Notícias Naturais

Zika Vrus O Novo Bicho Papo Responsabilizado por Danos Causados por Vacinas e Sndrome de Guillain-BA chegada do Zika vírus às Américas, e a preocupação sobre sua possível ligação com defeitos congênitos, suscitou uma tempestade de pânico na mídia. Mas a verdade é que o vírus e seus efeitos sobre o corpo humano são pouco estudados, e muito pouco se sabe sobre ele com certeza.

Dado a lacuna de conhecimento, podemos esperar que os relatos alarmistas nos próximos meses culpem toda e qualquer condição crítica de saúde sobre o vírus. Mais recentemente, especialistas em saúde levantaram preocupações sobre uma possível ligação entre o Zika vírus e uma desordem nervosa paralítica conhecida como Síndrome de Guillain-Barre.

De acordo com o folheto informativo da FDA, a Síndrome de Guillain-Barre é um conhecido potencial efeito colateral da vacinação contra a gripe.

A condição devastadora

A síndrome de Guillain-Barré é uma condição auto-imune mal compreendida onde o sistema imunitário do corpo ataca o sistema nervoso, confundindo-o com um vírus. Em alguns casos, isto pode destruir a bainha de mielina que isola as terminações nervosas, resultando em paralisia muscular. A síndrome normalmente ocorre após uma infecção viral, embora também tenha ocorrido após a vacinação contra a gripe ou contra o HPV.

Embora potencialmente debilitante, a síndrome de Guillain-Barré em si não é uma doença fatal. No entanto, as complicações decorrentes da paralisia podem facilmente transformar-se em letal.

O que mata as pessoas é elas ficarem paralisadas em uma unidade de terapia intensiva“, disse o especialista em Guillain-Barre, Kenneth Gorson, da Universidade Tufts. “São complicações de se estar em um respirador por longos períodos de tempo, o risco de coágulos sanguíneos, infecção de ferida devido a falta de movimento ou outras inúmeras complicações médicas que ocorrem em pacientes paralisados. O acesso a cuidados de qualidade é fundamental.

Desde que o Zika chegou às Américas, as autoridades de saúde têm notado um pequeno aumento alarmante nos casos de síndrome de Guillain-Barre. O Washington Post destacou recentemente a cidade colombiana de Turbo, com uma população de 60.000, que outrora via cerca de um caso de Guillain-Barre por ano. Desde que o Zika chegou, a cidade viu cinco casos em seis semanas, três deles fatais. De acordo com o governo colombiano, houve pelo menos uma outra fatalidade de Guillain-Barre, também ligado ao Zika.

E os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dizem que entre apenas 80 pessoas nos Estados Unidos confirmados com Zika (contraído no exterior), dois desenvolveram a síndrome de Guillain-Barre.

Nós estamos vendo um aumento em todos os lugares que nós estamos vendo o Zika vírus“, disse a neurologista da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tarun Dua.

Zika, obviamente, não a única causa

Mesmo se o Zika não vir a ser um potencial gatilho da síndrome de Guillain-Barre, ainda existem dois problemas de acordo o ângulo de imprensa que “O Zika está causando um aumento nos casos de Guillain-Barre.” Em primeiro lugar, a síndrome de Guillain-Barré permanece quase tão mal entendida como o Zika em si. Entre outras coisas, não está claro porque apenas determinadas exposições virais desencadeiam a doença.

Assim, não se sabe se o Zika é capaz de desencadear Guillain-Barre diretamente, ou se ele interage com algum outro fator, talvez anticorpos relacionados intimamente a vírus, tais como dengue ou chikungunya.

O outro problema de culpar o Zika pela Guillain-Barre é que as taxas desta última condição estavam aumentando muito antes do surto de Zika começar há vários meses. Um artigo de março de 2014 no Journal Star de Nebraska cita a neurologista Dr. Ana Delgado do Madonna Rehabilitation Hospital dizendo que as taxas de Guillain-Barre estão aumentando, e são, talvez, o dobro da taxa de incidência “oficial” de uma incidência em 100.000 casos. Na verdade, os Institutos Nacionais de Saúde estão considerando rever este valor para um caso em 50.000.

Algo deve estar provocando esse aumento, disse Delgado.

A síndrome de Guillain-Barré, devido à vacinação contra a gripe sazonal é a única lesão mais comum a ser indenizada através da corte americana, de acordo com estatísticas disponibilizadas em Março de 2014 (abrangendo o período de 16 de novembro de 2013 a 15 de Fevereiro de 2014).

Participe da discussão no Fórum Notícias Naturais.

Leia mais:


Farsa do Zika: Microcefalia é Causada por Larvicida da Monsanto


O que a Epidemia do Zika Vírus Está Encobrindo?

Fontes:
Natural News: Zika virus the new health care Boogeyman, now being blamed for vaccine injuries and Guillain-Barre Syndrome
– Washington Post: Zika has been linked to birth defects. Now it may be causing paralysis.
– Health Impact News: Guillain Barré Syndrome is #1 Side Effect of Vaccine Injury Compensations due to Flu Shots
– Washington Post: What’s really scary about the Zika virus are the things we don’t know
– Science natural News: Zika
– Federal Register: Countermeasures Injury Compensation Program: Pandemic Influenza Countermeasures Injury Table
– Journal Star: Taking back their lives: Guillain-Barre patients share hope, awareness

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe