Notícias Naturais

O nível de alerta na comunidade científica aumentou devido a superbactéria particularmente perigosa chamada de “Ameaça Fantasma”, a qual está se expandindo pelo território americano.

Segundo aponta o recente relatório do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), a “Ameaça Fantasma” pertence ao grupo das enterobactéria resistentes aos carbapenêmicos (CRE, do inglês carbapenen-resistant enterobacteriaceae), pois são difíceis de tratar devido serem resistentes à maioria dos antibióticos, informa o The Washington Post.

Além disso, o documento afirma que ela possui uma taxa de mortalidade muito alta, matando mais de 50% dos pacientes infectados.

Ao contrário da maioria dos tipos comuns de CRE, esta superbactéria transporta um plasmídeo ou uma parte do DNA com uma enzima que degrada os antibióticos. O que a torna ainda mais perigosa é sua capacidade de transferir para as bactérias normais que estão presentes em nossos corpos esse plasmídeo e a resistência aos antibióticos.

A “Ameaça Fantasma” possui uma avaliação menor, uma vez que, não tem sido um foco frequente nos testes e fugiu em grande parte da detecção das autoridades de saúde por ser atualmente menos resistente aos antibióticos do que outros tipos mais comuns de CRE. “Se trata de uma bactéria resistente difícil e não é fácil de encontrá-la“, declarou o diretor do CDC, Thomas Frieden.

O CDC relata que foram registrados pelo menos 43 pacientes infectados em 19 estados com este tipo de superbactéria entre junho de 2010 e agosto de 2015 (um paciente em 2010 e 11 pacientes a cada ano a partir de 2013). Embora a quantidade de vítimas seja relativamente pequena, Frieden afirma que é apenas a “ponta do iceberg“.

Leia mais:

Superbactéria ataca pessoas com sistema imunológico debilitado – Vai uma vitamina D aí?

E. Coli na Europa: Evidências Genéticas Mostram que a Super-Bactéria Foi Criada em Laboratório

Fontes:
RT: ‘Amenaza fantasma’, la superbacteria altamente mortífera que se extiende por EE.UU.
The Washington Post: Superbug known as ‘phantom menace’ on the rise in U.S.
CDC: Notes from the Field: Carbapenem-resistant Enterobacteriaceae Producing OXA-48-like Carbapenemases — United States, 2010–2015

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe