Notícias Naturais

Médicos Contra as Vacinas O Outro lado da História que não Está Sendo ContadoOs principais meios de comunicação pró indústria farmacêutica gostariam que todos acreditassem que todos os médicos e os “cientistas” concordam que as vacinas são seguras e eficazes, e que os dissidentes são pais sem instrução ou desinformados.

Não é verdade. Os médicos e cientistas que se atrevem a falar contra o status quo, colocando suas próprias carreiras em perigo por contar o outro lado da história, são naturalmente poucos, e claramente em minoria. Mas isso não significa que eles não existam. Significa apenas que eles são em menor número, porque valorizam a verdade e a saúde e o bem-estar do público mais do que as conexões financeiras com a indústria farmacêutica.

Leslie Manookian, produtora do filme “The Greater Good“, lista mais de 150 cientistas e médicos que questionaram as vacinas publicamente. Leia a lista aqui.

Abaixo, trazemos os vídeos de curta duração de três médicas diferentes que fazem todas um excelente trabalho resumindo o “outro lado” da história quando se trata de vacinas. Você não vai ouvir isso em qualquer lugar na mídia corporativa.

1. Dra. Suzanne Humphries

A Dra. Suzanne Humphries, uma médica nefrologista (médica dos rins), diz que a indústria da vacina não está dando às pessoas ambos os lados da história, e os pais precisam se informar antes de submeter seus filhos a vacinas que podem potencialmente causar danos graves ou mesmo a morte. Ela ressalta o raciocínio do governo e da indústria farmacêutica ao afirmar que “as pessoas são muito estúpidas” por considerar que as vacinas são “milagrosas“, e assim eles vão aplicar as vacinas de qualquer maneira.

Citações:

“Por que razão um ‘produto maravilhoso’ deve ser forçado sobre as pessoas?

Os inventores de vacinas tem escolhido um sistema de crenças em que todos os bebês nascem com o sistema imunológico deficiente (e, portanto, precisam estar a “salvos” das doenças através das vacinas).

A Dra. Humphries afirma que a maioria dos médicos acham que a Mãe Natureza é falha. O médico não sabe como cuidar de um sistema imune, porque o médico nunca foi ensinado na escola de medicina como cuidar de um sistema imunológico. Desta maneira você acaba com uma sociedade inteira, do início ao fim, a qual não sabe como um sistema imunológico funciona, não sabe como cuidar dele, não sabe como repor os nutrientes e minerais que são necessários, não sabe como ingerir uma dieta que irá auxiliá-lo, e então quando ele falhar, “a culpa é de Deus. Precisamos de uma vacina.”

Artigos da Dra. Suzanne Humphries

2. Dra. Sherri Tenpenny

A Dra. Sherri Tenpenny é uma médica de osteopatia e a diretora e fundadora da Osteomed II, uma clínica fundada em 1996 em Ohio. A Dra. Tenpenny fala sobre a falta de estudos de segurança realizados sobre as vacinas, apontando que os estudos são realizados em indivíduos saudáveis ​​que não são representativos de uma grande parte da sociedade a qual são dadas as vacinas. As pessoas que estão cronicamente doentes e estão tomando muitos tipos diferentes de medicamentos nunca são estudadas.

A Dra. Tenpenny também discute se as vacinas são ou não eficazes, apontando a diferença entre os “anticorpos da vacina” e a imunidade natural. Ela ajuda as pessoas a compreender que, quando a afirmação for feita dizendo que as “vacinas são eficazes“, isso simplesmente significa que efetivamente criou um “anticorpo” para uma doença específica, mas não que ela provou impedir a pessoa de contrair essa doença. Ela discute o crescente número de casos nos EUA, onde os surtos de doenças estão ocorrendo entre as populações vacinadas que foram totalmente vacinadas contra a doença da qual elas estão sofrendo.

Leia mais:
[Bomba] 85% das Vítimas dos Surtos Recentes de Sarampo Já Tinham Recebido a Vacina!

Artigos da Dra. Sherri Tenpenny

3. Dra. Meryl Nass

A Dra. Meryl Nass é uma MD (Doutor em medicina) em medicina interna. Nesta entrevista (em inglês), ela expõe a porta giratória que existe entre as empresas farmacêuticas que fabricam as vacinas e o governo dos EUA. Ela cobre a controversa Gardasil e diz: “Meninas saudáveis ​​não morrem de repente“. A Dra. Nass é também uma especialista na vacina contra o antraz e Síndrome da Guerra do Golfo.

Médicos Brasileiros

Acrescentamos a esta lista também alguns médicos brasileiros que se posicionaram contra às vacinações em massa da gripe suína e do HPV:
Eno Dias de Castro Filho
Médico e doutor em epidemiologia
O médico e doutor em epidemiologia Eno Dias de Castro Filho disponibilizou o artigo “Uma avaliação crítica sobre a vacina do HPV, introduzida pelo Ministério da Saúde” que se tornou viral. É um excelente artigo, com inúmeras referências e estudos, que demonstram que o alarde em torno da eficácia da vacina é exagerado, como também que ela não é segura como anunciado pelo governo e pela indústria farmacêutica.
Daniel Becker
Pediatra, fundador e conselheiro do Centro de Promoção da Saúde e pioneiro da Pediatria Integral no Brasil
Em seu artigo ele fala sobre as ligações da indústria e governo, o marketing agressivo da vacina, sua real necessidade e eficácia, e sobre os seus perigosos riscos.
Leia mais em Vacina contra o HPV: Nem Tudo que Reluz é Ouro
Rodrigo Lima
Médico de família e comunidade
No último congresso de prevenção quartenária, em novembro último, o médico de família e comunidade Rodrigo Lima fez uma apresentação sobre os senões da vacina contra o HPV. Desde então, o assunto tem repercutido nas redes sociais e em grupos de discussão sobre saúde da família.
Leia mais em Os Senões da Vacina Contra o HPV
Carlos Reis
Médico
Carlos Reis, no artigo abaixo, fala sobre a influência da indústria farmacêutica sobre os órgãos de saúde, e o conflito de interesse dos órgãos que decidiram sobre os critérios de pandemia no caso da gripe suína.
Celso Paoliello Pimenta
Médico especializado em Saúde Pública pela ENSP, tendo feito mestrado e doutorado em Saúde Coletiva pela UERJ.
CRMMG 8153
Em carta enviada ao blog Vi o Mundo, Celso coloca em suspeita a necessidade da vacina contra a gripe suína, citando a baixa letalidade e questionando a necessidade da vacinação em massa.
Dr. Alessandro Loiola
Formado em Medicina pela Escola de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de Vitória, com especialização em Cirurgia Geral pela Fundação Educacional Lucas Machado (Belo Horizonte/MG)
Leia mais em Dr. Alessandro Loiola: A Vacina contra H1N1: Notícias Direto do Úbere de Blossom
Participe da discussão no Fórum Notícias Naturais.

Leia mais:

Por que o CDC Recomenda às Mulheres Grávidas Vacinas contra a Gripe com Mercúrio

Por que o CDC e a ANVISA Recomendam às Mulheres Grávidas Vacinas contra a Gripe com Mercúrio?

 

 

 

 

Artigo Médico Avaliação Crítica Sobre a Vacina do HPV

 

Artigo Médico: Avaliação Crítica Sobre a Vacina do HPV

 

 

 

 

autismo

 

O que é ‘Transtorno do Espectro de Vacinas’ e Por que é Chamado de Autismo?

 

 

 

 

Fontes:
– Health Impact News: Doctors Against Vaccines: The Other Side of the Story is Not Being Told
– The Greater Good Movie: Doctors and Scientists with Concerns About Vaccines
– Health Impact News: Suzanne Humphries
Health Impact News: Sherri Tenpenny
Health Impact News: Meryl Nass

19 Comments

  • VAULDIR COSTA ANUNCIATO disse:

    SÓ UM ESTADO E GOVERNO VERDADEIRAMENTE ALICERÇADO NA VERDADE E NO JUÍZO E NA JUSTIÇA PODE EM MEIO DAS 214 NAÇÕES BABILÔNICAS DO PLANETA ÁGUA NOSSA TERRA NESTE SECULO 21 SER O REFUGIO DA REAL SOCIEDADE HUMANA OCUPADA DE FATO EM VIVER VIVENCIAR E REVELAR A VERDADE DA VIDA HUMANA E UNIVERSAL.

  • jemimah afonso disse:

    Sempre fui totalmente contra as vacinas cada tempo inventam uma vacina . eu tenho 71 anos nunca tomei vacina .e nao pego nenhuma gripe Vou compartilhar com prazer.

  • Sou totalmente contra as vacinas ,a cada tempo inventam um nome e uma doenca .

    • diana disse:

      Ola tenho uma filha de 2 meses o pai dela de tanto ler sobre as vacinas. Se nega a levar.pq ele diz que tudo e veneno que colocar no corpo.
      Tenho medo de não dar essas vacinas e mh bebê vim ter algo.
      Oque vc me diz.
      Sobre o assunto
      Pois li no seu comentário que nunca tomou nem uma vacina.
      E tantas doenças que tem nesse mundo.
      A pediatra falou que tem que dar todas as vacinas.
      Ando perdida sobre dar ou não a vacina.

      • Maria disse:

        Boa noite. Eu tenho 2 filhos, um de 13 anos e uma de 10 anos. Nunca foram vacinados. Meu marido sempre foi contra e então depois de ler bastante sobre o assunto concordei com ele. O duro é aguentar o pediatra fazendo lavagem cerebral…Mas nós fomos firmes e o pediatra, com o tempo, aceitou e não falou mais nada. Bom, meus filhos são muito fortes, não ficam com gripe, dor de garganta nunca tiveram. Quando comparo com os filhos vacinados de amigas, nossa nem acredito. São crianças que vivem tomando antibióticos…Só por Deus. Não me arrependo. Se informe e fique segura em qualquer decisão que tomar. Beijo.

        • Maura disse:

          Eu tive a benção de encontrar um pediatra do convênio contrário às vacinas. Isso em 1995. Mas não adiantou muito, eu tinha sofrido lavagem cerebral pela propaganda e levava a minha filha nas clínicas particulares para tomar as vacinas que não estavam na rede pública. Só 10 anos depois, através do Orkut, é que fui começar a pesquisar o assunto e acordar para a realidade. Por que vocês acham que o Orkut sumiu e só ficou essa futilidade de Facebook?

        • Suelen disse:

          Ola, Maria. Tudo bem? Voce poderia me ajudar com duvida? A minha filha tem 2 anos e preciso coloca-la na escolinha e eles sempre pedem o cartao de vacina, como eu parei de vacina-la há quase 1 ano, o cartao esta incompleto. Como voce fez com os seus filhos quando pediam o cartao de vacina? Obrigada! Suelen

          • Maura disse:

            Nos sites dos grupos anti-vacinas tem umas dicas de como contornar a situação. Uma delas é levar todos os documentos para a matrícula e dizer que vai levar a carteirinha de vacinas no dia seguinte e ir enrolando assim. O motivo religioso – minha religião não permite – é uma boa também. Outra opção, que não me envergonho de confessar, é subornar a atendente do postinho para jogar a vacina na pia e assinar que vacinou. Nos Estados Unidos os pais vão morar até em outra cidade para não serem obrigados a vacinar seus filhos. Na África, os pais fogem com seu filhos para as montanhas e ficam ali escondidos até a equipe de vacinação ir embora do vilarejo deles. Vale tudo para salvar a vida das nossas crianças.

  • jobson disse:

    Boa tarde; sei que esse mundo jaz no maligno e o governo não está nem aí para a minha e a sua saúde; pelo contrário, ele quer cumprir a meta Iluminati de 500 milhões de habitantes e, nada melhor do que mascarar esse propósito de matar, CURANDO… Tenho uma filha de 04 anos e uma de 05 meses; quais vacinas não as devo dar???!!!! pois se souber, eu o farei. Podem me dar essa certeza e os porquês de elas prejudicarem????? muito obrigado e fiquem na paz do altíssimo…

  • jose moraes jatai disse:

    Tenho notado que essas vacinas apenas serve pros laboratório e governo ganhar dinheiro, descontrolei a minha pressão desde o ano passado, apos tomar vacina contra gripe, ainda estou lutando por um controle, pois vi varias pessoas idosas que trabalhavam normalmente, der repente um infarto fulminante e óbito, pois bem nunca é estudado uma morte por infarto, pois cheguei a conclusão , que é provocado pela vacina anti-gripe gratuito apos 60 anos que o governo patrocina, eu não tomo mais, e recomendo a todos saiam dessa que é uma fria, depois do inicio fã campanha começa a morte de hipertensos depois de vários dias que tomaram a vacina da morte,

  • Oscar Silveira Duarte disse:

    Sou totalmente contra a qualquer tipo de vacina, pois somos seres perfeitos ,desenvolvidos pela engenharia Divina .
    Tantos milhões de anos nossos ancestrais viveram perfeitamente livre de doenças.
    Como um sistema tão perfeito pode necessitar de algo intruso e supostamente bom , porem totalmente duvidoso.
    Somos certamente vitimas de um Grande Sistema Obscuro e Cruel, que somente quer uma sociedade mais dependentes de vacinas , remedios , medicos, hospitais e toda rede maquiavelica que existe por trás disso tudo, enganado, ganhando muito dinheiro e nos matando sem termos pelo menos direito de expressar.

  • NO ANO EM QUE TOMEI A VACINA ANTI GRIPE, PEGUEI A GRIPE MAIS FORTE DIAS DEPOIS.

  • Fausto disse:

    Leiam o livro “Dissolving Illusions” que está à venda na Amazon e vocêd vão entender que nunca uma vacina erradicou qualquer doença.

  • elizabeth elcia bernussi romantini disse:

    olha, eu sempre tenho dúvidas sôbre as vacinações,agora vou pesquizar direito obrigada e orar por orientação, só Deus nas nossas vidas!

  • Jorge Jamilson Rego disse:

    Em 1965, minha mãe fez em mim todas as vacinas necessarias da epoca…em 1969 peguei menigite viral(21 dias no hospital).depois veio a caxumba e outras doenças imunidade muito baixa, sempre ficava doente, em 1970 até hoje, não tomei mas vacinas, um resfriado passageiro,uma imunidade em alta, vivo otimamente sem elas, tenho 56 anos de vida .Sou radicalmente contra manipulação de vacinas…

  • Robson disse:

    Dou contra as vacinas também, mas confesso que fico em dúvida, sobre quais vacinas são importantes, como algumas da infância, por exemplo a poliomielite. Se alguém puder me responder. Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe