Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+5Email this to someone

Tem sido algumas semanas difíceis para a indústria farmacêuticaMedicamentos contra o Colesterol sao Completamente Inuteis, já que três grandes estudos têm agora completamente refutado a eficácia de seus medicamentos mais rentáveis. Na semana passada, um grande estudo publicado na revista The Lancet admitiu que os riscos de antidepressivos em crianças e adolescentes superam os benefícios, uma vez que as drogas aumentam rotineiramente o comportamento suicida. Dentre 14 antidepressivos, apenas um foi mostrado para melhorar a depressão melhor do que o placebo.

Agora, os cientistas estão relatando que os medicamentos contra o colesterol, as quais 15 milhões de americanos são prescritos, são também completamente inúteis. Um grupo internacional de pesquisadores publicou um estudo no BMJ Open onde não encontraram nenhuma ligação entre o que é conhecido como colesterol “ruim” e a morte como resultado de doenças cardíacas em indivíduos com mais de 60 anos de idade.

Na verdade, os resultados revelaram que 92 por cento de pessoas com colesterol alto, na verdade, viveram mais tempo. A melhor maneira de atingir e manter a boa saúde do coração não é através de medicamentos, mas através de hábitos de vida saudáveis.

Baixar o colesterol com medicamentos para a prevenção cardiovascular primária em pessoas com idade acima de 60 anos é um total desperdício de tempo e recursos, enquanto que alterar seu estilo de vida é a única forma mais importante para alcançar uma boa qualidade de vida“, disse o especialista em cirurgia vascular e endovascular, o Professor Sherif Sultan da Universidade da Irlanda.

“Baixar o colesterol com medicamentos é uma total perda de tempo”

O co-autor do estudo, o Dr. Malcolm Kendrick, disse que suas descobertas mostram “que os idosos com níveis elevados de LDL (lipoproteína de baixa densidade), o chamado “mau” colesterol, viviam mais e tinham menos doenças cardíacas.”

As revelações certamente tem enormes implicações para a indústria farmacêutica, já que a droga Lipitor contra o colesterol é a prática mais rentável de todos os tempos – arrecadando mais de US$ 140 bilhões em vendas, de acordo com o site Health Impact News.

As orientações para a prevenção de doenças cardíacas e o acúmulo de placa na artérias precisam ser reavaliadas, disseram os autores do estudo, acrescentando que “os benefícios do tratamento com estatinas têm sido exagerados.”

Mas a verdade é que os benefícios das estatinas não têm apenas sido exagerados, mas 100 por cento fabricados, bem como a “pesquisa” de apoio de outras drogas, como antidepressivos e vacinas.

O site Natural News relatou em 2013 que o impulso para obter ainda mais adultos americanos sob estatinas foi facilitado pelos médicos vinculados à indústria. Os médicos do American Heart Association e do College of Cardiology emitiram novas orientações três anos atrás pedindo que um terço de todos os adultos considerassem tomar estatinas – um empurrão que foi provado ser extremamente lucrativo para a indústria farmacêutica.

Quando questionados sobre o conflito de interesses, a resposta foi: “Os laços entre os médicos cardíacos e a indústria farmacêutica são tão extensos que é quase impossível encontrar um grande grupo de médicos que não tenha laços com a indústria.”

Novo estudo diz que múltiplas vacinas de uma só vez não é seguro para as crianças

O terceiro grande estudo em questão de dias para desacreditar a indústria farmacêutica, vem do Journal of American Physicians and Surgeons, que constatou que dar às crianças várias vacinas ao mesmo tempo não é seguro – uma contradição completa com a narrativa da vacina empurrada goela abaixo de todos pelo governo, pelas empresas farmacêuticas e pela mídia por décadas.

Embora o CDC recomende a vacinas contra  a poliomielite, hepatite B, difteria, tétano, coqueluche, rotavírus, Haemophilus influenzae tipo B e pneumocócica para crianças de dois, quatro, e seis meses de idade, esta combinação de oito vacinas administradas durante uma única visita ao médico não foi testada para a segurança em ensaios clínicos“, escreveu o pesquisador médico, Neil Z. Miller.

Isso está em desacordo com um relatório do CDC que mostra que as exposições mistas às substâncias químicas e outros fatores de estresse, incluindo produtos farmacêuticos prescritos, podem produzir “efeitos deletérios à saúde aumentados ou inesperados.

Então, esta é a situação. A indústria farmacêutica, bem como as políticas governamentais exigidas que a apoiam, não tem absolutamente nenhuma credibilidade, e, portanto, não deve ser confiada por ninguém. A melhor maneira de manter a boa saúde é praticar hábitos de vida saudáveis, incluindo comer uma dieta equilibrada, exercícios e tempo para acalmar a mente

Participe da discussão no Fórum Notícias Naturais.

Leia mais:


As 20 Maiores Mentiras sobre Câncer que a Indústria Farmacêutica fez Você Acreditar


[Video] Medicamentos Letais e Crime Organizado

Fontes:
Natural News: Big Pharma suffers another major blow as study debunks high cholesterol myths, admitting statins are totally worthless
Natural News: The new statin drug scam: Half the doctors on the recommendation panel have Big Pharma ties
– Health Impact News: Thousands Sue for Damages Against Cholesterol Drugs as Big Pharma Defends Billion Dollar Industry
– The Telegraph: High cholesterol ‘does not cause heart disease’ new research finds, so treating with statins a ‘waste of time’
– Share Care: How many people take statin drugs?

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+5Email this to someone

Posts relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe