Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+1Email this to someone

Como Saber se Voce Esta com Baixo MagnesioMagnésio:
– Usado em 300 reações no corpo
– Importante para a saúde óssea
– Ajuda a manter a pressão arterial normal
– Promove um sono tranquilo
– Bom para a força muscular
– Auxilia na perda de peso
– Útil para a gravidez

A resposta é provavelmente “sim”, que você está deficiente em magnésio.

O magnésio é o oitavo mineral mais abundante na terra, e o terceiro mais abundante na água do mar. Mais importante ainda, é o quarto mineral mais abundante no corpo humano e é necessário em mais de 300 reações dentro do corpo.

O magnésio não é apenas abundante no corpo, mas também de importância vital. Como este artigo explica:

Cada célula do corpo humano exige magnésio adequado para funcionar, ou ele vai perecer. Ossos e dentes fortes, hormônios equilibrados, um sistema nervoso e cardiovascular saudável, bom funcionamento das vias de desintoxicação e muito mais dependem de magnésio celular suficiente. Os tecidos moles que contêm as maiores concentrações de magnésio no corpo incluem o cérebro e o coração – dois órgãos que produzem uma grande quantidade de atividade elétrica, e que podem ser especialmente vulneráveis ​​à insuficiência de magnésio.

Taxas de magnésio adequadas são importantes para o corpo usar corretamente o cálcio nas células. Mesmo uma pequena deficiência pode conduzir a um perigoso desequilíbrio de cálcio e levar a problemas como a calcificação e morte celular. Isto manifesta-se com sintomas como problemas cardíacos, enxaquecas, dores musculares e cólicas pré-menstruais.

Para onde foi todo o magnésio?

Infelizmente, a maioria dos processos agrícolas modernos tributam o solo, esgotando-o de seu magnésio natural. Além disso, muitos híbridos são criados seletivamente para sobreviver aos baixos níveis de magnésio e a maioria dos fertilizantes convencionais utilizam nitrogênio, potássio e fósforo, e não fazem nada para repor os níveis de magnésio.

A água era uma boa fonte de magnésio, mas agora:

O flúor presente na água potável se liga ao magnésio, criando um composto mineral quase insolúvel que acaba depositado nos ossos, onde sua fragilidade aumenta o risco de fraturas. A água, na verdade, poderia ser uma excelente fonte de magnésio – se ela viesse de poços profundos que têm de magnésio em sua origem, ou de escoamento glacial rico em minerais. As fontes urbanas de água potável são geralmente a partir de águas de superfície, tais como rios e córregos, os quais são deficientes em magnésio. Até mesmo muitos águas minerais são bastante deficientes em magnésio, ou têm uma muito elevada concentração de cálcio, ou ambos.

Estes fatores dietéticos adicionais também podem esgotar o magnésio:

* O consumo de cafeína
* O consumo de açúcar (São necessárias 28 moléculas de magnésio para metabolizar uma única molécula de glicose!)
* O consumo de alimentos processados
* O consumo de álcool
* O consumo de produtos do solo empobrecido
* O consumo de alimentos ricos em ácido fítico

Além disso, medicamentos como pílulas anticoncepcionais, remédios para hipertensão, diuréticos, insulina e certos antibióticos (entre outros) esgotam os níveis de magnésio. Suar frequentemente devido exercício ou outras causas também podem esgotar o magnésio.

O que o magnésio faz?

O magnésio é necessário para centenas de funções dentro do corpo, mas é especialmente importante para:

* Dá rigidez e flexibilidade aos seus ossos (ele mais importante do que o cálcio em muitos casos)
* Aumenta a biodisponibilidade de cálcio
* Regula e normaliza a pressão arterial
* Previne e reverte a formação de pedra nos rins
* Promove um sono reparador
* Ajuda a prevenir a insuficiência cardíaca congestiva
* Alivia cãibras musculares e espasmos
* Reduz os níveis de colesterol sérico e triglicerídeos
* Diminui a resistência à insulina
* Pode prevenir a aterosclerose e acidente vascular cerebral
* Elimina a enxaqueca
* Melhora a circulação
* Alivia a fibromialgia e dor crônica
* Trata a asma e o enfisema
* Ajuda a produzir proteínas
* Estimula a eliminação adequada
* Previne a osteoporose
* Promove a absorção de vitamina D adequada
* Protege contra a radiação
* Auxiliar a perda de peso
* Reduz ou elimina o DDA ou TDAH em crianças
* Promove digestão adequada de hidratos de carbono
* Evidência emergente está mostrando um papel preventivo em muitos cânceres

Mesmo que a deficiência de magnésio seja pouco abordada em ambientes médicos, o site National Institutes of Health afirma que:

Algumas pesquisas observacionais têm associado os maiores níveis sanguíneos de magnésio ao menor risco de doença cardíaca coronária [50-51]. Além disso, algumas pesquisas dietéticas têm sugerido que uma ingestão mais elevada de magnésio pode reduzir o risco de ter um acidente vascular cerebral [52]. Existe também evidência de que as baixas reservas corporais de magnésio aumentam o risco de complicações do ritmo cardíaco, o que pode aumentar o risco de complicações após um ataque de coração [4]. Estes estudos sugerem que o consumo de quantidades recomendadas de magnésio pode ser benéfico para o sistema cardiovascular.

Você está com magnésio baixo?

Como eu disse acima, a resposta é provavelmente “sim” no mundo de hoje, uma vez que mais de 80% dos adultos testados estão. Infelizmente, os testes de sangue são relativamente ineficazes para medir os níveis de magnésio uma vez que estejam menores que 1% de magnésio no sangue.

Os baixos níveis de magnésio são frequentemente diagnosticados por sintomas únicos, e os seguintes sintomas podem apontar os baixos níveis de magnésio:

* Incapacidade de dormir ou insônia
* Irritabilidade
* Sensibilidade ao ruído
* Distúrbios mentais
* Ansiedade, depressão ou agitação
* Dor muscular ou espasmos
* Infertilidade ou TPM
* Níveis elevados de stress
* Dores de cabeça
* Palpitações
* Fadiga ou cansaço incomum
* Frieza nas extremidades
* Cerebral confuso ou dificuldade de concentração
* Alergias e sensibilidades
* Falta de apetite
* Dor nas costas
* Odor corporal
* Má memória de curto prazo
* Má coordenação
* Resistência à insulina
* Compulsão por carboidratos
* Constipação
* Cáries frequentes ou saúde dental pobre
* Distúrbios intestinais
* Pedras nos rins
* Problemas de tireoide

Se tiver mais do que um dos sintomas acima e especialmente se você tiver mais de cinco anos, é altamente provável que você poderia beneficiar-se da suplementação de magnésio.

Como obter magnésio suficiente 

Infelizmente, o magnésio, muitas vezes não é bem absorvido pelo trato digestivo, e é ainda mais difícil de absorver se você está deficiente ou está com baixo nível de vitamina D, tem bactérias pobres no intestino ou sofre de um certo número de outras condições.

Além disso, a maioria dos alimentos estão esgotados de seus níveis de magnésio natural e no abastecimento de água está faltando também. Por esta razão, muitas vezes eu uso suplementação de magnésio para nossa família.

Existem várias maneiras para suplementar, e uma mistura de mais do que um tipo de suplementação de magnésio parece ser mais eficaz. É importante começar devagar e para funcionar, já que doses elevadas não serão completamente absorvidas de primeira e a maior parte será desperdiçada. Há também evidências de que mais da metade de todo o magnésio ingerido não é usado e deixa o corpo como resíduos.

Vegetais de folhas verdes, algas marinhas e, especialmente a urtiga são boas fontes alimentares de magnésio, embora se você tiver uma deficiência, será difícil aumentar seus níveis suficientes através da dieta.

Na verdade, eu sofri de baixo nível de vitamina D durante anos, apesar de passar um tempo regular sob o sol e tomando suplemento de D3 por sugestão de meu médico. O magnésio é necessário para a absorção adequada de vitamina D e não foi até que eu aumentei meu uso de magnésio que meus níveis de vitamina D finalmente subiram.

Participe da discussão no Fórum Notícias Naturais.

Leia mais:


Gravidez, AVC e o Magnésio


7 Razões para Ingerir Mais Magnésio

Fontes:
Tudo Saudável: Importância Vital: Você conhece o 4 mineral mais abundante no corpo?

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+1Email this to someone

Posts relacionados:

5 Comments

  • O Dr Arnoldo Veloso, que é conhecido como o Dr. Magnésio no Brasil nos disse que pela água você absolve o Mg++ 3 vezes mais do que de forma sólida. Por isso que temos o Sylocimol e o Top H+, ambos com infra vermelho longo, para suprir toda deficiência do Mg++. Acesse: aguakinutri.com.br e veja os benefícios da água magnetizada com o sylocimol.

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • veronika disse:

    O ideal seria tomar vitD junto com o mmagnésio?

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Renato Azevedo disse:

    Ouvi dizer que o CLORETO do Magnésio é prejudicial, há alguma outra forma de consumir magnésio P.A.?

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • LEIA VARGAS disse:

    QUEM DISSER QUE CLORETO DE MAGNÉSIO P.A. FAZ MAL TEM PARTE COM A MÁFIA QUE LUCRA COM A DOENÇA. SÓ ELÊS SOLTAM MATÉRIAS PAGAS PARA CONFUNDIR À POPULAÇÃO. QUEM BUSCA CONHECIMENTO AQUI ETC, JAMAIS ERRA!!!

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Isadora disse:

    Tentei consumir cloreto de magnésio e tive pressão alta.

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe