Notícias Naturais

5 Benefícios Maravilhosos para a Saúde da Cúrcuma para BebêsVocê está pensando em incluir cúrcuma na dieta do seu bebê, mas está preocupado que isso poderia prejudicá-lo? Você quer saber quão boa a cúrcuma poderia ser para os bebês? Se você disse que sim, considere ler nosso post abaixo. Aqui, nós analisamos a cúrcuma, se ela é segura para seu bebê e como ela ajuda.

Sobre a cúrcuma: 

A cúrcuma é uma especiaria obtida a partir da raiz da planta. A raiz é utilizada fresca, ou ela é seca e moída em um pó fino. A cúrcuma em pó é de cor amarela profunda (com um tom alaranjado). Tem uma fragrância suave e um gosto ligeiramente amargo.

A cúrcuma é a especiaria mais usada em alguns países do sul da Ásia. Ela também é usada como um tingimento têxtil, e tem muitos usos medicinais. A cúrcuma tem sido um ingrediente ativo em muitas terapias de saúde ayurvédica e natural. Em países onde o uso de cúrcuma não é generalizado, ela pode estar disponível na forma de pílulas e suplementos.

A cúrcuma é segura para bebês?

O consumo de cúrcuma é seguro para os bebês. Mas, os bebês não precisam de cúrcuma para o seu crescimento adequado. Portanto, limite a quantidade de cúrcuma que você alimenta seu bebê. Consulte o médico do seu bebê se você quiser alimentá-lo com cúrcuma, uma vez que ela pode interferir com certos medicamentos e também levar a complicações se o seu bebê sofre de certos problemas médicos.

Uma vez que a cúrcuma tem propriedades de cura de feridas, sua aplicação externa é considerada segura para os bebês. Quando misturada com leite ou creme, ela é usada para manter a suavidade da pele de um bebê como um remédio natural. Mas é melhor perguntar ao médico do seu bebê antes de usar a cúrcuma em seu bebê em qualquer forma – seja através de alimentos ou como aplicações tópicas.

Uma vez que seu bebê tem idade suficiente para consumir alimentos sólidos, você pode introduzir a cúrcuma a ele através de sua dieta. Mas faça apenas se não há complicações ou riscos para o seu filho devido a qualquer ingestão de medicamentos ou condições médicas.

Benefícios para a saúde da cúrcuma para bebês:

A cúrcuma tem inúmeros benefícios para a saúde obtidos quer através do seu consumo ou aplicação externa [1].

* A curcumina é um dos componentes bioativos da cúrcuma e considerada útil para fornecer alívio de distúrbios neurodegenerativos como esclerose múltipla, doença de Alzheimer e mal de Parkinson. Ela também ajuda a combater a depressão  [2] .

* As potentes propriedades antioxidantes da cúrcuma podem favorecer os tratamentos de câncer padrão. A cúrcuma fornece alívio dos sintomas de câncer da pele, de cólon, de próstata e de mama. Sua aplicação tópica ajuda a aumentar os tratamentos de câncer de pele.

* A cúrcuma tem propriedades anti-inflamatórias e, portanto, ela é extremamente útil durante o tratamento da osteoartrite.

* A cúrcuma também tem propriedades antimicrobianas e protege o corpo contra infecções virais e bacterianas.

* Ela também é boa para a saúde do fígado e melhora a digestão. A cúrcuma também pode curar úlceras pépticas e melhorar o movimento do intestino.

Efeitos colaterais da cúrcuma para bebês:

Pratique com cuidado ao usar cúrcuma para o bebê [3]. Alguns dos efeitos colaterais que ela pode desencadear incluem:

* A cúrcuma interfere com certos medicamentos como diluentes de sangue e medicamentos para reduzir a produção de ácido do estômago. Alguns medicamentos comuns que diluem o sangue são a aspirina, ibuprofeno, varfarina, clopidogrel e outros. Medicamentos para reduzir o ácido do estômago podem incluir o Cimetidina, Omeprazol, Famotidina, Ranitidina e outros. Então, se você está amamentando e tomando esses medicamentos, evite consumir cúrcuma. A mesma precaução se aplica se seu filho estiver usando medicamentos para as mesmas condições médicas.

* Também evite a cúrcuma se seu bebê está procurando tratamento para vesícula biliar ou diabetes. Se o seu bebê está programado para quaisquer tratamentos cirúrgicos, evite alimentá-lo com cúrcuma, pois ela pode interferir com as propriedades de coagulação do sangue. Nesses casos, as mães que estão amamentando seus filhos também devem evitar consumir cúrcuma.

Você usou cúrcuma na comida do seu bebê? Você enfrentou algum problema com o uso de cúrcuma para pele do bebê ou por via oral? Compartilhe suas experiências com nossos leitores aqui. Deixe um comentário abaixo.

Referências:

[1] University of Maryland: Turmeric
[2] NCBI: Herbal Medicine: Biomolecular and Clinical Aspects. 2nd edition.
[3] Mercola: Turmeric Compound Boosts Regeneration of Brain Stem Cells, and More

Leia mais:

O Antibiótico Mais Forte da Natureza – Cúrcuma com Mel

Compostos Bioativos da Cúrcuma Impulsionam a Função Cerebral, Tratam o Câncer de Cólon e Aliviam a Depressão

Fontes:
Mom Junction: 5 Wonderful Health Benefits Of Turmeric For Babies

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe