Notícias Naturais

A Vitamina D Reduz as Cáries pela MetadeCom menos tempo ao ar livre e o constante uso de protetores solares por parte de muitos, os níveis de vitamina D estão diminuindo em muitas populações. Enquanto isso, o número de cárie dos dentes das crianças tem aumentado. Existe uma conexão? Uma nova revisão de vários estudos de cáries e de vitamina D indicam que a resposta é que existe uma conexão. De fato, estudos em crianças de vários países vinculam o consumo de vitamina D a uma enorme redução das cáries em 50%.

Tendo em vista os perigos já reportados do flúor em estudos, que seria supostamente utilizado para reduzir as cáries, está na hora das autoridades mudarem sua estratégia de prevenção de cáries.

Veja abaixo os detalhes do estudo:

A revisão, publicada no jornal Nutrition Reviews, inclui 24 ensaios clínico controlados com 3.000 crianças e abrange desde a década de 1920 até a década de 1980. Os ensaios estudaram os altos níveis de vitamina D em crianças mediante a radiação UV suplementar ou complementando as dietas das crianças com óleo de fígado de bacalhau ou Vitamina D. “Meu objetivo principal era resumir a base de dados do ensaio clínico, para que possamos tomar uma nova visão a esta pergunta sobre a vitamina D“, disse  o Dr. Philippe Hujoel, da Universidade de Washington, que realizou o exame, em um comunicado à imprensa.

Esta não é a primeira vez que pensa-se que a vitamina D reduz as cáries. Em 1950, a Associação Médica Americana e o Conselho Nacional de Investigações dos EUA concluíram que a vitamina D era benéfica para reduzir as cáries. No entanto, a Associação Dental Americana (grupo de dentistas profissionais e de forte influência) lutou contra esta conclusão e a informação de que a vitamina D reduz as cáries basicamente desapareceu – enquanto que dentistas agressivamente promovem caros tratamentos com flúor e continuarão a preencher mais e mais cáries.

Estas conclusões inconsistentes feitas por diferentes organizações não fazem muito sentido do ponto de vista com base em evidências“, declarou Hujoel.

Os resultados de Hujoel provavelmente fizeram com que alguns dentistas não estejam muito felizes, mas médicos profissionais e cientistas que estão familiarizados com os últimos estudos sobre a vitamina D não se surpreenderam. Dr. Michael Hollick, professor de medicina no Centro Médico da Universidade de Boston, disse em um comunicado de imprensa que “as conclusões da Universidade de Washington reafirmaram a importância da vitamina D para a saúde dental…as crianças com deficiência em vitamina D tiveram atraso no nascimento de dentes e são propensos às cáries.

A mensagem do estudo do Dr. Hujoel é este conselho para as mulheres grávidas ou jovens mães: dar-se conta que a vitamina D é essencial para a saúde de seu filho ou filha. “A vitamina D resulta em dentes e ossos melhores mineralizados“, concluiu.

O Notícias Naturais cobriu amplamente que a deficiência de vitamina D, também pode ser um enorme fator em muitas enfermidades e condições que tem aumentado durante anos com a diminuição da exposição ao sol. Por exemplo, estudos vincularam a falta da vitamina ao câncer de mama, às artrites reumatoide e ao risco de doença cardíaca.

Leia mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe