”e “ruins” fazem a diferença nos micróbios intestinais e tornam os ratos mais saudáveis. Em última análise, objetivamos identificar os micróbios amantes das gorduras “boas” para testes com probióticos… Nem todas as gorduras “boas” podem ser boas em todos os pacientes. Os ratos indicam que cada pessoa poderia responder de forma diferente. Mas a dieta é algo que nós somos muito esperançosos, podendo ajudar pelo menos alguns pacientes sem os efeitos colaterais e os riscos carregados pelos medicamentos. O truque agora é realmente descobrir o que torna uma gordura “boa” ou “ruim” para a doença de Crohn“, acrescentou Rodriguez-Palacios.

Os resultados foram apresentados na conferência anual da Semana da Doença Digestiva em Chicago, Illinois. O estudo, que foi o primeiro a identificar as mudanças nas bactérias intestinais, foi um dos seis únicos estudos aceitos para a apresentação na conferência.

Fatos rápidos sobre a doença de Crohn

Os dados do site de saúde Crohns And Colitis revelaram que aproximadamente 700.000 pessoas nos EUA são afetadas pela doença. O site também mostrou que a doença afeta homens e mulheres. O diagnóstico de doença de Crohn geralmente ocorre entre as idades de 15 e 35. De acordo com o site, até 20 por cento das pessoas com doença de Crohn têm um parente de sangue que sofre de síndrome do intestino irritável (SII).

Os sintomas da doença de Crohn incluem: diarreia, sangramento retal e perda de peso inexplicável. Febre, dor abdominal e cólicas também podem ser observadas em pessoas com a doença. A fadiga, o apetite reduzido e a sensação de pouca energia estão entre outros sintomas da doença. Da mesma forma, a condição pode afetar negativamente os olhos, a pele e as articulações.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), certos grupos de pessoas estavam em maior risco de desenvolver SII, como a doença de Crohn. De acordo com o CDC, os brancos hispânicos e não hispânicos têm maiores probabilidades de sofrer SII. As pessoas que tinham níveis educacionais mais baixos, que eram pobres e aquelas que viviam em áreas suburbanas também eram mais suscetíveis à condição. Do mesmo modo, observou-se um risco significativamente maior de SII em pessoas que atualmente estavam desempregadas. Além disso, o CDC observou que as pessoas nascidas nos EUA tinham maior probabilidade de desenvolver a doença em comparação com as nascidas fora do país.

Leia mais:

Conspiração contra a Gordura Saturada: Cardiologista Responde ao Ataque Ignorante ao Óleo de Coco

Óleo de Coco – Tenha um Frasco em Cada Cômodo da Casa!

Fontes:
Tudo Saudável: [Estudo] Dieta Rica em Gordura Saturada Demonstrou Reduzir os Sintomas da Doença de Crohn
– Natural News: High-fat diet found to reduce symptoms of Crohn’s disease
– Science Daily: High fat diet reduces gut bacteria, Crohn’s disease symptoms
– Crohn´s and Colitis: Crohn’s disease vs. ulcerative colitis
CDC: Inflammatory Bowel Disease (IBD): What Is It?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe