Notícias Naturais

Substituir o Sal por Temperos Naturais é Opção para Evitar Problemas de SaúdeAlém de ajudar a reduzir consumo de sódio, alternativa proporciona sabores diferentes aos pratos, alertam especialistas

Temperos naturais em vez do sal no preparo de alimentos é a recomendação de nutricionistas para uma melhor qualidade de vida. O sódio em excesso é altamente prejudicial, podendo elevar a pressão arterial, causar problemas renais e retenção de líquidos. Além disso, a substituição ajuda a dar um sabor diferente aos pratos.

Entre os opções estão, por exemplo, orégano, hortelã, noz-moscada, alecrim, manjericão e azeite. Também podem ser utilizados salsinha, salsão, cheiro verde, coentro, alho, cebola, cominho e alecrim.

Confira, na galeria abaixo, algumas opções de temperos naturais:

Temperos naturais

 

Orégano: com sabor marcante, é ideal para usar em receitas que levam molhos de tomate, vegetais refogados, carne e na pizza
Hortelã: o sabor combina muito com carnes, especialmente a de cordeiro
Noz-moscada: sabor lembra pimenta-do-reino com canela, porém, mais suave e aromático. Ideal para servir pratos doces e salgados, como biscoitos, tortas, pudins, bolos, carnes e aves
Alecrim: utilizado principalmente em receitas italianas, possui aroma forte e sabor apimentado. É indicado como excelente ingrediente para carnes, como cordeiro, frango assado, vitela, porco, carne vermelha e peixes
Manjericão: muito usado para dar um toque especial às receitas, o manjericão é ideal para saladas, pratos de massa, omeletes, sanduíches e molhos à base de tomate. É muito utilizado no preparo de pratos al pesto típicos da cozinha italiana
Coentro: possui sabor marcante e cítrico. É ideal para temperar ovos, carne e legumes, além de servir para diminuir os efeitos da cebola e do alho
Sálvia: com superfície rugosa, aroma intenso e sabor picante, é ideal para realçar o sabor das carnes de peixe, aves e porco, além de molhos

Segundo a nutricionista do Oba Hortifruti Daísa Pinhal, os ingredientes ajudam a realçar o sabor dos alimentos. “Essas ervas são ricas em vitaminas e nutrientes que ajudam o organismo a funcionar melhor“, afirma. Daísa também destaca que o cuidado com o sódio deve ser acompanhado pela busca por alimentos frescos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de sódio de 2,4 gramas por dia, o equivalente a uma colher de sobremesa do sal comum de cozinha. Acima do recomendado, o organismo não consegue eliminar o excessos, o que pode acarretar em problemas de saúde.

Leia também: Brasileiro Consome Mais que o Dobro do Sal Recomendado Pela OMS

Pessoas saudáveis demoram até dois dias para ajustar o organismo. Já em quem tem hipertensão, a eliminação do sal demora em torno de sete dias“, explica Daísa. Mas não é preciso eliminá-lo totalmente. “O sódio contribui para a regulação dos fluidos em nosso organismo, mantendo a pressão entre os líquidos de dentro e fora das células“.


Temperos saudáveis você encontra pelo menor preço aqui - Loja Tudo Saudável
Industrializados

Para a nutricionista do Hospital São Luiz Morumbi, Camila Giacomini, o consumo de sal é bastante elevado entre a população, principalmente por causa dos produtos industrializados. “São alimentos que têm uma quantidade muito grande de sódio“, observa. Ela ressalta que o cuidado também deve ser estendido por pessoas que recorrem a peixes ou carnes enlatadas. São produtos que apresentam o mineral em excesso, por ser utilizado como conservante.

A cada 100 gramas de macarrão instantâneo, foi encontrado 1,8 grama de sódio.
 
100 gramas de hambúrguer bovino têm 0,7 grama de sódio.
 
 
Biscoito de água e sal conta com 0,7 grama de sódio a cada 100 gramas.
 
 
Queijo parmesão ralado conta com 1,9 grama de sódio a cada 100 gramas.
 
 
Maionese conta com 1,09 gramas de sódio a cada 100 gramas.
 
Biscoito de polvilho tem 1,09 grama de sódio a cada 100 gramas.
 
Biscoito recheado tem 0,2 grama de sódio a cada 100 gramas.
 
 
Salgadinho de milho apresenta 0,7 grama de sódio a cada 100 gramas.

Apesar do alerta, muitos pacientes enfrentam dificuldade para se adaptar à substituição, afirma a nutricionista. Outra opção para substituir o sódio, embora mais cara, é o uso do sal do himalaia, também conhecido como “sal rosa“, totalmente natural e sem refinamento. Para Camila, o seu uso pode compensar por ser em pequenas quantidades.

É possível utilizar esse tipo de sal no preparo de carnes grelhadas, saladas com azeite e legumes na manteiga. No caso, porém, de caldos e carnes, o sal rosa só deve ser aplicado no momento do preparo, pois tende a ressecar os alimentos, observa Daísa, do Oba.

Leia também: Azeite Extra Virgem, Só que Não!

Confira a receita de tempero caseiro:

Ingredientes:

* 200g de alho

* 500 g de cebola

* 1 xícara de chá de salsa

* 1 xícara de chá de cebolinha

* ½ xícara de chá de vinagre

* ½ xícara de chá de azeite de oliva

Modo de preparo: 

Pique a cebola e o alho. Junte os demais ingredientes e bata no liquidificador. Distribua o tempero em vidros tampados e guarde na geladeira.

Deixe o seu comentário abaixo e participe também a discussão no Fórum Notícias Naturais.

Leia mais:

dossie do sal

 

Dossiê do Sal – Saiba tudo sobre esta importante substância

 

 

 

cientistas ligam sal processado

 

Cientistas Ligam Sal Processado a Doenças Auto-Imunes Como Esclerose Múltipla

 

 

 

 

14 Coisas Que Você Realmente Não Deseja Saber Dos Alimentos Que Você Compra

 

14 Coisas que Você (realmente) não Desejaria Saber dos Alimentos que Come

 

 

 

 

Fontes:
Estadão: Substituir sal por temperos naturais é opção para evitar problemas de saúde

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe