Notícias Naturais

O que são Superalimentos?

2 de julho de 2014
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+5Email this to someone

superalimentos

É difícil evitar as campanhas publicitárias que saem diariamente nos noticiários, manchetes de revistas e vários rótulos de super mercado, com títulos como “Superalimento número um que todos devem comer” ou “Coma isso para destruir a doença“. Interessantemente, existem realmente alimentos que são poderosos o suficiente para ajudar a reduzir o risco de vários problemas de saúde se consumidos regularmente, como parte de uma dieta saudável.

Muitos de nós sabemos que comer frutas e vegetais são bons para nós, mas ficam confusos quando se trata de acrescentar a palavra “super” aos nossos alimentos. Não ajuda que não existe uma definição legal no mundo dos alimentos, e mais recentemente, parece que a palavra está sendo tão utilizada que está perdendo um pouco do seu verdadeiro significado.

Superalimentos você encontra na Tudo SaudávelO fato é o que você come afeta diretamente o seu corpo, agora e no futuro. No mundo em que vivemos, com as toxinas ambientais e pesticidas nos bombardeando ameaçando a nossa comida e nossa água, é crucial incluir alimentos com maior densidade de nutrientes disponíveis para garantir que nos mantenhamos saudáveis em um mundo tóxico.

Pode ser muito difícil ter que filtrar através das manchetes para descobrir o que você deve incluir em sua melhor linha de defesa contra problemas de saúde. Quando há sempre outra fruta, vegetal ou tempero que foi descoberto ser o número um para uma melhor saúde e vida mais longa, como saberemos em que acreditar e por onde começar?

 

O que é um superalimento?

Superalimentos são alimentos vibrantes, nutricionalmente densos, que oferecem um enorme potencial na dieta e cura. Eles são poderosas fontes de proteína limpa, vitaminas, minerais, enzimas, antioxidantes, gorduras boas, ácidos graxos e aminoácidos essenciais e outros nutrientes que oferecem profundos níveis de nutrição.

Superalimentos são alimentos que vão acima e além. Eles trazem o que há de bom que todos nós queremos para a nossa saúde em uma base diária. Embora haja uma longa lista de alimentos que contêm nutrientes que suportam a saúde, superalimentos turbinam o sistema – especialmente quando consumidos regularmente.

O que procurar

Densidade de nutrientes – A medição da quantidade de qualquer nutriente em particular que o alimento contém por porção.

Diversidade de nutrientes – A medição de quantos nutrientes diferentes estão disponíveis em um dado alimentos.

Conteúdo de fitonutrientes – A quantidade de compostos químicos saudáveis​​, conhecidas e desconhecidos, que existem em plantas. Existem potencialmente milhares de fitonutrientes em plantas e qualquer superalimento deve ser uma fonte conhecida.

Ausência de toxinas – O objetivo de consumir superalimentos é carregar o corpo com tantos nutrientes quanto possível. Superalimentos deve representar limpo, livre de hormônios, fontes livres de pesticidas químicos e de nutrição.

Embora não haja um único alimento que forneça tudo o que o corpo necessita, incluir uma grande variedade de superalimentos pode desempenhar um papel fundamental na estimulação da saúde em um nível celular beneficiando o corpo de inúmeras maneiras. Os superalimentos permitem que tenhamos mais nutrição com menos comida.

Superalimentos estão aqui para ficar. No entanto, enquanto a popularidade aumenta, muitos fabricantes estão a introduzindo uma ampla variedade de produtos complementares que tentam imitar os efeitos desses alimentos. Nossos corpos reconhecem e assimilam os nutrientes melhor quando eles vêm de comida de verdade por isso opte pelos alimentos em sua forma natural. Certifique-se de comprar de fornecedores de confiança que estão fornecendo superalimentos reais em vez de super-substitutos que prometem super-resultados.

Participe da discussão no Fórum Notícias Naturais.

Fontes:
Natural News: What makes a food a superfood?
– Wolfe, D. (2009). Superalimentos: A comida e medicina do futuro. Califórnia: North Atlantic Books.
– Rubin, J. (2012). O que realmente significa superalimentos. ExtraordinaryHealth, Volume15, 26-27.
– Perricone, N. (2010). Eternamente jovem: A ciência da nutrigenômica para, pele brilhante livre de rugas e saúde radiante em todas as idades. New York: Atria Books.

 

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+5Email this to someone

Posts relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe