Notícias Naturais

Tatuagens Podem Levar a Hipertermia por Prejudicarem a Produção de Suor Natural da PeleAs tatuagens podem aumentar o risco de sofrer de hipertermia, demonstrou um pequeno estudo. Para realizar o estudo, os pesquisadores do Alma College, Michigan, usaram uma droga chamada pilocarpina para induzir a transpiração entre os participantes e, em seguida, coletaram as amostras de suor. O primeiro lote de amostras foi retirado da pele tatuada, enquanto o outro lote foi retirado da pele não tatuada dos participantes no lado oposto do corpo. A transpiração é um componente chave da regulação da temperatura do corpo. A transpiração ajuda o corpo a arrefecer conforme o suor se evapora da pele.

De acordo com o estudo, a pele tatuada produziu menos suor e continha maior concentração de sódio em comparação com a pele não tatuada. “Não temos certeza se é a tinta ou o trauma ou uma combinação de ambos que é responsável pelos resultados que vimos“, disse a autora do estudo Maurie Luetkemeier ao Daily Mail. No entanto, os pesquisadores inferiram que as tatuagens inibem a pele de liberar calor durante o tempo quente. A perda de calor limitada, por sua vez, pode levar a uma maior temperatura corporal e aumentar significativamente o risco de exaustão pelo calor e hipertermia.

As descobertas foram publicadas na revista Medicine & Science in Sports &  Exercise.

Os riscos de saúde relacionados a tatuagens estão além da superfície da pele

As tatuagens tornaram-se um produto básico da cultura pop nas últimas décadas. De fato, as estatísticas recentes mostraram que 45 milhões de americanos têm pelo menos uma tatuagem. De acordo com as estatísticas, 36 por cento dos adultos com idades entre 18 a 25 anos, e 40 por cento dos adultos com idade entre 26 a 40 anos têm pelo menos uma tatuagem. A indústria da tatuagem é estimada gerar receitas de até US$ 1 bilhão até 2020. Embora considerada uma forma de arte por conta própria, as tatuagens representam riscos para a saúde que vão além da superfície da pele. Estes riscos incluem uma ampla gama doenças desde alergias crônicas a cânceres.

Um estudo de 2015 descobriu que as tatuagens induziram a complicações de curto prazo e crônicas nos participantes. Para avaliar os efeitos adversos das tatuagens, os pesquisadores examinaram 300 participantes tatuados e descobriram que 10 por cento deles experimentaram alguma forma de complicações de curto prazo, como infecção bacteriana, inchaço e comichão. Entre esses participantes, cerca de seis em cada 10 sofreram de complicações crônicas. No entanto, os pesquisadores descobriram que, embora muitos participantes experimentaram inchaço ou comichão durante anos, poucos realmente tiveram tempo para checar os sintomas. As descobertas foram publicadas na revista Contact Dermatitis.

Em 2016, a Food and Drug Administration (FDA) emitiu novos avisos sobre os riscos à saúde associados com a tinta da tatuagem, tais como reações alérgicas e infecções.

Outro estudo revelou que a exposição à tatuagem estava ligada a um risco aumentado de infecção por hepatite C. A infecção pode ser transmitida através de agulhas contaminadas. Como parte da pesquisa, os especialistas em saúde da Universidade de Tulane School of Medicine examinou cerca de 2.000 pacientes e descobriu que os doentes infectados com o vírus HCV eram mais propensos a terem uma ou mais tatuagens em comparação com os grupos de controle não infectados. Os resultados sugerem que “a exposição à tatuagem está associada à infecção pelo VHC (hepatite C), mesmo entre aqueles sem fatores de risco tradicionais. Todos os pacientes que têm tatuagens devem ser considerados em maior risco de infecção por VHC e deveria ser oferecido aconselhamento e testes de VHC“, escreveram os pesquisadores ao Medical Daily. Os resultados apareceram na revista Hepatology.

Um relatório da Agência Europeia de Substâncias Químicas (ECA) observou que a tinta da tatuagem pode conter substâncias químicas potencialmente tóxicas que podem desencadear o início do câncer. De acordo com a agência, as tintas vermelhas pareciam ser a cor mais potencialmente perigosa. O relatório também enfatizou que as tintas azuis, verdes e pretas também podem levar a alguns efeitos adversos à saúde. “Muitos relatórios mostram preocupações com a saúde pública decorrentes da composição das tintas usadas para tatuagem. As preocupações mais graves são alergias causadas pelas substâncias nas tintas e possíveis efeitos tóxicos cancerígenos, mutagênicos ou reprodutivos“, afirmou a agência em um artigo no site News.

Leia mais:

O que Está Escondido em sua Tinta de Tatuagem?

[Estudos] Suicídio e Depressão Relacionados com Obturações Dentárias e Toxicidade por Metais Pesados

Fontes:
Natural News: Tattoos may lead to HEAT STROKE by impairing your skin’s natural sweat production
Daily Mail: Do you have a tattoo? You may be at-risk of HEAT STROKE as inked skin produces significantly less sweat than normal
– NHS: Could your tattoos put you at risk of heat stroke?
Statistic Brain: Tattoo Statistics
– Live Science: Tattoos Can Cause Serious Adverse Reactions
– Medical Daily: Tattoos Affect Your Health: Long-Term Side Effects Ink Has On Your Immune System And Disease Risk
– Online Library Wiley: Association of tattooing and hepatitis C virus infection: A multicenter case-control study†‡
– News: Shock research warns that tattoo ink may cause cancer, with one colour more dangerous than the others
CBS: What’s really going under your skin when getting a tattoo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe