Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+4Email this to someone

Por que o CDC Recomenda às Mulheres Grávidas Vacinas contra a Gripe com Mercúrio Supondo que você acredite que o governo diz, as vacinas para a gripe têm sido exaustivamente testadas e apresentadas para ajudar a prevenir a gripe, assim como as complicações da gripe, em mulheres grávidas e seus bebês em gestação. Mas se você olhar para a ciência real por trás dessas afirmações capciosas, incluindo as bulas inseridas em praticamente todas as vacinas contra a gripe, você verá rapidamente que nada disso é verdade, e que as vacinas contra a gripe nunca foram provadas como sendo seguras ou eficazes em mulheres grávidas. Em quase todos os casos, as vacinas da gripe carregam uma frase simples que desafia o que os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA pretende convencer a todos nós sobre a natureza das vacinas contra a gripe – “segurança e eficácia não foram estabelecidas em mulheres grávidas ou mães que amamentam.

Todo profissional de saúde deve estar ciente deste fato, visto que praticamente todos os lotes de vacinas contra a gripe vem com este ou um aviso similar. No entanto, a crença predominante é que as vacinas contra a gripe são uma espécie de panaceia para as gestantes e seus bebês.

No item Uso na gravidez e lactação a bula Fluzone diz: “Estudos de reprodução em animais não foram realizados com a vacina contra o vírus influenza. Não sabe se a vacinação em mulheres grávidas pode causar dano ao feto“.

Até o momento, não houve um único estudo colocado em evidência que sugira quaisquer benefícios que seja para as mulheres grávidas que recebem vacinas contra a gripe. Muitas autoridades médicas admitem abertamente isso, embora de uma forma indireta o que sugere que as vacinas da gripe são seguras para mulheres grávidas. O Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas (ACOG), por exemplo, afirma em seu site que “nenhum estudo até hoje viu uma consequência adversa” de vacinas contra a gripe em mulheres grávidas ou a seus descendentes. Mas isso é porque em primeiro lugar nenhum estudo deste tipo com um projeto válido foi jamais realizado.

95 por cento dos estudos de vacinas contra a gripe publicados são inerentemente falhos

Dos mais de 200 estudos publicados sobre vacinas contra a gripe que foram analisados ​​como parte da Cochrane Vaccine Field na Itália, foram encontradas falhas que invalidam suas descobertas em surpreendentes 95 por cento. Um mero 5 por cento, diz o Dr. Thomas Jefferson, coordenador do estudo, pode ser considerado confiável, o que sugere que a maioria do que está sendo dito sobre as vacinas contra a gripe é falso.

Até mesmo o CDC admite que vacinas contra a gripe estão “entre os menos eficazes imunizantes disponíveis“, especialmente entre os idosos. E ainda, no mesmo fôlego, o CDC é o primeiro a proclamar que a melhor defesa contra a gripe para todos com mais de seis meses de idade é ser injetado com uma vacina contra a gripe. Como podem as duas afirmações serem verdade, você pode estar se perguntando?

Leia também: [ESTUDO] Cientista da Universidade Johns Hopkins Detona Com a Vacina da Gripe

Elas não são, é claro. Mas pucos membros do público parecem tão preocupados com a duplicidade do governo americano sobre o assunto. Na verdade, as vacinas contra a gripe são basicamente inúteis, como nós cobrimos em 2011, depois de um estudo publicado no jornal científico  The Lancet o constatou que apenas 1,5 em cada 100 adultos que recebe uma vacina contra a gripe evita contrair a gripe.

E depois, há a questão da segurança da vacina contra a gripe, que também foi totalmente mal interpretada pelos próprios órgãos que deveriam estar olhando para a nossa saúde. Um estudo publicado em 2013 pelo BMJ descobriu que, ao contrário do alegado populares, as vacinas contra a gripe são “menos benéficas e menos seguras do que tem sido afirmado“. Os pesquisadores da Austrália determinaram que uma em cada 110 crianças que receberam a vacina contra a gripe H1N1 para a gripe suína em 2009 desenvolveram convulsões graves. Muitos outros desenvolveram narcolepsia, assim como nós relatamos anteriormente.

Leia mais:

OMS Confirma que Gripe sazonal mata 27 vezes mais que H1N1 – Mesmo assim segue com Pandemia nível 6

h1n1 (1)

[Vacinação H1N1] Indignação! Passado Um Ano Estatísticas de Efeitos Adversos Não Foram Liberadas e Meus Pedidos Sumariamente Ignorados

 

 

 

 

Fontes:
Natural News: Why does CDC recommend pregnant women be injected with mercury-filled flu vaccines?
[Estudo] The Lancet: Efficacy and effectiveness of influenza vaccines: a systematic review and meta-analysis
– GreenMedInfo: The Deadly Truth About Flu Vaccines and Pregnancy
Natural News: Shock vaccine study reveals influenza vaccines only prevent the flu in 1.5 out of 100 adults (not 60% as you’ve been told)
– Vaccination Council: A Shot Never Worth Taking: The Flu Vaccine
Science Natural News: Scientific studies on vaccines 
– Sciente Natural News: Scientific studies on flu

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+4Email this to someone

Posts relacionados:

4 Comments

  • ECJ disse:

    Aí fica a pergunta. Qual é, de fato, o “real” objetivo a ser alcançado por essas vacinas?…

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Edson Zanotto disse:

    Eu acho que a coisa deve funcionar assim (é uma suposição): O loby da Industria paga especialistas, financia estudos direcinados e convence os profissionais de saúde, por meio de palestras proferidas por “especialistas agraciados pela indústria de medicamento” em seminários e outras oportunidades, de que as vacinas devem ser “indicadas”… Ai os profissionais da saúde, já convencidos das “vantagens”da vacina convencem os responsáveis pela saúde pública no governo de que a vacina é recomendada e assim eles compram as vacinas com dinheiro público….reulstado: lucro para a indústria de medicamento que criou mais uma necessidade de consumo!

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Lucia Barbosa disse:

    Isso é uma vergonha para a humanidade.

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • moacir disse:

    com relação ao conhecimento alguém disse: o que conhecemos é uma gota e o que ignoramos é um oceano. De fato por nos faltar o conhecimento ainda que seja pouco na área da saúde, acho o que primordial, a humanidade caminha para o caos levando seus entes queridos!

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe