Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Elimine a dor da Artrite com oleo de KrillÉ improvável que você veja krill ou óleo de krill em um menu de restaurante perto de você, embora ele seja consumido no Japão sob o nome okiami. O krill é um pequeno crustáceo anódino, então, o quais são os usos do óleo de krill? Se os pesquisadores estiverem corretos, o krill fornece um óleo que pode ajudar no tratamento de tudo, desde a artrite à disfunção eréctil, bem como fazer seus olhos e cérebro trabalharem melhor.

O nome krill abrange 85 ou mais espécies e possui provavelmente a maior biomassa na Terra: centenas de milhões de toneladas. Em outras palavras, todo o krill do mar pesa mais do que qualquer outra espécie. Isso é surpreendente quando se considera, por exemplo, todas as vacas e ovelhas do mundo.

Se você já viu o filme Happy Feet 2: O Pinguim, o krill é Will e Bill, criaturas parecidas com o camarão que brigam e mordem o traseiro das focas em sua busca pela iluminação. Os fãs do filme irão reconhecer as vozes de Matt Damon e Brad Pitt, mas no mundo real, esses crustáceos invertebrados têm um papel importante nos oceanos e os ecossistemas que os cercam. Eles constituem um alimento crucial para muitas aves marinhas (pinguins e peixes), mamíferos (baleias e focas), répteis (tartarugas) e, claro, muitos tipos de peixes (salmão, lula e sardinha).


O que é o óleo de krill?

Krill Oil 60 cápsulas 500mg

O óleo de krill é extraído a partir de um tipo de krill chamado euphrausia superba. Por muitos anos temos extraído o Omega 3 a partir do salmão, bacalhau, cavala e outros peixes. Mas foi encontrado que o próprio krill é uma fonte muito mais rica de ômega 3 do que qualquer que seja que coma o krill.

Isso parece bastante lógico: então por que não podemos simplesmente experimentar o krill primeiro? Uma razão pode ser porque existem vários tipos de Omega 3, e os benefícios para a saúde de cada um nem sempre eram claros.

Qual o benefício que o óleo de krill não oferecem para a saúde?

O óleo de krill e o óleo de peixe contêm ácidos graxos poli-insaturados de cadeia longa da família omega-3, EPA e DHA. Mas aqui está a diferença: ao contrário do óleo de peixe, o EPA e o DHA presente no óleo de krill estão ligados aos fosfolipídios. É essa diferença de composição que melhora a absorção. O óleo de krill também contém um poderoso antioxidante chamado astaxantina que podem impedir que o EPA e o DHA oxidem.

O resultado disso é que você precisa tomar cerca de 50% menos óleo de krill do que o outro óleo de Omega 3 para os mesmos benefícios, e ele parece ser muito mais potente e versátil do que suas contrapartes à base de peixe.

O óleo de krill é cheio de outros nutrientes importantes, incluindo os ácidos graxos de fosfolipídios (PLFA) – abreviação para fosfatidilcolina.

O especialista em saúde Dr. Frank Oz (para não ser confundido com o médico celebridade da TV com o mesmo sobrenome) escreve que o óleo de krill pode ter 100 vezes mais Omega 3 como a mesma dosagem de muitos suplementos de óleo de peixe. No geral, parece beneficiar especialmente o coração e o cérebro, mas há muito mais.

Ele é bom na redução do colesterol e combate doenças cardíacas em ambos os níveis reduzidos de LDL – o mau colesterol, e aumenta os níveis de HDL – o colesterol bom.

Ele também pode aliviar a dor uterina grave e sintomas emocionais da TPM, reduz a inflamação, alivia o desconforto comum e retarda o aparecimento da demência. Parece melhorar a agilidade mental, o funcionamento dos olhos e os níveis de energia.

O óleo de krill, também é afirmado por aliviar os sintomas do mal de Parkinson, depressão, ADD e TDAH, bem como no tratamento de doenças da pele como dermatites e psoríase. A astaxantina, um componente do óleo de krill, protege a pele dos danos causados ​​pelos raios ultravioletas.

As armadilhas dos suplementos de óleo de krill

Então, estar ligado à sua capacidade de lidar com cada doença ocidental moderna, exceto os boy-bands, há um truque?

Ao que parece não. Aqueles de nós que estiverem em um consumo consciente – sabendo de onde vem nosso alimento – podem tirar proveito. A maioria do krill que é capturado é usado como ração de peixe em fazendas e apenas cerca de 2% é usado em suplementos para a saúde.

Para aqueles de nós que sofrem com arrotos depois de tomar cápsulas de óleo de peixe, o óleo de krill pode ser um benefício, já que é facilmente digerido. Portanto, não há nenhum sabor desagradável na boca ou para o planeta. Tenha em mente que o óleo de krill é derivado de um crustáceo, para aqueles com alergias a frutos do mar ou mariscos devem optar por outras fontes de ômega-3.

Adquira o Óleo de Krill através da loja de produtos naturais, Tudo Saudável.

Leia mais:


[Estudo] Óleo de Krill Reduz Drasticamente a Proteína C-Reativa (PCR)

Fontes:
Natural News: Krill Oil: Stop That “Krilling” Pain From Your Arthritis

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe