Notícias Naturais
Share on Facebook472Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

vacina_nikkho-vacNotícias Naturais

Durante décadas as vacinas sublinguais e orais para a prevenção de bronquite asmática, sinusites, amidalites de repetição e outras doenças atópicas, melhoraram a saúde de milhões de pessoas, evitando crises, evitando hospitalizações e reduzindo substancialmente o número de óbitos causados por estas doenças crônicas. E o melhor, com absoluta segurança, eficácia e baixo custo para a população menos assistida.

O problema é que este sucesso estava incomodando alguns laboratórios de quinta categoria, além de incomodar também pessoas com o poder da caneta, como por exemplo, alguns técnicos da ANVISA.

Esta entidade criou todas as dificuldades possíveis exigindo métodos ridículos para a comprovação científica “in vitro”, impossíveis de serem comprovadas, para que estas vacinas não fossem mais produzidas, e parassem de trazer saúde para a população doente.

Esta semana a ANVISA vai cometer mais um crime: vai recolher, retirando de circulação o NIKKHO-VAC, vacina produzida há décadas, que “in vivo” já demonstrou absoluta segurança e altíssima eficácia, com aprovação real em bioequivalência e biodisponibilidade. O laboratório NIKKHO está recebendo diariamente centenas de ligações, de pessoas doentes implorando pela volta do produto, porem a ANVISA acaba de indeferir, e proibiu a sua fabricação.

A maldade, a incompetência, a soberba e a irresponsabilidade de técnicos que não tem nenhuma experiência em tratamentos clínicos, servirá para aumentar as crises de doenças atópicas, aumentará as hospitalizações, aumentará os óbitos, mas aumentará também o lucro de laboratórios fabricantes de medicamentos para debelar as crises.

Por outro lado, esta mesma instituição nunca se preocupou com a eficácia de verdadeiros placebões, produzidos pelos mesmos laboratórios de sempre, que inundam a Farmácia Popular, principalmente antihipertensivos que pela sua ineficácia, tem causado crises de pressão alta, AVCs e morte. Estou há anos denunciando estes produtos (vide Google com a frase: captopril, enalapril e a empurroterapia), e até agora nenhuma providência está sendo tomada.

Vejam então, quantas baixas hospitalares e atendimentos em UPAs e POSTOS DE SAÚDE que poderiam ser evitadas, se a ANVISA não acabasse com todas as vacinas dessensibilizantes, e também se exigisse qualidade em antihipertensivos, e em muitos medicamentos sem controle de qualidade fabricados no Brasil.

Se não houver com urgência uma reestruturação desta entidade, as consequências serão imprevisíveis, pois estão colocando os pés pelas mãos, causando um prejuízo incalculável para a saúde da população.

Atualização: assine a petição criada por um de nossos leitores para a liberação do NIKKHO-VAC.

Dr. Moises Eli Magrisso

———————————————-

Reproduzo abaixo a resolução de nº 928, de Março de 2013, publicada no Diário da União  n° 47 de 11/03/2013, que determinou a suspensão da fabricação, distribuição e comercialização e uso do NIKKHO-VAC no Brasil:

RESOLUÇÃO – RE Nº 928, DE 8 DE MARÇO DE 2013
O Diretor da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das atribuições que lhe conferem o Decreto de recondução de 26 de agosto de 2010, do Presidente da República, publicado no DOU de 27 de agosto de 2010, o inciso VIII do art. 15, e o inciso I e o § 1º do art. 55 do Regimento Interno aprovado nos termos do Anexo I da Portaria n.º 354 da ANVISA, de 11 de agosto de 2006, republicada no DOU de 21 de agosto de 2006, e a Portaria nº 498, de 29 de março de 2012.

considerando os arts. 7º e 12, da Lei nº 6.360, de 23 de setembro de 1976;

considerando, ainda, comunicação enviada pela Gerência de Avaliação de Segurança e Eficácia da Anvisa, informando acerca do indeferimento da petição de revalidação do registro do medicamento NIKKHO-VAC SOL ORAL FR PLAS GOT X 15 ML, em razão da empresa não ter apresentado a esta Agência a caracterização do Produto Padrão Interno de Referência e do alérgeno principal de cada extrato, os estudos clínicos, a validação das metodologias analíticas utilizadas, a validação das etapas críticas do processo produtivo e o Certificado de Boas Práticas de Fabricação, resolve:

Art. 1º Determinar, como medida de interesse sanitário, a suspensão, em todo o território nacional, da fabricação, distribuição, comercialização e uso de todos os lotes do medicamento NIKKHO-VAC SOL ORAL FR PLAS GOT X 15 ML, fabricado pela empresa QUIMICA FARMACEUTICA NIKKHO DO BRASIL LTDA – CNPJ 33.517.558/0001-06, localizada na Rua Jaime Perdigão, 431/445 – Ilha do Governador, Rio de Janeiro – RJ, por não atender às exigências regulamentares da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

JOSÉ AGENOR ÁLVARES DA SILVA

Participe também da discussão no Fórum Notícias Naturais.

Fontes:
– Enviado através do facebook pelo próprio autor
Notícias Naturais: Anvisa Impede o uso de Vacina NIKKHO-VAC para Asma
Laboratórios Nikkho: Bula Nikkho Vac
Diário Oficial da União nº 53/2013 (ver página 53)

Share on Facebook472Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

68 Comments