Notícias Naturais

Ebola Agora tem Taxa de Mortalidade de 70 Enquanto a Medicina Natural é Castigada e AmeaçadaNatural News

Ao longo de setembro, relatórios das imprensa populares afirmaram que a taxa de mortalidade pelo Ebola atingiu 50 por cento das pessoas infectadas com o vírus. Novos dados divulgados em 20 de setembro pela Organização Mundial de Saúde mostram que a taxa de mortalidade é realmente maior do que tem sido relatado. A OMS diz que 70 por cento das pessoas infectadas na África Ocidental morreram até agora, e as projeções atuais indicam que mais 21.000 serão infectadas até novembro. Isso significa que o Ebola poderia realmente tirar a vida de 14 mil ou mais pessoas ao longo das próximas seis semanas.

Até o momento, o maior surto de Ebola causou mais de 2.900 mortes, concentradas principalmente na Guiné, Libéria e Serra Leoa. Em outros lugares, os surtos estão experimentando um número reprodutivo menor do que um e estão diminuindo. A OMS diz que o surto no Senegal e Nigéria estão “praticamente contidos.”

O total de mortos oficial da OMS em 20 de setembro de 2014, incluem 1677 na Libéria, 635 na Guiné, 597 em Serra Leoa e oito na Nigéria. Os países mais atingidos são agora terreno fértil para a doença, de 1 em cada 2 infecções adicionais por caso de Ebola. Com uma taxa de mortalidade de 70 por cento, quase três em cada quatro infectados poderão ser enterrados em covas improvisadas.

As previsões totais do CDC poderiam ser uma forma de incentivar a demanda por drogas experimentais

A estimativa do CDC de 1,4 milhões de infectados até janeiro poderia ser cumprida se a resposta ao tratamento não for rápida e eficaz o suficiente. O Dr. Christopher Dye, Diretor de Estratégia da OMS, tem medo de que as medidas de controle possam não ser rápidas o suficiente e que “estes três países, em breve estarão relatando milhares de casos e de mortes a cada semana, projeções que são semelhantes às do CDC (Centro para Controle de Doenças dos EUA).” Estes números gritantes podem estar exagerados para incentivar a procura de uma droga experimental. Quanto os membros de companhias farmacêuticas que trabalham com agências de proteção da saúde podem exagerar nas previsões a fim de vender os seus produtos, fazendo as pessoas sentirem medo?

O que é estranho em toda esta tragédia é que a partir de um ângulo parece que essa epidemia está sendo usada apenas para testar medicamentos nos africanos. Parece que as empresas farmacêuticas estão sendo oportunistas nesta tragédia, procurando uma forma rentável para gerenciar o vírus. Segundo relatos, uma droga experimental está prevista para ser testada na África Ocidental nas próximas semanas. Chamada ZMapp.

Para as próximas uma ou duas semanas estaremos fazendo avaliações no local e nós estaremos trabalhando com a OMS na identificação de quais medicamentos priorizar, em seguida, haverá um número de passos na criação de sistemas – obter aprovação ética através dos países e obter a participação da comunidade e consentimento para executar os testes“.

Agências reguladoras de drogas perseguindo empresas de óleo essencial em um momento em que uma abordagem integrada de construção do sistema imunológico é o que eles precisam

Enquanto isso, as agências de regulação de drogas, como a FDA, estão indo atrás de qualquer um que mencione algo que não seja um produto farmacêutico como um potencial tratamento para o Ebola. Recentemente, duas empresas de óleo essencial, Young Living e a doTerra, foram ameaçadas com acusações criminais por incentivar o uso de óleos essenciais para o tratamento do Ebola. De acordo com a FDA, apenas cientistas de laboratório podem criar medicamentos antivirais. O que eles ignoram completamente é que existem inúmeros estudos científicos que mostram as propriedades antivirais naturais de óleos essenciais como o tomilho, hissopo, gengibre e sândalo, entre inúmeros outros. Mas esses estudos não são discutidos; estes fundamentos não tem permissão para serem dados livremente, recomendados ou testados contra o Ebola. Isso mostra que a ciência por trás do tratamento do Ebola é comprada e controlada por interesses da indústria farmacêutica.

Pelo amor de Deus, essas duas ervas sozinhas – a Equinácea e o giseng siberiano – exibem propriedades antivirais no tratamento humano de Victoria (H3N2) e PR8 (H1N1), aviária KAN-1 (H5N1) e FPV (H7N7) e S-OIV  e cepas pandêmicas de influenza A, bem como rinovírus (VFC) e vírus sincicial respiratório (RSV).

Não deveria a construção do sistema imunológico da África Ocidental ser uma abordagem integrada? Por que tantos medicamentos naturais benéficos que apoiam o sistema imunitário estão sendo sufocados e reprimidos? Por que as agências de regulação de drogas estão perseguindo óleos essenciais, em vez de duplo controle das drogas que estão sendo apregoadas como tratamentos individuais para o Ebola, sem um pingo de evidência científica para apoiar as suas alegações?

Dr. Peter Horby, do Centro de Medicina Tropical e Saúde Global da Universidade de Oxford, disse que os primeiros ensaios da ZMapp na África Ocidental provavelmente vai começar já em novembro. Enquanto isso, uma abordagem integrada para a construção do sistema imunológico é castigada e ameaçada com acusações criminais. Loucura!
Leia mais:

OMS Vacina Experimental contra o Ebola Será Injetada em Massa em Humanos à Partir de Janeiro

 

OMS: Vacina Experimental contra o Ebola Será Injetada em Massa em Humanos à Partir de Janeiro

 

 

 

Está Tudo no Roteiro Surto de Ebola e Impossibilidade de Vacina Rápida Governo dos EUA PatenteouNN

 

Roteiro Pronto! Ebola e a Rápida Vacina, EUA Patenteou o Ebola, um Vírus Geneticamente Modificado?

 

 

 

 

Fontes:
Natural News: Ebola now has 70% mortality rate, but immune-boosting natural medicine is chastised and threatened
– BBC: Ebola death rates 70% – WHO study
– NBC: Ebola Death Rate 70 Percent, WHO Says in Dire New Forecast
– Science Natural News: Susceptibility of drug resistant clinical herpes simplex virus type 1 strains to essential oils of ginger, thyme, hyssop, and sandalwood.
Natural News: FDA threatens three companies with criminal charges for making Ebola treatment claims (but won’t test natural substances against Ebola)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe