Notícias Naturais

Vacinas Gardasil e contra a Hepatite B Associadas à Nova Doença Auto-imune ASIACaro leitor,

Lembra quando a narrativa sobre a segurança da vacina foi deliberadamente focada sobre o timerosal, um conservante etilmercúrio e nada mais? Bem, vamos ignorar o mercúrio por enquanto porque temos um problema maior na mão.

Isso ocorre porque, em 2011, o Shoenfeld et al., chocou o mundo da pesquisa com sua publicação histórica que descreveu uma nova doença, provavelmente antropogênica (causada por humanos) chamada síndrome autoimune/inflamatória induzida por adjuvantes (ASIA). Ela também é conhecida como síndrome de Shoenfeld, nomeada após o Dr. Y. Shoenfeld, o descobridor desta doença estranha. [1] Esta síndrome reúne um espectro de doenças imunomediadas desencadeadas por um estímulo adjuvante. A exposição crônica a um adjuvante aparentemente desencadeia esta doença. Os adjuvantes podem ser altamente variáveis, incluindo o silicone, fungos ambientais e sais de alumínio presentes em vacinas.

Os principais critérios clínicos da doença são: mialgia, miosite, fraqueza muscular, artralgia e/ou artrite, fadiga crônica, sono não reparador ou distúrbios do sono, manifestações neurológicas (especialmente associadas à desmielinização semelhante à EM), incapacidade cognitiva e perda de memória, pirexia e boca seca, após a exposição a estímulos externos tais como adjuvantes, infecções, vacinas e silicone. [2]

Existe agora um crescente receio de que o alumínio, um adjuvante comum da vacina, seja uma causa de numerosas doenças crônicas debilitantes, como uma nova síndrome cunhada em 2010 por um hepatologista francês chamada de miofascite macrofágica (MMF). Recentemente, a biópsia muscular em locais de injeção de pacientes vacinados que sofrem de uma constelação de sintomas como fadiga severa, dores musculares/articulares e perda de memória, revelou nanopartículas de alumínio contidas dentro do citoplasma dos macrófagos. Os macrófagos são um importante tipo de célula imunológica tipicamente vistas em condições inflamatórias. Eu não vou me aprofundar aqui, mas os nanomateriais apresentam uma ameaça nova e perigosa a nossa saúde. Portanto, o nanoalumínio, presente em vacinas, pode ser particularmente perigoso.

No mesmo estudo mencionado acima (Shoenfeld et al., 2011), os pesquisadores Shoenfeld e Agmon-Levin reviram que os dados atuais suportam um denominador comum em quatro condições aparentemente não relacionadas: siliconose de implantes mamários, a síndrome da guerra do golfo (SGG), miofascite macrofágica (MMF), e auto-imunidade induzida pós-vacinação. Todos estes compartilham um denominador comum: a presença de um adjuvante que cronicamente estimula o sistema imunológico. Além disso, essas quatro doenças compartilham um complexo semelhante de sinais e sintomas – os mencionados acima para a ASIA – que apoiam ainda mais um denominador comum.

Em minha pesquisa nos últimos cinco anos com relação aos danos causados ​​pelas vacinas e com a publicação subsequente do meu livro em 2016, descobri que o alumínio adjuvante assumido como seguro, é provavelmente tão tóxico quanto o etilmercúrio, o tipo encontrado nas vacinas. A lista de vacinas que contêm alumínio são muitas. A ASIA tem sido associada a muitas das vacinas atualmente prescritas, tais como Gardasil e a vacina contra a hepatite B.

De acordo com o site do CDC:

O adjuvante de alumínio está presente em vacinas infantis dos EUA que previnem a hepatite A, hepatite B, difteria-tétano-pertussis (DTaP, Tdap) Haemophilus influenzae tipo b (Hib), papilomavírus humano (HPV) e pneumococo… As vacinas da gripe sazonal utilizadas nos Estados Unidos não contêm adjuvantes.

Mas espere, caro leitor, há muito mais. Nas próximas semanas, revelarei os efeitos profundamente tóxicos desse adulterante supostamente seguro presente nas vacinas. Também vou cobrir provas chocantes de “acumuladores de alumínio” em nossas ervas cotidianas. Nossa exposição ao alumínio tem aumentado desde a década de 1950. Evidência notável está aumentando que o alumínio pode contribuir/causar demência, distúrbios do desenvolvimento neurológico e auto-imunidade para citar apenas alguns.

Referências:

[1]  Shoenfeld et al. ‘“ASIA” – autoimmune/inflammatory syndrome induced by adjuvants,’ Journal of Autoimmunity, Volume 36, Issue 1, Pages: 4-8, DOI: 10.1016/j.jaut.2010.07.003 FEB 2011

[2] Caldeira, Mónica MD.  Siliconosis: Autoimmune/Inflamatory Syndrome Induced by Adjuvants (ASIA)

Leia mais:

 

Vacinas Populares Contaminadas com Partículas Inexplicadas Contendo Metais Pesados Tóxicos

A Vacina Contra a Hepatite B é Realmente Segura?

Fontes:
Natural News: Gardasil and Hepatitis B vaccines associated with new autoimmune disease ASIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe